O Comunicador

Para evitar aglomerações, prefeito no interior de SP desliga iluminação pública


Imagem ilustrativa

O prefeito de Guarani d’Oeste, Nilson Timporin Caffer (PTB), determinou o desligamento de postes de iluminação pública para evitar aglomerações nas ruas neste fim de semana e combater o avanço da pandemia do novo coronavírus. O município fica a 523 km de São Paulo e tem cerca de 2 mil habitantes, segundo estimativa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

A medida, que entrou em vigor às 20h30 deste sábado (6), foi anunciada em um vídeo de 14 segundos publicado na página do prefeito nas redes sociais. “Olá, população de Guarani d’Oeste. A nossa energia da rua será desligada hoje às oito e meia e só será religada na segunda-feira. Obrigado a todos”, disse.

Neste primeiro momento, o desligamento se concentra na região central, em ruas próximas à praça da Igreja Matriz. O local é o principal ponto de encontro da cidade.

“Eu não tenho que saber o que a população pensa neste momento de crise. Em novembro do ano passado, fui escolhido para continuar cuidando da cidade da melhor maneira possível. Se for tomar uma atitude, que seja para valer ou não tome”, disse.

O fornecimento de energia na cidade é responsabilidade de uma concessionária privada, mas a gestão da iluminação pública cabe à Prefeitura, de acordo com Caffer.

Com a iluminação desligada, a gente espera que as pessoas fiquem seguras em casa. Apaguei para estimular que as pessoas mudem de hábito neste momento de crise.

Segundo o boletim divulgado pela diretoria de Saúde, a cidade atingiu a marca de 157 casos de covid-19 confirmados. Atualmente, 13 pessoas estão em tratamento domiciliar, entre elas, uma criança de apenas um ano de idade. Desde o início da pandemia, foram registradas três mortes em decorrência da doença.

O município não possui hospital com estrutura para atender casos graves. Existe apenas uma Unidade Básica de Saúde. Por isso, foi montado um centro de triagem para atender quem apresenta sintomas respiratórios.

“A gente tem feito nossa parte oferecendo médicos e estrutura. Mas se precisar levar casos graves para UTI, não existem vagas na região. Está tudo lotado”, disse o prefeito.

*UOL

Postado em 7 de março de 2021 - 17:27h

0 comentário

Vacina brasileira em estudo pela Farmacore aposta em proteção de longo prazo


Foto: reprodução/CNN Brasil

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu informações de três estudos de vacina contra a Covid-19 brasileiras. Um destes imunizantes ainda em fase pré-clínica é da Farmacore Biotecnologia, em parceria com a americana PDS Biotechnology e a Faculdade de Medicina da USP de Ribeirão Preto.

Em entrevista para a CNN neste domingo (7), a CEO da Farmacore Biotecnologia, Helena Faccioli, explica que a grande diferença deste imunizante, em fase de testes em animais, é a longa duração da ação protetiva.

“A gente tem testes de longo prazo em animais que mostram que depois de alguns meses, se você expõe de novo os animais ao coronavírus, o corpo ainda produz uma resposta imunológica. Então, ele tem uma duração maior no organismo das pessoas do que outras vacinas. Ela vai proteger por mais tempo”, diz.

Faccioli explica que já foram submetidos para a Anvisa todos os dados pré-clínicos. E que assim que aprovados, a previsão é que neste semestre se iniciem os testes em humanos.

“Nós já estamos em negociação com os centros clínicos e já tem uma seleção de quem vai executar o ensaio clínico para a gente”, diz a CEO. “Agora, depende da nossa interação com a Anvisa para conseguirmos começar. Mas vai começar neste semestre, certeza”, afirma a CEO.

De acordo com Helena Faccioli, os resultados finais de alguns testes em camundongos serão finalizados no mês de março. “Para, então, submeter o pacote oficial e final com estes dados e obter a anuência para executar o ensaio clínico nos voluntários”, complementa.

Até agora, a Anvisa já teve acesso à documentação das etapas pré-clínicas e, segundo a CEO, a Farmacore vem realizando algumas reuniões de acompanhamento com a equipe técnica da agência.

Tecnologia

Diferentemente dos imunizantes já em uso no Brasil, a vacina brasileira da Farmacore aposta no uso de uma proteína recombinante derivada do coronavírus.

“Ela é formada por uma partícula nano lipídica e uma proteína recombinante que é a S1. A S1 é derivada do coronavírus. Uma proteína segura, de fácil manuseio e de fácil produção. Não contém pedaço de vírus ou vírus atenuado ou RNA ou DNA. Então, é simplesmente uma proteína recombinante com uma partícula nano lipídica”, explica.

Faccioli detalha que, desde o projeto inicial, a premissa era a de se produzir um imunizante que o Brasil fosse autosuficiente tecnologicamente, justamente para evitar problemas no abastecimento de insumos.

“Nós pensamos em tecnologias que fossem de fácil produção, seguras e que pudessem ser produzidas integralmente no Brasil na fase de vacinação em massa. Algumas etapas, hoje, ainda são executadas pelo nosso parceiro americano, mas nós já estamos em conversa e negociação com uma indústria farmacêutica brasileira para que este processo esteja aqui durante a fase 3, que é a mais longa”.

*CNN Brasil

Postado em 7 de março de 2021 - 17:00h

0 comentário

Deputado Vivaldo apresenta pesar pelo falecimento de Formiga Preta: “Foi uma das maiores lideranças políticas de Parelhas”

O deputado Vivaldo Costa (PSD) apresentou, na manhã deste domingo (7) em suas redes sociais, condolências pelo falecimento do empresário Romildo Azevedo, conhecido como Formiga Preta. O parlamentar que durante muitos anos foi parceiro político do empresário, disse que estava triste e que Formiga Preta foi uma das maiores lideranças políticas de Parelhas.

Romildo Azevedo já ocupou uma cadeira no legislativo parelhense e é pai da vereadora Romisélia Araújo. Ele foi candidato a prefeito, mas não obteve êxito. Morre, vítima da Covid-19, prestes a completar 70 anos.

Leia o que postou o deputado Vivaldo Costa:

“É com pesar que recebo a triste notícia da partida do amigo Formiga Preta, uma das maiores lideranças políticas de Parelhas. Todos sabem da minha admiração e respeito que sempre tive a este homem de coração grandioso, simples, querido do povo de parelhense. Sua simplicidade cativou a todos. Foram muitos os pleitos e lutas que abracei em defesa do povo de Parelhas, atendendo aos pedidos de Formiga. Que Deus conforte o coração de todos os seus familiares. Ficará vivo o exemplo e todo seu legado pelo povo de Parelhas. Fraterno abraço.”

Postado em 7 de março de 2021 - 16:55h

0 comentário

Após 40 dias desaparecido, piloto é achado vivo na região amazônica

Foto: Marcelo Seabra/Ag. Pará/Divulgação

Um piloto de avião paranaense foi encontrado com vida 40 dias depois de desaparecer na região amazônica.

No dia 28 de janeiro, Antônio Sena saiu com seu avião de Alenquer, no Pará, com destino à pista de pouso Treze de Maio, uma área com garimpos na região do município de Almeirim, no mesmo Estado, e nunca mais foi visto.

Equipes de buscas vasculharam sem sucesso a região, inclusive com a ajuda de helicópteros. A boa notícia ocorreu na sexta-feira (5), quando um grupo de castanheiros o localizou na divisa entre os Estados do Pará e do Amapá. As primeiras informações são de que Sena está consciente, mas perdeu peso e está muito magro.

Foto: Marcelo Seabra/Ag. Pará/Divulgação

As equipes de buscas conseguiram localizar o piloto após o grupo coletor de castanha acender uma fogueira no meio da floresta na manhã deste sábado. Aeronaves do Governo do Estado fizeram o resgate e o deslocamento para Santarém.

No aeroporto em Santarém, amigos e familiares recepcionaram “Toninho Sena” com festa. Ainda da ambulância, “Toninho” falou com as pessoas que os esperarvam. Na pista, ele também abraçou os irmãos. O piloto foi levado para um hospital particular para receber atendimento médico e passar por exames.

Foto: Elton Pereira/TV Tapajós

Na porta do hospital, familiares puderam abraçar o piloto e matar um pouco a aflição que perdurou por mais de um mês. Entre lágrimas e sorrisos, palavras de agradecimento a Deus, à equipe e a todas as pessoas que estiveram envolvidas nas operações desde o desaparecimento.

*Com informações de G1 e R7

Postado em 6 de março de 2021 - 19:56h

0 comentário

Empresário Lagoanovense radicado na capital do estado é mais uma vítima da Covid-19

O empresário Canindé Moto Peças, natural de Lagoa Nova e há muitos anos radicado na capital do estado foi mais uma vítima da Covid-19. Empreendedor nato, Canindé era Proprietário de lojas de peças e serviços, uma na Pompéia, zona norte de Natal e outra na Bernardo Vieira. Sobre a hora e o local do sepultamento que acontecerá em nossa cidade, no decorrer das horas iremos noticiar.  

Aos familiares e amigos do nosso amigo Canindé os meus sentimentos de pesar.

*Lagoa Nova Destaque

Postado em 6 de março de 2021 - 18:41h

0 comentário

Supermercados, feiras livres e farmácias: veja o que pode abrir no primeiro domingo com toque de recolher ‘integral’ no RN

Supermercados de Natal ficaram cheios neste sábado (6). — Foto: Reprodução

Supermercados de Natal ficaram cheios neste sábado (6). — Foto: Reprodução

Após o decreto publicado na última sexta-feira (6), o Rio Grande do Norte terá neste domingo (7) o primeiro dia de toque de recolher integral, de 24 horas, em todo o território estadual. Nos demais dias da semana, a circulação de pessoas fica proibida das 20h às 6h, a fim de evitar aglomerações e contaminação pelo novo coronavírus.

A divulgação da norma gerou uma grande movimentação nos supermercados da capital neste sábado (6), porém, os estabelecimentos que lidam com abastecimento de alimentação poderão abrir mesmo durante o período de toque de recolher. No entanto, o decreto não especifica como o cidadão vai comprovar que está se dirigindo para um serviço essencial.

G1 separou as atividades que podem funcionar durante o toque de recolher. Confira abaixo.

Podem funcionar:

  • Supermercados
  • Feiras livres,
  • mercados,
  • padarias
  • demais estabelecimentos voltados ao abastecimento alimentar,

De acordo com o decreto, esses estabelecimentos poderão funcionar aos domingos entre 6h e 20h, mas o consumo de bebidas e alimentos no local fica proibido. Veja o decreto na íntegra.

Também podem funcionar:

  • serviços públicos essenciais (saúde, segurança, entre outros);
  • farmácias;
  • indústrias;
  • postos de combustíveis;
  • hospitais e demais unidades de saúde e de serviços odontológicos e veterinários de emergência;
  • laboratórios de análises clínicas;
  • segurança privada;
  • imprensa, meios de comunicação e telecomunicação em geral;
  • funerárias;
  • exercício da advocacia na defesa da liberdade individual;
  • serviços de alimentação, exclusivamente para delivery;
  • serviços de transporte de passageiros;
  • construção civil, serviços de manutenção predial e prevenção a incêndios;
  • processamento de dados relacionados às atividades dispostas neste parágrafo;
  • preparação, gravação e transmissão de celebrações religiosas pela internet;
  • serviços de suporte portuário, aeroportuário e rodoviário;
  • cadeia de abastecimento e logística.

As medidas determinadas pelo decreto valem até o próximo dia 17 de março. Atualmente, estado tem uma ocupação de leitos acima de 93% e fila de espera por UTI maior que o número de equipamentos disponíveis na rede pública. A rede privada também está lotada.

O decreto também mantém proibição de realização de missas e cultos religiosos em formato presencial, além de aulas e funcionamento de parques públicos e outros estabelecimentos.

*G1 RN

Postado em 6 de março de 2021 - 18:37h

0 comentário

Procurador-Geral do Estado diz que nem era para precisar de decreto, deveriam prevalecer a solidariedade e o amor ao próximo

A liberdade de expressão é um bem jurídico sagrado. Pedra de arrimo da democracia. Durante vinte e um anos esse direito foi suprimido. Jornais censurados, telenovelas mutiladas, peças teatrais tesouradas, canções picotadas, opiniões tolhidas, palavras caladas.

Tempos arbitrários.

A Constituição Federal de 1988 afastou as trevas, refez a luz. A cidadania alçou centralidade. Ulisses Guimarães bradou: Constituição Cidadã.

É exercício de cidadania proteger a si próprio e aos seus semelhantes nessa quadra duradoura de pandemia.

Sentir a dor alheia. Empatia. Nem precisaria de ato da governadora Fátima Bezerra e de outros governadores do Brasil para ficar em casa ou limitar a saída às ruas com um vírus matador à espreita.

É ato de solidariedade humana, de amor ao próximo, Independentemente de credo ou religião.

Pouco importa se cristão, muçulmano, de direita, de esquerda, de centro. Há um bem maior a ser protegido. A vida. Sem vida não há economia, disse ontem um ministro. Disse o óbvio, mas o óbvio às vezes é preciso ser dito. O óbvio ululante.

O direito de ir e vir em uma pandemia que já caminha para doze meses e uma tsunami de lágrimas pelas vidas arrebatadas, com uma nova onda avassaladora, merece mitigação.

O Governo do Rio Grande do Norte, a exemplo de outros estados – muitos Fred com medidas ainda mais rígidas – não podiam ficar omissos. Não podem prevaricar. É dever constitucional do Estado zelar pela saúde e pela vida do cidadão.

Bem disse o meu professor, e de muitos, jurista Ivan Maciel, em seu artigo “A tragédia e o jogo político”, publicado na Tribuna do Norte: “Diante da catástrofe que se abateu sobre o nosso país, a omissão representa conivência com o vírus.”

*Luiz Antonio Marinho da Silva
Procurador-geral do Estado do RN

Postado em 6 de março de 2021 - 16:04h

0 comentário

Conheça a placa que postos terão de usar para informar preço de combustíveis

Foto: Sérgio Lima/Poder 360

A ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis) divulgou o modelo de placa que deverá ser usado por postos de combustíveis para mostrar a composição do preço da gasolina, do diesel, etanol e do GNV (gás natural veicular).

A divulgação da composição do preço do combustível foi determinada em decreto, assinado pelo presidente Jair Bolsonaro, em 23 de fevereiro.

“O objetivo é garantir ao consumidor o recebimento de informações corretas, claras, precisas, ostensivas e legíveis sobre o preço de combustíveis comercializados”, disse o governo.

A medida valerá a partir de 25 de março, em todo o Brasil. De acordo com o decreto, os postos que não atenderem a obrigação ficarão sujeitos às “penalidades aplicáveis”. 

O governo sugere que a planilha tenha 80×50 cm de tamanho. Veja abaixo:

Os postos devem em informar, em painel afixado em local visível:

– valor médio regional no produtor ou no importador;

– preço de referência para o ICMS;

– valor do ICMS;

– valor do PIS/PASEP e da Cofins;

– valor da CIDE Combustíveis.

O decreto também obriga os postos a dispor informações sobre os descontos vinculados ao uso de aplicativos de fidelização.

– preço real, de forma destacada;

– preço promocional, vinculado ao aplicativo de fidelização;

– valor do desconto, que poderá ser pelo valor real ou percentual.

Além disso, quando a utilização do aplicativo de fidelização proporcionar a devolução de dinheiro ao consumidor, o valor e a forma de devolução deverão ser informados aos consumidores.

Em nota, a Secretaria Geral da Presidência da República afirmou que o projeto tem o objetivo de garantir ao consumidor  mais clareza dos elementos que resultam no preço final dos combustíveis.

“Isso dará noção sobre o real motivo na variação de preços e fortalece um dos pilares da defesa do consumidor, que é o direito à informação, fundamental para o exercício do poder de escolha”, afirmou o órgão.

A publicação do decreto veio 4 dias depois do anúncio de demissão do presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, na 6ª feira (19.fev). Para o seu lugar, foi indicado o general Joaquim Luna e Silva.

A saída de Castello Branco foi definida, segundo Bolsonaro, para que a Petrobras tenha maior previsibilidade quanto aos reajustes de combustíveis. Pediu maior transparência quanto aos motivos que levaram aos recentes aumentos nos preços cobrados pela petrolífera nas refinarias.

Dificuldades

A Fecombustíveis (Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes) declarou que existem dificuldades para colocar a medida em prática. Solicitou uma reunião com o presidente Bolsonaro para tratar do tema.

A entidade afirma que as informações sobre impostos que incidem sobre combustíveis não estão disponíveis aos postos. São as refinarias, as usinas e as distribuidoras que recolhem os tributos.

“Outra dificuldade para os postos é informar a tarifa promocional dos programas de fidelização das distribuidoras. Em alguns casos, os postos não têm acesso à informação, uma vez que a fidelização é com a distribuidora. O desconto é definido pela companhia detentora da marca”, disse a federação em comunicado.

Segundo a Fecombustíveis, o governo já se comprometeu a agendar uma reunião para atender o setor, mas ainda não definiu a data.

Em outra frente, a federação também recorreu ao Departamento de Combustíveis Derivados de Petróleo do Ministério de Minas e Energia, ao Ministério da Justiça e à Secretaria Nacional do Consumidor, para tratar do assunto.

“A Fecombustíveis busca uma solução viável para que os postos do país consigam cumprir adequadamente as determinações do governo federal”, disse.

*Poder 360

Postado em 6 de março de 2021 - 13:55h

0 comentário

China agora exige teste anal de Covid-19 para todos os viajantes estrangeiros

A China tornou o teste anal para detectar Covid-19 obrigatório para todos os viajantes estrangeiros que cheguem ao país, informou um relatório oficial na quarta-feira (3/2).

O governo afirmou que esses testes fornecem um grau mais alto de precisão do que outros métodos de triagem para o vírus, relatou o “Times UK”.

Como parte da nova exigência de viagens, haverá centros de teste nos aeroportos de Pequim e Xangai.

Li Tongzeng, médico de doenças respiratórias, disse que os tetes anais são melhores porque os traços de vírus permanecem mais tempo nas amostras fecais do que no nariz ou na garganta, informou a mídia estatal.

Para coletar amostra, o cotonete precisa ser inserido cerca de três a cinco centímetros no reto e girado várias vezes. Depois de completar o movimento duas vezes, o cotonete é removido e colocado em um recipiente de amostra. O procedimento leva cerca de 10 segundos. O recolhimento de amostras com cotonete é necessário no método de diagnóstico PCR.

A medida acontece depois que o Japão pediu à China que pare de fazer os exames em seus cidadãos quando eles entram no país porque os cotonetes causam “angústia mental”. Diplomatas americanos também reclamaram ter sido obrigados a fazer o teste invasivo. Pequim negou.

“Alguns japoneses relataram à nossa embaixada na China que passaram por testes anais, o que causou uma grande dor psicológica”, disse Katsunobu Kato, secretário-chefe do gabinete do Japão, em entrevista coletiva.

*Extra

Postado em 6 de março de 2021 - 13:41h

0 comentário

Motorista morre carbonizado após acidente na BR-304, em Lajes


Foto: redes sociais

Após uma colisão que envolveu três veículos, um homem morreu carbonizado. O acidente ocorreu por volta das 5h30 deste sábado, na BR-304, na altura do município de Lajes.

Segundo a PRF, a uma carreta e outros dois carros, Fiorino e Corolla, se envolveram na batida. A Fiorino pegou fogo e o condutor morreu carbonizado. A vítima ainda não foi identificada oficialmente.

Foto: redes sociais

A carreta virou e interrompeu uma das faixas da pista. A PRF não informou em quais condições o acidente teria ocorrido. Os motoristas dos demais veículos envolvidos no acidente não se feriram.

*Com informações de G1-RN

Postado em 6 de março de 2021 - 13:14h

0 comentário

Governo do RN anuncia toque de recolher integral no domingo e das 20h às 6h nos outros dias da semana

O governo do Rio Grande do Norte vai decretar ampliação do toque de recolher integral nos dias de domingo e das 20h às 6h nos demais dias da semana. O anúncio foi feito pela governadora Fátima Bezerra (PT) no início da tarde desta sexta-feira (5) e atende a recomendação do comitê científico da Secretaria de Saúde do estado.

“Com base nas orientações do nosso comitê de especialistas e após cuidadoso estudo, levando em consideração a gravidade da pandemia, anunciamos que a partir desse sábado teremos toque de recolher em todo território estadual, com proibição de circulação de pessoas, partir das 20h até às 6h do dia seguinte”, afirmou a governadora.

Durante a vigência do toque de recolher, apenas serviços considerados essenciais deverão ser mantidos, como supermercados, atividades de saúde, entre outros. A governadora também afirmou que ficará mantida a suspensão de aulas presenciais nas escolas, além de cultos, missas e outros eventos religiosos.

Fátima afirmou que entrou em contato com prefeitos, inclusive os de Natal e Mossoró, para pedir apoio às medidas. Apesar do último decreto governamental suspender as atividades em escolas e igrejas, os municípios mantiveram autorização.

“É um momento que exige sacrifício sim. Momento de chamamento aos trabalhadores, aos empresários. Sei o impacto sobre o setor econômico, especialmente o de entretenimento, mas a vida se impõe. Nós temos em primeiro lugar o dever e obrigação de cuidar da saúde do nosso povo”, disse a governadora.

Medidas recomendadas pelo comitê

Adotar toque de recolhera partir das 20 às 06 horas de segunda a sábado em todo o território estadual; aos domingos o toque de recolher aplica-se em horário integral em todo o território estadual, de modo que só será permitido o funcionamento dos estabelecimentos na modalidade delivery e take away;

Restringir a venda de bebidas alcoólicas nos finais de semana, assim como consumo em locais públicos (como por exemplo em bares, restaurantes, conveniências, praças, praias) como estratégia de auxiliar na redução de aglomerações;

Ampliar as medidas restritivas em todo o território estadual por um período de 21 dias, sendo passível de nova avaliação, devendo permanecer abertos apenas os serviços essenciais

As medidas de supressão adotadas devem ser realizadas de forma simultânea pelos municípios de uma mesma região de saúde, com divulgação de datas para início e nova avaliação do cenário

Não utilização de medicamentos como prevenção ou tratamento precoce para a Covid-19, “uma vez que não existem evidências científicas que embasam esta conduta”

Normatizar a circulação nos espaços coletivos, ou seja, nos serviços essenciais estabelecidos no Decreto Estadual conforme orientações abaixo:

– Definir horários prioritários para idosos,quando aplicável;

– Definir horários de funcionamento para cada setor;

– Restringir o quantitativo de pessoas por família;

– Obedecer ao percentual de ocupação desses espaços de modo que seja possível respeitar o distanciamento social dentro do estabelecimento, evitando a ocupação máxima;

– Reforçar o uso obrigatório e correto da máscara em ambientes coletivos, a qual deve preferencialmente ser trocada a cada 3 horas;

– Intensificar as fiscalizações

Adotar medidas relacionadas ao funcionamento do transporte público visando à redução do risco sanitário:

– Aumentar a frota de transporte coletivo em horários de pico, para reduzir as aglomerações que ocorrem nas paradas de ônibus e dentro dos transportes;

– Respeitar as medidas de distanciamento social dentro dos ônibus, sem circulação de passageiros em pé

– Reforçar o uso obrigatório e correto da máscara dentro do transporte coletivo;

– Aumentar a freqüência de higienização dos veículos;

– Realizar fiscalizações para verificar o cumprimento das normas nas paradas de ônibus e nos veículos

Aquisição de testes rápidos de antígeno por municípios e pelo Estado, de modo a facilitar e ampliar o diagnóstico para COVID-19;

Todos os serviços essenciais devem cumprir com as normas sanitárias estabelecidas, de modo a:

– Intensificar a triagem dos trabalhadores sintomáticos;

– Realizar o teste de diagnóstico em todos os trabalhadores sintomáticos;

– Realizar rastreio de contatos;

– Proceder com a notificação nos sistemas de notificação recomendados e acionar a Secretaria Municipal de Saúde

– Afastar o trabalhador sintomático e seus contatos pelo período recomendado de isolamento domiciliar;

Intensificar a realização das notificações de casos suspeitos, confirmados ou descartados para COVID-19, assim como óbitos, independentemente do método de diagnóstico utilizado, no prazo de 24 horas, nos sistemas de notificação indicados;

Perseguir junto ao governo federal o aumento da oferta de vacinas e efetivar as estratégias de vacinação de forma mais célere a nível municipal evitando aglomerações nos locais de vacinação;

Melhorar a qualidade da informação e da comunicação sobre o risco sanitário atual e as medidas implementadas.

*G1 RN

Postado em 5 de março de 2021 - 13:45h

0 comentário

Anvisa se reunirá com Johnson & Johnson definir uso emergencial da vacina Janssen


Foto: Reuters

A Anvisa se reunirá com representantes da empresa Johnson & Johnson, no dia 16 de março, para discutir o uso emergencial da vacina Janssen. O imunizante necessita de uma única dose para fazer efeito contra Covid-19. O anúncio foi feito nesta quinta-feira durante audiência no Senado com o presidente da Anvisa, Antônio Barra.

— Estamos recebendo agora aqui a notícia de que a empresa Johnson e Johnson, divisão Jansen, solicita à Anvisa reunião no dia 16 de março para a submissão de autorização de uso emergencial. Acho que essa sessão do Senado é abençoada com sorte e bênção de Deus. Temos aí uma boa notícia referente a mais uma vacina que pode ser concretizada— disse Barra.

Na quarta-feira, o Ministério da Saúde anunciou que pretende fechar contrato para aquisição de 38 milhões de doses da vacina da Janssen. A intenção de compra foi publicada no Diário Oficial da União no mesmo dia. Internamente, o imunizante é visto como estratégico por ser ministrado em apenas uma dose.

As negociações pela compra da vacina avançaram após aprovação de um projeto de lei na Câmara dos Deputados que autoriza União, estados e municípios a assumirem responsabilidade por possíveis efeitos adversos de vacinas adquiridas contra a Covid-19. A isenção de responsabilização era uma das cláusulas impostas pela farmacêutica, assim como a Pfizer.

O Ministério da Saúde tem frisado a necessidade a aprovação de vacinas na Anvisa para aplicação na população. A autorização emergencial de uso permite que o imunizante seja aplicado em um grupo específico.

Nesta quinta-feira, novo cronograma divulgado pelo Ministério da Saúde mostrou que há uma baixa de cerca de 7,9 milhões de doses para março. No mês passado, a pasta havia divulgado uma estimativa de cerca de 46 milhões de doses neste mês. Agora, o número caiu para cerca de 38 milhões.

*O Globo

Postado em 4 de março de 2021 - 21:20h

0 comentário

Caso Zaira Cruz: Juiz manda policial Pedro Inácio a julgamento popular

Pedro Inácio é réu no processo da morte de Zaira Cruz

O juiz Luiz Cândido de Andrade Villaça decidiu mandar a julgamento popular, o policial militar, Pedro Inácio Araújo de Maria, que é réu no processo da morte da jovem ZAIRA DANTAS SILVEIRA CRUZ, assassinada em março de 2019, no carnaval de Caicó. A decisão de pronúncia saiu na tarde desta quinta-feira (04).


Na mesma decisão, o juiz manteve o réu preso, negando a ele o pedido de liberdade feito pela defesa.


O réu foi pronunciado por homicídio com as qualificadoras: meio cruel – asfixia; tentativa de ocultar o crime e feminicídio, além do estupro.
Atualmente, o réu Pedro Inácio, está preso na sede do Comando Geral da Polícia Militar em Natal.

*Por Sidney Silva

Postado em 4 de março de 2021 - 21:15h

0 comentário

Homicídio é registrado em Caicó

Um crime de homicídio foi registrado em Caicó por volta 17:40 desta quinta-feira (04), quando um ex-detento do Presídio Pereirão, Wildson Paulino de Medeiros, conhecido por Aladim Catingueira, foi morto à tiros na Rua Coronel Bem-Bem no Bairro Paraíba.


A informação que recebemos é que a vítima, pilotava uma motocicleta quando foi atingido por tiros de arma de fogo.


Aladim, já esteve preso acusado de vários crimes no RN, um deles ele chegou a atropelar um policial que sofreu muito após o acidente.

*Por Cardoso Silva

Postado em 4 de março de 2021 - 20:58h

0 comentário

Estudo confirma que ivermectina não cura Covid-19

Um estudo divulgado nesta quinta (4) pela revista cientifica Journal of the American Medical Association (JAMA) confirma que a ivermectina é ineficaz no tratamento de casos leves de Covid-19.

O ensaio clínico foi realizado na Colômbia, com 476 pacientes. Metade recebeu placebo e o restante, o medicamento. De acordo com o estudo, 79% dos pacientes que receberam placebo estavam curados após o 21º dia de infecção contra 82% dos pacientes que usaram a ivermectina.

Além disso, o ensaio clínico apontou que a resolução dos sintomas foi de, em média, 10 dias para o grupo que tomou a droga e de 12 dias para aqueles que tomaram placebo.

Além disso, a pesquisa revelou que o sintoma adverso mais comum foi dor de cabeça, que afetou 52% dos pacientes que tomaram ivermectina e 56% entre aqueles que tomaram placebo.

Leia aqui o estudo na íntegra.

*Fonte:  O antagonista

Postado em 4 de março de 2021 - 20:46h

0 comentário

PEC 186: Emenda de Zenaide garante recursos para a infância e cultura


Foto: reprodução

Uma emenda da senadora Zenaide Maia (Pros-RN) salvou da desvinculação de receitas imposta pelo governo federal na PEC 186 os Fundos Nacionais dos Direitos da Criança e do Adolescente e da Cultura. “Foi uma vitória porque são recursos importantes para a infância, para a adolescência e para a cultura, que emprega muita gente. Agora, o Senado deve desculpas ao povo brasileiro por ter votado, em sua maioria, pelo desmonte de outros fundos públicos, como o Fundo Social do Pré-sal, que ajuda a financiar a educação, e o Fundo dos Direitos Humanos, voltado para as minorias, para idosos, para pessoas com deficiência”, lamenta Zenaide.

“Além disso, o texto prejudica servidores, inclusive os profissionais de saúde que estão na linha de frente de combate à covid, os professores, policiais, assistentes sociais, trabalhadores da limpeza urbana, defensores públicos e outras tantas categorias que prestam serviços essenciais à população”, complementa a senadora.

Zenaide também criticou o governo federal por ter incluído a retomada do auxílio emergencial em uma Proposta de Emenda à Constituição, quando a ajuda poderia já estar sendo paga, se o presidente tivesse editado uma Medida Provisória: “O auxílio emergencial ainda não está sendo pago por uma decisão do governo federal. Isso precisa ser dito. Se a ajuda ao povo fosse prioridade, o presidente editaria uma Medida Provisória, que tem vigência imediata. Mas o governo optou por inserir o auxílio numa PEC que desmonta fundos públicos e pune servidores, inclusive os da linha de frente”, criticou a parlamentar.

*Via BG

Postado em 4 de março de 2021 - 20:28h

0 comentário

Ministério Público Estadual detalha a “Operação Dia da Coruja” no interior do RN

Ao todo, operação Dia da Coruja cumpre 25 mandados de prisão e outros 32 de busca e apreensão em Jucurutu, São Rafael, Triunfo Potiguar, Mossoró, Assu e Acari 


O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) deflagrou nesta quinta-feira (4) a operação Dia da Coruja.
O objetivo é desarticular uma facção investigada pelo cometimento dos crimes de homicídio, tráfico de drogas, roubo, organização criminosa e porte ilegal de arma de fogo, entre outros, na cidade de Jucurutu e região. 
Ao todo, a operação Dia da Coruja cumpre mandados de prisão e, ainda, outros de busca e apreensão. Além de Jucurutu, houve cumprimento de mandados nas cidades potiguares de São Rafael, Triunfo Potiguar, Mossoró, Assu e Acari.


O nome da operação é uma alusão a Jucurutu, que é uma espécie de coruja, e também à ave símbolo do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do MPRN.

*Por Jair Sampaio

Postado em 4 de março de 2021 - 8:48h

0 comentário

Seridó amanhece sob mega operação do GAECO

Centenas de policiais militares do Rio Grande do Norte estão executando mandados de prisões em cidades do Seridó em cumprimento à determinação do Ministério Público Estadual.

O alvo principal da operação são criminosos envolvidos com o tráfico de drogas no interior do Estado. Homens do BPChoque da capital participam da ação com cães farejadores.

Toda a operação é acompanhada pelo coordenador do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), promotor de Justiça Fausto França, de Caicó.

Daqui a pouco mais detalhes.

*Por Jair Sampaio

Postado em 4 de março de 2021 - 7:49h

0 comentário

Padre é preso suspeito de assaltar três comércios em um dia

Um padre católico foi preso na noite de ontem em Passo Fundo (RS), a 288 km de Porto Alegre, suspeito de uma série de três assaltos a estabelecimentos comerciais. Os crimes ocorreram durante a tarde e a noite do mesmo dia. Ele foi preso com uma pistola falsa.

O suspeito, identificado como Elizeu Lisboa Moreira, de 28 anos, foi reconhecido pelas vítimas. Com ele, foram encontrados R$ 655, itens de higiene e produtos alimentícios levados de dois supermercados e uma farmácia.

A Brigada Militar foi alertada pelos comerciantes, que descreveram o suspeito como jovem, vestindo uma camisa azul e um boné vermelho. Ele teria ainda fugido em uma caminhonete Hyundai IX35, que passou a ser procurada pelos policiais.

O veículo foi localizado no centro de Passo Fundo, momentos depois. Abordado e detido, Moreira foi levado à delegacia, onde apenas afirmou que cometeu os assaltos durante um “momento de loucura”. A caminhonete foi identificada como pertencente à arquidiocese da cidade.

“Estamos tentando entender o que levou o padre a fazer isso. Ainda não conseguimos chegar na motivação. Ele não falou muito durante a lavratura do flagrante e estava bastante calmo”, explicou o delegado Diogo Ferreira. Conforme o policial, Moreira estava na cidade desde cedo para um velório e, depois da cerimônia, cometeu os assaltos.

*Com informações de UOL

Postado em 4 de março de 2021 - 7:45h

0 comentário

Aprovação ao governo federal é de 40%; desaprovação é de 51%, mostra pesquisa PoderData


Foto: Sérgio Lima/Poder360

Pesquisa PoderData realizada nesta semana (entre os dias 1 e 3 de março) indica que as taxas de rejeição ao trabalho de Jair Bolsonaro e ao seu governo seguem sem variações além da margem de erro do levantamento (de 2 pontos percentuais).

A aprovação ao governo federal (“você aprova ou desaprova o governo do presidente Jair Bolsonaro?”) é de 40%. A desaprovação é de 51%. Outros 9% dizem não saber.

Há duas semanas, no levantamento do PoderData de 15 a 16 de fevereiro, esses percentuais eram de 43% (aprovação), 49% (desaprovação) e 8% (não sabe).

Mesmo tendo variado negativamente de 43% para 40% em duas semanas, a aprovação do governo federal deve ser considerada estável, como mostram as curvas do quadro a seguir.

Também é importante notar que a margem de erro (2 pontos) vale para mais e para menos. Portanto, os 40% atuais podem ser até 42% (no limite máximo) e 38% (no limite mínimo). E os 43% de duas semanas atrás poderiam ser de 41% a 45%.

O PoderData também pede que os entrevistados respondam se o trabalho de Bolsonaro como presidente é ótimo, bom, regular, ruim ou péssimo.

No levantamento divulgado nesta 4ª feira (3.mar), os percentuais são os seguintes: 47% dizem que o mandatário é ruim ou péssimo; 31%, bom ou ótimo; e 18%, regular.

A avaliação negativa em relação ao desempenho pessoal do presidente está em um patamar elevado –com tendência de alta desde o início de dezembro (leia no gráfico abaixo).

Destaques demográficos: Avaliação do governo

O estudo destacou, também, os recortes para as respostas à pergunta sobre a percepção dos brasileiros em relação ao governo.

A administração federal sempre teve altas taxas de aprovação na região Norte. Nesta rodada, o indicador virou ao contrário, e há mais pessoas descontentes do que contentes com o governo (leia os percentuais abaixo), mesmo que com proporções parecidas à média geral.

Os estratos que apresentam as mais altas taxas de desaprovação são: mulheres (55%); os que têm de 25 a 44 anos e os que têm 60 anos ou mais (55% em ambos os grupos); os com ensino superior (64%); moradores do Nordeste (58%); e os que ganham de 5 a 10 salários mínimos (63%).

Já os que mais aprovam são: os que têm de 45 a 59 anos (46%); moradores da região Sul (53%); e os que ganham de 2 a 5 salários mínimos (46%). As taxas dos demais grupos estão emboladas dentro da margem de erro com as proporções da avaliação geral.

Sobre a pesquisa

A pesquisa foi realizada pelo PoderData, divisão de estudos estatísticos do Poder360. A divulgação do levantamento é feita em parceria editorial com o Grupo Bandeirantes.

Para chegar a 2.500 entrevistas que preencham proporcionalmente (conforme aparecem na sociedade) os grupos por sexo, idade, renda, escolaridade e localização geográfica, o PoderData faz dezenas de milhares de telefonemas. Muitas vezes, mais de 100 mil ligações até que sejam encontrados os entrevistados que representem de forma fiel o conjunto da população.

*Poder 360

Postado em 3 de março de 2021 - 20:46h

0 comentário

Prefeitos do Seridó demonstram preocupação com crescimento do Covid e apresentam nota apoiando “toque de recolher”

A Associação dos Municípios do Seridó Oriental (AMSO) apresentou, no final da tarde desta quarta-feira (3), Nota Conjunta onde demonstra preocupação pelo aumento da incidência de contágio do Covid-19. O texto, aprovado pelos dezesseis municípios associados, enfatiza o apoio à decisão do Governo do Estado em instituir o “toque de recolher” a partir das 22 horas, como providência de prevenção para desestimular aglomerações.

Diante da ocupação – quase que total – dos leitos críticos e de UTI existentes na rede hospitalar (pública e privada) do Rio Grande do Norte, os gestores estão preocupados com a difícil realidade. Eles reconhecem, também, a importância e a urgência da campanha de imunização através da vacina, todavia, com alcance, até o presente momento, insuficiente para conter a atual onda de contágio e suas graves consequências.

Para o presidente da AMSO, Fernando Bezerra, diversos esforços já foram feitos por todos que subscrevem a nota, tanto em relação a ações preventivas, quanto à fiscalização. Ele pediu o apoio de toda população diante das medidas.

“Precisamos da ajuda da população. Cada um pode, com sua criteriosa conduta de prevenção, fazer muito. Os municípios estão preocupados com o atual momento. Todos os esforços possíveis estão sendo feitos. Os municípios vinculados a AMSO apóiam o toque de recolher sugerindo que as pessoas adotem este comportamento a partir das 22 horas. Uma iniciativa importante do Governo do Estado que tem se mostrado eficaz para desestimular as aglomerações depois deste horário”, contou Fernando, que também é prefeito de Acari.

A nota diz ainda que a depender dos próximos resultados e indicadores, os municípios poderão adotar outras medidas que sejam necessárias, tentando manter o quanto mais possível o funcionamento das atividades econômicas, mas priorizando sempre a preservação e a dignidade da vida humana.

Assinam a nota os municípios de: Acari, Bodó, Campo Redondo, Carnaúba dos Dantas, Cerro Corá, Cruzeta, Currais Novos, Equador, Florânia, Jardim do Seridó, Lagoa Nova, Ouro Branco, Parelhas, Santana do Seridó, São Vicente e Tenente Laurentino Cruz.

Postado em 3 de março de 2021 - 20:40h

0 comentário

Tripulante que sobreviveu à tragédia da Chapecoense escapa de acidente de ônibus que caiu em um barranco de 150 metros

Foto: Reprodução/CNN

Erwin Tumiri, um dos seis sobreviventes do voo da LaMia que caiu na Colômbia, em novembro de 2016, e no qual 71 pessoas morreram, incluindo grande parte do elenco da Chapecoense, teve outro encontro com a morte na terça-feira (2) quando o ônibus em que viajava se acidentou na rodovia Cochabamba-Santa Cruz, na Bolívia.

Segundo a emissora de TV Red Uno, afiliada da CNN, Tumiri era um dos 45 passageiros do ônibus que caiu em um barranco de 150 metros no quilômetro 72 da estrada interdepartamental, na área conhecida como El Cañadón.

“Eu agarrei o assento e inclinei-me para trás”, disse Tumiri a Red Uno ao descrever o acidente na clínica onde está se recuperando. “Mais uma vez, não posso acreditar”, foi a frase que Tumiri disse ter pensado ao emergir do acidente de terça-feira. “Sinto-me muito abençoado”, acrescentou.

Ele foi questionado sobre como se sentiu desta vez sobre o acidente de LaMia. “O que eu sempre faço, digamos, mesmo nessa hora, é que me entrego a Deus e nada vai acontecer comigo, nada vai acontecer comigo”, disse.

Tumiri está se recuperando na clínica Arébalo em Cochabamba, de acordo com a Red Uno. A CNN ligou para o hospital e confirmou que ele é, de fato, um de seus pacientes. Ele passou por uma cirurgia na terça-feira à tarde e está estável.

De acordo com as autoridades locais, o acidente de ônibus ainda está sendo investigado, mas, no momento, o balanço é de 20 mortos e 9 feridos.

*CNN Brasil

Postado em 3 de março de 2021 - 12:38h

0 comentário

Veterinária internada com Síndrome de Haff, a “doença da urina preta”, morre em Recife

Foto: reprodução/Instagram

A médica veterinária Pryscila Andrade, 31 anos, morreu, nesta terça-feira (2), por complicações da Síndrome de Haff, conhecida como “doença da urina preta”, informou a mãe da paciente em rede social. Acometida pela enfermidade, Pryscila estava internada em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital particular desde o dia 17 de fevereiro.

Ela teria contraído a doença ao se alimentar do peixe araiabana, conhecido como “olho de boi”.

A paciente chegou a publicar informações sobre seu quadro clínico na semana passada, dizendo que conseguira mexer braços e pernas, mas sem muitas forças nos músculos. “Ainda estou na UTI e temos muito que recuperar: função hepática renal, respiratória e motora. Vou sair dessa”, escreveu em um story publicado no dia 24, conforme o portal UOL.

A veterinária deu entrada no Hospital Português, no bairro do Paissandu, na área central de Recife, no último dia 17. Ela teria comido na casa da irmã, a empresária Flávia Andrade, de 36 anos, antes de se sentir mal. No cardápio da refeição, havia o peixe arabaiana, também conhecido como “olho de boi”. A irmã Flávia também chegou a ser hospitalizada.

Além das irmãs, a mãe, o filho de Flávia e duas secretárias também se alimentaram com o peixe, mas não há informações sobre cuidados médicos em unidades de saúde.

Outra irmã de Pryscila, a estudante de Medicina Aline Andrade, irmã das pacientes, disse, em vídeo, que o caso estava “aparentemente associado a uma toxina que leva à Síndrome de Haff” — diagnóstico informado pelo hospital no sábado (20), segundo a mãe da vítima.

A empresária Flávia conseguiu alta na manhã do dia 24 de fevereiro, depois de quatro dias internada. “As taxas dela baixaram e o resto da recuperação vai ser em casa”, disse a mãe. “Não vai precisar tomar nenhum remédio, mas precisa beber muito líquido e se hidratar bastante”.

O que é Síndrome de Haff

Com causas pouco conhecidas, a doença se caracteriza por uma síndrome de rabdomiólise (ruptura de células musculares) sem explicação, a qual predispõe ocorrência súbita de extrema dor e rigidez muscular.

Outros sintomas são

Urina cor de café;

Falta de ar;

Dormência;

Perda de força no corpo.

“O músculo vai morrendo e criando uma concentração de proteínas que o rim absorve e vai deixando a urina preta, nos casos mais graves. Se a absorção continuar, causa uma lesão no rim e eles param de funcionar”, explicou o médico infectologista Filipe Prohaska.

O profissional já atendeu pacientes com a enfermidade em Pernambuco em 2017, e alertou que o tratamento de casos graves é feito com hemodiálise, “para poupar o rim”. Ele pontua que a síndrome, se não tratada, pode deixar o paciente em hemodiálise pelo resto da vida, além de ficar com sequelas.

“Pode ter uma lesão muscular muito grave, chamado astenia pela miopatia, quando a pessoa fica como se não tivesse massa muscular, com dificuldades para levantar e exercer atividades comuns”, destacou.

O especialista ressaltou ainda que o desenvolvimento da doença não advém de qualquer tipo de peixe. “”Além de arabaiana, o tambaqui também tem essa toxina, que é um produto de degradação do peixe, o que ocorre quando ele não é transportado nem acondicionado em temperaturas ideais”, afirmou, acrescentando que a toxina não tem gosto — o que seria um “grande problema”.

Tratamento

Filipe Prohaska recomenda hidratação rigorosa para que a toxina seja eliminada mais rapidamente pela urina. “Nos casos mais graves, com a urina escurecendo ou se parar de urinar, o ideal é procurar logo o hospital”, alertou.

*Diário do Nordeste

Postado em 2 de março de 2021 - 20:40h

0 comentário

Volume de chuvas no RN em fevereiro fica abaixo da média esperada


Foto: reprodução

As chuvas que caíram no Rio Grande do Norte durante o mês de fevereiro ficaram abaixo da média esperada, assim como janeiro, segundo a Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn). A média registrada por de 68,5mm, enquanto que a esperada era de 92,2mm, representando um déficit de 25,8%.

De acordo com o órgão, o cenário foi causado pelo esfriamento acima do normal da temperatura das águas superficiais do Oceano Atlântico Sul que contribuiu para manter o vento sudeste acima do normal, na primeira quinzena do mês. “O indicativo de que as chuvas do período chuvoso começariam entre meados de fevereiro e início de março vem se confirmando. Na segunda quinzena do mês, o interior do Estado começou a registrar bons índices pluviométricos, primeiramente na Região do Alto Oeste e posteriormente se espalhando para todas as regiões”, explicou o meteorologista Gilmar Bristot.

As médias em fevereiro, por região, foram: Central com 92,2mm, Oeste com 85,2mm, Agreste com 56,8mm e Leste com 39,7mm. “As maiores chuvas ocorreram nas regiões do Alto Oeste, Seridó e serra de Santana.

Observou-se a predominância de chuva acumulada entre 20mm a 50mm em grande parte do Agreste e no Leste, enquanto que no restante do Estado predominaram chuva acima de 50mm e com grandes áreas do Seridó, Serra de Santana e Alto Oeste com valores acumulados acima de 100mm”, disse o Chefe da Unidade, o meteorologista, Gilmar Bristot.

Os maiores volumes de chuva por região

Na Região Oeste

Major Sales (193,5mm);

Cel. João Pessoa (181,9mm);

Tenente Ananias (178,3mm) e

Mossoró (101,8mm).

Na Região Central:

Carnaúba dos Dantas (199,9mm);

Timbaúba dos Batistas (181,0mm);

Florânea (173,1mm);

Parelhas (155,9mm).

Caicó (57,2mm).

Região Agreste Potiguar:

Monte Alegre (134,0mm);

Lagoa de Pedras (121,4mm)

São Tomé (90,0mm).

Mesorregião Leste

São Gonçalo do Amarante (85,0mm);

Montanhas (84,5mm) e

Espírito Santo (57,8mm).

Para o período de março a maio deste ano, a previsão é de volumes de 533,8mm no Leste; 479,2 mm no Oeste; 376,9mm, na região Central; 342,2 mm no Agreste.

*Tribuna do Norte

Postado em 2 de março de 2021 - 20:39h

0 comentário

Ex-miss Rio Grande do Norte, policial civil aposentada morre de Covid-19 em Natal

Policial civil aposentada Geysa Barbosa da Costa morreu em decorrência de complicações da Covid-19 — Foto: Arquivo da família

Policial civil aposentada Geysa Barbosa da Costa morreu em decorrência de complicações da Covid-19 — Foto: Arquivo da família

A policial civil aposentada Geysa Barbosa da Costa morreu em decorrência da Covid-19, nesta segunda-feira (1º), em Natal. Geysa tinha 66 anos e foi miss Rio Grande do Norte em 1971.

Ela foi pioneira na Polícia Civil e ingressou na primeira turma em 1982. Geysa atuou na Delegacia Geral de Polícia, Corregedoria de Polícia e Academia de Polícia e se aposentou em 2011.

De acordo com familiares, Geysa sentiu os primeiros sintomas da Covid-19 no dia 8 de fevereiro. Ela fez o teste e com o resultado positivo ficou se tratando em casa. No dia 16 ela teve uma piora e foi para o hospital onde foi internada. Ela precisou ser intubada na última quinta-feira (25). Nesta segunda ela não resistiu às complicações da doença e morreu.

Miss Rio Grande do Norte em 1971, Geysa ganhou o apelido de “Eterna”. Segundo a filha Izadora Alves, Geysa ainda vivenciava esse meio e atuava com jurada em concursos. “Ela tinha muito orgulho de ter sido miss. Ela ainda participava de concursos como jurada e tinha contato com as amigas da época que ela foi miss”, contou Izadora.

Geysa deixa 4 filhos, 8 netos e 1 bisneto.

Geysa foi miss Rio Grande do Norte em 1971 — Foto: Arquivo da família

Geysa foi miss Rio Grande do Norte em 1971 — Foto: Arquivo da família

Pandemia no RN

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde Pública, o Rio Grande registrou até segunda-feira (1º) 167.429 casos confirmados e 3.608 mortes por Covid-19.

A ocupação de leitos críticos (UTIs e semi-intensivo) nesta terça (2) chegou a 94% no Rio Grande do Norte. A situação mais crítica é na região Oeste que tem 98,8% de ocupação dos leitos. A lista de espera por UTI tem mais pessoas que leitos disponíveis no RN.

*G1 RN

Postado em 2 de março de 2021 - 17:30h

0 comentário

Polícia Civil prende suspeito de matar tio idoso após discussão por som alto no interior do RN

Polícia Civil prende suspeito de ter matado o tio no interior do RN — Foto: Cleto Filho/Polícia Civil

Polícia Civil prende suspeito de ter matado o tio no interior do RN — Foto: Cleto Filho/Polícia Civil

A Polícia Civil prendeu na segunda-feira (1º), na cidade de Ipanguaçu, um homem de 30 anos suspeito de ter matado o próprio tio, um senhor de 64 anos. O crime ocorreu no último domingo (28), na comunidade Língua de Vaca, na zona rural do município que fica a 214 km de Natal.

De acordo com as investigações, o suspeito teria matado o tio após uma discussão em que a vítima havia pedido para que diminuísse o volume do som. O sobrinho teria saído do local e voltado armado com uma faca, desferindo um único golpe.

O homem de 30 anos estava foragido e foi encontrado em uma região de mata na comunidade Língua de Vaca. Ao ser abordado, segundo a Polícia Civil, o suspeito teria confessado a prática do crime e foi conduzido à delegacia municipal de Ipanguaçu. Ele foi encaminhado ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

*G1 RN

Postado em 2 de março de 2021 - 17:28h

0 comentário

Prefeitos do Seridó estiveram reunidos com Governadora Fátima Bezerra para tratar situação da Covid-19 na região

Prefeitos do Seridó estiveram reunidos com a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, para tratar sobre a situação da Covid-19, na região. O encontro aconteceu de forma virtual, na tarde desta segunda-feira (1º), atendendo uma solicitação dos presidentes das Associações dos Municípios do Seridó Oriental e Ocidental, Fernando Bezerra (Acari) e Ivanildo Albuquerque (Timbaúba dos Batistas). A secretária adjunta de saúde do RN, Maura Sobreira, também prestigiou o momento.


Dentro da pauta apresentada ao governo está a criação de um centro de referência COVID em Caicó para internação de pacientes em situação clínica moderada, diminuindo a demanda encaminhada para o Hospital Regional do Seridó, em Caicó. Outro assunto abordado foi com relação a necessidade de ampliação dos leitos críticos e de Unidade de Terapia Intensiva no Hospital Regional do Seridó.


Os prefeitos relataram à Governadora Fátima a necessidade de articulação com o Governo Federal ou compra direta de vacinas para que, com melhor intensidade e dentro dos critérios técnicos estabelecidos, seja ampliada a vacinação e, consequentemente, imunizada maior parcela da população.
Fátima agradeceu o empenho dos gestores que com humildade estão lutando no enfrentamento a Covid na região do Seridó. Disse estar atenta às demandas e que acontecerá a expansão inicialmente de cinco leitos críticos com perspectiva de mais cinco.


A secretária adjunta de saúde do RN, Maura Sobreira, disse que com relação às vacinas, o governo já demonstrou o interesse em aquisição direta dos imunizantes para avançar no processo de vacinação. Contou também que o vice-governador, Antenor Roberto, estará viajando para tratar diretamente desta demanda nesta terça-feira (2).


Dentre outros presentes participaram da reunião, Fernando Bezerra (Acari), Ivanildo Albuquerque (Timbaúba dos Batistas), Luciano Santos (Lagoa Nova), Odon Jr (Currais Novos), Samuel Souto (Ouro Branco), Inácio Macedo (Tenente Laurentino Cruz), Marcelo Porto (Bodó), Joaquim de Medeirinho (Cruzeta), Thiago Almeida (Parelhas), Hudson Brito (Santana do Seridó), Amazan (Jardim do Seridó), Dr. Tadeu (Caicó), Serginho (Serra Negra do Norte) e Genilson Maia (São Fernando).

Postado em 2 de março de 2021 - 15:22h

0 comentário

Em 16 dias, 39 pessoas morrem à espera de UTI para Covid-19 no RN

Sistema de Saúde do RN sofre pressão por leitos de Covid-19.  — Foto: Ariel Dantas

Sistema de Saúde do RN sofre pressão por leitos de Covid-19. — Foto: Ariel Dantas

Em 16 dias, 39 pacientes morreram antes mesmo de conseguirem acesso a um leito destinado ao tratamento da Covid-19 no Rio Grande do Norte. Desse total, 23 (58%) foram somente na região metropolitana de Natal.

Os números refletem casos em que o pedido de regulação para um leito foi suspenso pelo falecimento do paciente. Além dos óbitos, o estado teve 43 pedidos de regulação para leitos suspensos por falta de transporte. A região metropolitana foi responsável por 28 cancelamentos desse tipo.

Os dados compilados entre os dias 12 e 28 de fevereiro constam do documento “Rio Grande do Norte: ‘uma nova onda'”, construído por um grupo de pesquisadores do Laboratório de Inovação Tecnológico em Saúde (Lais) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), que analisam a situação recente no estado.

A partir do período de carnaval, foi observado aumento de cerca de 48% nas solicitações por internações em leitos covid-19, em um intervalo de duas semanas, somente na região metropolitana de Natal.

O aumento da demanda por leitos levou o estado a determinar toque de recolher das 22h às 5h, além de suspensão de aulas presenciais, cultos, missas entre outras atividades. A capital determinou fechamento da orla marítima nos finais de semana e feriados.

No início da tarde desta segunda-feira (1º), o estado estava com 92,7% de ocupação dos leitos críticos para Covid-19, de acordo com o Sistema Regula RN, criado pelo Lais e usado pelo governo do estado para administrar a regulação de leitos para Covid-19 no Rio Grande do Norte.

Pelo menos 12 hospitais com leitos da rede pública estavam com todas as UTIs ocupadas e outros cinco tinham taxa acima de 90%. A rede privada também opera com praticamente o total de leitos na região metropolitana.

Relatório

O relatório também traz informações quanto à taxa de transmissibilidade dos municípios, e considera as consequências das aglomerações no período de campanha eleitoral, Ano Novo e carnaval. Para realizar todas as análises, o laboratório monitorou mais de 140 indicadores sobre o novo coronavírus no estado – todos eles utilizando métodos computacionais.

“A situação no estado do Rio Grande do Norte é considerada grave. Diante dos estudos apresentados, é possível afirmar que, atualmente, a Região Metropolitana é a principal responsável pelos aumentos das internações por Covid-19 em todo o RN. Todavia, as demais regiões também não estão em uma situação confortável, logo, todas as autoridades públicas do estado devem estar atentas aos indicadores assistenciais (leitos covid-19) e aos dados epidemiológicos diariamente publicados pela SESAP/RN”, apontam os pesquisadores.

Na análise, os pesquisadores consideraram que, passada a fase crítica inicial, entre maio e julho de 2020, houve redução de aproximadamente 73,8% do número de novos casos e óbitos em relação ao período anterior.

Durante o período, praticamente todas as atividades econômicas foram autorizadas a retornar de forma plena, desde que cumprissem as medidas sanitárias estabelecidas – como redução do número de ocupantes simultaneamente no interior do estabelecimento, uso de máscaras e álcool 70% em gel.

Transporte público

Os pesquisadores recomendaram a retomada de 100% da frota do transporte público na região metropolitana como medida para diminuição das aglomerações no ônibus. Caso contrário, consideram que várias atividades econômicas teriam que voltar a ser fechadas por pelo menos 21 dias.

“Um aspecto fundamental e que vem sendo continuamente negligenciado diz respeito à superlotação do transporte público urbano observada desde abril de 2020, especialmente na Região Metropolitana de Natal. Embora esse segmento tenha sido autorizado a reduzir a frota no início da epidemia, o retorno das atividades econômicas não foi acompanhado pelo pleno funcionamento desse importante meio de transporte, expondo os usuários do sistema a aglomerações diárias e favorecendo a disseminação do Sars-CoV-2”, consideraram os pesquisadores, que recomendaram a retomada a 100%.

Campanhas eleitorais

Os pesquisadores ainda apontaram que o início das campanhas eleitorais para prefeitos e vereadores, em setembro teria marcado uma nova fase epidêmica da doença em todo o país, refletindo no aumento do número de novos casos notificados.

Ainda de acordo com eles, mesmo com recomendações dos comitês científicos, as frequentes aglomerações observadas nos meses de outubro e novembro de 2020 contribuíram para o relaxamento das medidas de prevenção e para a “normalização” do número de óbitos diários.

“Esses fatos tiveram impacto direto no aumento da Taxa de Transmissibilidade (Rt) observada nesse período, resultando no ‘agravamento homogêneo’ da epidemia em todo o estado, semelhante ao que ocorreu no restante do país”.

Remédios sem comprovação

Ainda de acordo com os pesquisadores, a recomendação para uso de medicamentos não aprovados pela Anvisa para tratamento contra Covid-19 poderia ter causado falsa sensação de proteção à população, com consequente relaxamento das medidas de proteção. Para eles, os medicamentos só podem ser receitados por médicos que, ainda assim, poderão ser responsabilizados futuramente caso não haja comprovação da eficácia.

“O conjunto desses indicadores apresentam mais uma evidência de que os fármacos utilizados por parte da população para o tratamento ou profilaxia da covid-19, prescritos para pacientes não infectados ou nos estágios iniciais da infecção não surtem o efeito terapêutico ou profilático esperado. Isso porque, neste momento, parecem não apresentar eficácia em reduzir o número de novos casos, os casos graves e nem as hospitalizações em leitos de UTI covid-19 ou em leitos clínicos covid-19”, dizem os pesquisadores.

*G1 RN

Postado em 1 de março de 2021 - 18:21h

0 comentário

Johnson & Johnson está desenvolvendo reforço da vacina para combater variantes

Foto: Gerd Altmann/Pixabay

A Johnson & Johnson está desenvolvendo um reforço para a vacina contra Covid-19 combater as variantes do novo coronavírus, disse o CEO Alex Gorsky em entrevista à CNN Internacional nesta segunda-feira (1º).

“Enquanto estamos animados e confiantes na vacina atual que temos, precisamos estar sempre nos preparando para o futuro e para o desconhecido”, disse Gorsky. “Então, estamos fazendo isso enquanto nós estamos conversando”.

A vacina da Johnson foi aprovada para uso emergencial nos Estados Unidos no último sábado (27). Esse é o primeiro imunizante autorizado que necessita de apenas uma dose.

Outras farmacêuticas também estão trabalhando em atualizações para as vacinas. Na última semana, a Moderna enviou uma nova versão do imunizante, modificado para combater a variante sul-africana, para análise do Instituto Nacional de Saúde dos EUA.

*CNN Brasil

Postado em 1 de março de 2021 - 18:14h

0 comentário