O Comunicador

Secretário de Saúde do RN afirma que governo discute novo decreto com medidas mais restritivas: ‘Pior situação da pandemia no estado’

Secretário de Saúde do RN fala sobre atual situação da pandemia no estado

Secretário de Saúde do RN fala sobre atual situação da pandemia no estado

O Rio Grande do Norte passa pela “pior situação da pandemia no estado”, segundo afirmou o secretário de Saúde, Cipriano Maia, na manhã desta segunda-feira (15). O secretário confirmou que o estado discute a elaboração de um novo decreto, que poderá ter regras mais duras para conter o avanço da pandemia da Covid-19.

Em entrevista ao Bom Dia RN ele afirmou que, na próxima quarta-feira (17), o último decreto publicado pelo Governo do Estado perde a validade e um novo deve ser editado. Segundo o secretário, atendando a uma recomendação do comitê científico, o novo documento deve ter novas medidas.

“A última recomendação foi que pudéssemos restringir realmente as atividades comerciais aos serviços essenciais. E o governo vai estar discutindo e dialogando hoje e amanhã para que na quarta-feira, com a edição do novo decreto, possamos anunciar novas medidas. E elas vão no sentido exatamente de afetar aqueles setores que provocam ainda encontros e aglomerações. Transporte público, espaços fechados que aglomeram pessoas e todas essas possibilidades, elas estão sendo discutidas”, afirmou Cipriano.

De acordo com o Regula RN, na manhã desta segunda-feira (15), o Rio Grande do Norte tem 715 pacientes internados em leitos Covid, sendo 347 em leitos de UTI e 94 pessoas na fila de espera por um leito crítico. O secretário demonstrou preocupação com a situação da pandemia no Estado.

“Nós tivemos também o aumento da mortalidade nos últimos dias o que revela a pior situação da pandemia no estado em termos de agravamento nessa segunda onda”, destacou. De acordo com o último boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), neste domingo (14), o Rio Grande do Norte tem até agora 3.919 mortes confirmadas pela Covid-19.

Ainda de acordo com Cipriano, a Sesap deve abrir novos leitos de UTI até o final desta semana. Eles devem ser instalados no Hospital Giselda Trigueiro, no Hospital da Polícia, no Hospital João Machado e ainda no Hospital de Campanha em São Gonçalo do Amarante, onde devem ser abertos 10 leitos de UTI e outros 10 de enfermaria.

O secretário falou sobre a demora para abertura dos leitos que, segundo ele, se deve à falta de equipamentos essenciais para o funcionamento das UTIs, como é o caso da bomba de infusão, utilizada para dosar a quantidade de medicamento ou de outros tipos de líquido, como soro, em pacientes que estão internados.

“Grande parte da dificuldade de fazer essa expansão mais célere no momento, são bombas de infusão. Não tem disponibilidade no mercado” afirmou. Cipriano Maia também citou a dificuldade em adquirir insumos, como Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e alguns tipos de medicamentos. Ele informou que neste fim de semana o Estado recebeu um carregamento desses itens.

“Mas e sempre chamo atenção: a corrida por leitos não é uma boa corrida. A corrida que temos que fazer é a corrida para restringir o contato social e evitar essa corrida por leitos, porque o leito não significa salvar vidas. Significar que vai ter assistência oportuna, mas o número de óbitos em pacientes que precisam de intubação é muito alto e a população precisa saber disso para depois não chorar a imprudência que se cometeu por não ter cumprido medidas de isolamento, distanciamento e de proteção”, finalizou.

*G1 RN

Postado em 15 de março de 2021 - 14:05h

0 comentário

Grupo médico anuncia novo remédio “promissor” no combate à covid-19


Imagem: Reprodução Youtube Samel

A diretoria do Grupo Samel (que presta assistência médica e hospitalar) reuniu a imprensa em coletiva, na última quinta-feira (11), na Samel Health Tech, para apresentar os resultados finais da pesquisa (veja aqui) sobre o uso do antiandrogênio proxalutamida no tratamento de pacientes com a covid-19.

Participaram da coletiva o presidente do Grupo Samel, Luiz Alberto Nicolau, o Diretor técnico da Samel, Daniel Fonseca, o Dermatologista e Pesquisador estadunidense Andy Goren e os especialistas Flávio Cadegiane e Ricardo Zimerman.

Os testes ocorreram em 600 pacientes dos Hospitais Samel e de mais 12 hospitais de 9 municípios do Estado do Amazonas, em um período de 14 dias. Os resultados apresentados pela equipe mostram que 294 pacientes fizeram o uso da proxalutamida e 296 usaram placebo.

Em comparação do uso dos dois protocolos, o medicamento conseguiu reduzir o número de mortes dos pacientes (92,2%), o tempo de internação hospitalar (quase 3 vezes menos internados), além de diminuir a progressão da doença, com a redução de mais de 60% da necessidade de intubação e uma melhora clínica até 6 vezes mais rápida.

O estudo foi dirigido pelo médico Dr. Andy Goren, CMO (Chief Medical Officer) da Applied Biology, coordenado no Brasil pelo médico Flávio Cadegiani, fundador e diretor médico do Instituto Corpometria, e diretor médico da Applied Biology, e conduzido em conjunto com os médicos Daniel Fonseca, diretor técnico da rede Hospitais do Grupo Samel (Amazonas); e Ricardo Ariel Zimerman, Infectologista do Hospital da Brigada Militar de Porto Alegre.

A Applied Biology é uma empresa de biotecnologia especializada no desenvolvimento de medicamentos para doenças capilares.

“Em fevereiro de 2020, nosso grupo de pesquisa descobriu uma relação entre a queda de cabelo e a severidade dos casos de covid-19”, explica Goren.

*Poder 360

Postado em 14 de março de 2021 - 21:05h

0 comentário

Suspeito de integrar milícia é morto em troca de tiros com a polícia no interior do RN

Policiais da Deicor localizam suspeito de integrar milícia — Foto: Cleto Filho/Polícia Civil

Policiais da Deicor localizam suspeito de integrar milícia — Foto: Cleto Filho/Polícia Civil

Um homem de 41 anos morreu em troca de tiros com policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) neste sábado (13), na zona rural de Vera Cruz, a 37 km de Natal. Francisco das Chagas da Silva, conhecido como “Vovô”, era investigado por dezenas de homicídios na região Agreste Potiguar e por integrar milícia armada.

Os policias da Deicor receberam a informação de que o suspeito estaria em uma residência no município, mas não foi encontrado no local.

Após diligências, Francisco das Chagas foi localizado em um bar e efetuou disparos de arma de fogo contra a equipe de policiais. Houve a troca de tiros, o suspeito acabou atingido e não resistiu aos ferimentos. Na oportunidade, a polícia apreendeu um revólver calibre 38, com quatro cápsulas deflagradas e duas intactas.

*G1 RN

Postado em 14 de março de 2021 - 21:04h

0 comentário

Enquanto o RN tem socorro modesto para os setores de Turismo, Bares, Restaurantes e Eventos, CE, PI, AL e MA socorrem com dinheiro e vários outros auxílios

Imagem Ilustrativa

Enquanto o RN prorrogou o prazo de pagamento de ICMS, o prazo para adesão ao Refis 2020, isentou ICMS da conta de energia dos hotéis, e abriu linhas de crédito para pequenas empresas, como medidas para o setores de Turismo, bares, restaurantes e eventos, outros governos da região Nordeste foram bem além disso agora nos primeiros meses de 2021.

A distância entre as medidas tomadas pelos demais estados para socorrer estes setores em relação às medidas adotadas pelo RN é enorme.

Para decretar fechamentos de estabelecimentos e fazer cumprir estes decretos o governo do RN tem sido bastante rápido, por outro lado, não se vê a mesma velocidade para socorrer quem passa por necessidade e sofre com as consequências destes decretos.

Piauí, Alagoas, Ceará e Maranhão, por exemplo, concederão auxílio financeiro de R$ 1.000 para funcionários de bares e restaurantes.

Em Pernambuco, o setor cultural está recebendo benefícios.

Nos vizinhos Ceará e Paraíba, os governos vão isentar o pagamento das contas de água de bares, restaurantes e similares.

Vejam abaixo algumas medidas para setores de Turirsmo, bares, restaurantes e eventos adotadas pelos estados da região Nordeste:

PIAUÍ

– Auxílio de R$ 1.000 para funcionários de bares, restaurantes e eventos

– Novas linhas de financiamento da Agência de Fomento do Piauí de R$ 50 milhões para micro e pequenos empreendedores

CEARÁ

– Concessão de auxílio financeiro de R$ 1 mil a desempregados do setor bares e restaurantes.

– O governo vai pagar a conta de água de março, abril e maio de todos os estabelecimentos (restaurantes, bares, lanchonetes, barracas de praia, e outros similares). Isentar todos os débitos de conta de água de março de 2020 até final de fevereiro de 2021 serão também isentados

– Criação do Selo Lazer Seguro (que fornece tratamento diferenciado por comprovar que o estabelecimento cumpre os protocolos de segurança)

PARAÍBA

– Isenção do pagamento das contas de água de bares, restaurantes, pizzarias, lanchonetes e sorveterias, cadastradas junto à Cagepa na razão social da empresa, durante os meses de março e abril de 2021

PERNAMBUCO

Concedido benefício através da Secretaria Estadual de Cultura de Pernambuco (Secult-PE), que destina R$ 3 milhões a cerca de 450 grupos que tenham sido contratados para apresentações nos carnavais de 2018, 2019 e 2020. Os benefícios concedidos variam entre R$ 3 mil e R$ 15 mil, a serem pagos em parcela única.

MARANHÃO

– Criação de auxílio emergencial para o segmento de cultura e bares e restaurantes:

Para o segmento da cultura, o auxílio emergencial será de R$ 600, creditado até dia 19 de março, em parcela única.

Já o setor de bares e restaurantes, receberá o auxílio de R$ 1 mil, também em parcela única. Os estabelecimentos devem se cadastrar na Secretaria de Estado da Indústria e Comércio (Seinc).

ALAGOAS

– Auxílio de R$ 1 mil (dividido em duas parcelas de R$ 500) para os trabalhadores do setor que estão desempregados (garçons, cozinheiros, auxiliares de cozinha, gerentes, recepcionistas, entre outros), mediante cadastro e critérios estabelecidos.

-Isenção do IPVA 2021 para veículos registrados em nome de empresas dos setores de restaurantes, bares e demais estabelecimentos de alimentação fora do lar

-Isenção da conta de água de todos os estabelecimentos do setor (restaurantes, bares, barracas, lanchonetes, entre outros) dos meses de março, abril e maio.

-O governador encaminhou para a Assembleia Legislativa uma mensagem para que seja analisada na próxima semana de quitação de todos os débitos de água durante a pandemia (março de 2020 até o fim de fevereiro de 2021) do setor de bares, restaurantes e alimentação fora do lar.

*Fonte: BG

Postado em 14 de março de 2021 - 21:02h

0 comentário

Domingo de vacinação para idosos tem filas, aglomeração e confusão no trânsito em Natal

Domingo de vacinação para idosos tem filas e confusão no trânsito em Natal — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi

Domingo de vacinação para idosos tem filas e confusão no trânsito em Natal — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi

O dia amanheceu com filas enormes e muita confusão no trânsito na região do Shopping Via Direta, onde funciona o único ponto de vacinação contra Covid-19 aberto pela prefeitura de Natal neste domingo (14). Houve registro de aglomeração e muita reclamação sobre a organização das filas.

O movimento foi intenso desde cedo tanto no drive-thru como na sala de vacinação. O domingo marca o início da aplicação da primeira dose para idosos a partir de 76 anos.

O drive-thru e a sala de vacinação do shopping Via Direta vão funcionar até 16h neste domingo.

Segundo relato dos idosos, inicialmente só dois profissionais estavam aplicando as vacinas. Por causa da demanda, a Secretaria Municipal de Saúde ampliou este número para dar celeridade ao atendimento.

Domingo de vacinação para idosos tem filas e confusão no trânsito em Natal — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi

Domingo de vacinação para idosos tem filas e confusão no trânsito em Natal — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi

Quanto ao trânsito, foram formadas filas próximas à praça de Mirassol e também ao Túnel da UFRN, próximo à marginal da BR-101, o que causou a confusão. Dentro dos carros, as pessoas não sabiam qual seria a fila correta. Os agentes da Secretaria Mobilidade Urbana (STTU) estavam no local e tentavam organizar o fluxo.

Domingo de vacinação tem confusão no trânsito próximo ao shopping Via Direta, em Natal — Foto: Cedida

Domingo de vacinação tem confusão no trânsito próximo ao shopping Via Direta, em Natal — Foto: Cedida

Vacinação

A ampliação da faixa etária aconteceu por conta da baixa procura dos idosos de 78 ou mais no sábado (13). A vacinação neste domingo também está disponível para os idosos de 90 anos ou mais que já tomaram a primeira dose da vacina e estão no prazo para receber a segunda.

Segundo a prefeitura, é necessário a apresentação do comprovante de residência de Natal, do cartão de vacinação e do documento com foto.

Domingo de vacinação para idosos tem fila enorme no shopping Via Direta, em Natal — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi

Domingo de vacinação para idosos tem fila enorme no shopping Via Direta, em Natal — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi

De segunda a sexta-feira, são três pontos drive thru – que também contam com locais para pedestres: Palácio dos Esportes, o Shopping Via Direta, e o Ginásio Nélio Dias. O funcionamento é das 8h às 16h, de segunda a quinta-feira, e na sexta-feira das 8h às 13h.

Além disso, a vacina pode ser recebida pelo idosos em 21 salas em Unidades Básicas de Saúde (UBS):

  • Norte I – UBS Pajuçara, UBS Nova Natal, UBS Redinha (novo) e UBS Nordelândia (novo);
  • Norte II – UBS Vale Dourado, UBS Panatis, UBS Nova Aliança (novo) e UBS Soledade II (novo);
  • Leste – UBS São João, UBS Brasília Teimosa, UBS Rocas, UBS Alecrim (novo) e Unidade Mista de Mãe Luiza (novo);
  • Oeste – UBS Nazaré, UBS Felipe Camarão II, UBS Cidade Nova (novo) e UBS Bairro Nordeste (novo);
  • Sul – UBS Candelária, UBS Rosângela Lima, UBS Nova Descoberta (novo) e UBS Ponta Negra (novo).

*G1 RN

Postado em 14 de março de 2021 - 20:57h

0 comentário

Começou neste domingo a atualização de cadastros no aplicativo Caixa Tem para recebimento de benefícios; saiba como fazer


Foto: reprodução

O calendário para a atualização do aplicativo Caixa Tem começa neste domingo (14). Os usuários poderão atualizar os dados cadastrais durante o mês de março. Segundo a Caixa, a ação tem o objetivo de oferecer mais segurança, vantagens e praticidade aos clientes.

O aplicativo é usado para movimentação e pagamento dos benefícios sociais criados para minimizar os impactos da pandemia do novo coronavírus na população de baixa renda, assim como o Bolsa Família.

A atualização é feita totalmente pelo celular, não sendo preciso ir até uma agência do banco. Basta acessar o aplicativo e seguir as orientações.

A atualização cadastral será realizada de forma escalonada, seguindo o mês de nascimento dos clientes. A partir deste domingo (14), devem efetivar a atualização os usuários nascidos em janeiro. Na terça-feira (16), os nascidos em fevereiro e, na quinta (18), os nascidos em março. A atualização segue esta sequência até o dia 31 de março, com os nascidos em dezembro.

Veja o calendário de atualização

A partir de 14/3 – nascidos em janeiro
A partir de 16/3 – nascidos em fevereiro
A partir de 18/3 – nacidos em março
A partir de 20/3 – nascidos em abril
A partir de 22/3 – nascidos em maio
A partir de 23/3 – nascidos em junho
A partir de 24/3 – nascidos em julho
A partir de 25/3 – nascidos em agosto
A partir de 26/3 – nascidos em setembro
A partir de 29/3 – nascidos em outubro
A partir de 30/3 – nascidos em novembro
A partir de 31/3 – nascidos em dezembro

Como atualizar

– Para efetivar a atualização, o usuário deve acessar a conversa “Atualize seu cadastro” no aplicativo.

– Neste campo, enviar a documentação solicitada: foto (selfie) e documentos pessoais (RG, CPF e comprovante de endereço).

– O envio é feito totalmente pelo celular, sem necessidade de ir até uma agência.

Auxílio Emergencial 

Já são mais de 105 milhões de contas poupança social digital desde abril de 2020. O serviço foi criado para o pagamento dos benefícios emergenciais que ajudaram a reduzir os impactos causados pela pandemia. Além do auxílio emergencial, o serviço também garantiu o pagamento do Saque Emergencial do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) e o BEm (Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda).

Desde dezembro de 2020, os beneficiários do Programa Bolsa Família e do abono salarial PIS (Programa de Integração Social) também estão sendo contemplados com a poupança social digital e começaram a contar com o aplicativo Caixa Tem.

*R7

Postado em 14 de março de 2021 - 20:52h

0 comentário

“Não estou doente e continuo no cargo”, diz ministro Pazuello


Foto: Divulgação/Caio de Biasi/MS

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou na tarde deste domingo (14) que continua no cargo e não sairá até que o presidente Jair Bolsonaro peça.

“Eu não estou doente, continuo como ministro da Saúde até que o presidente da República peça o cargo. A minha missão é salvar vidas”, disse ele por meio da assessoria do Ministério.

A declaração acontece em meio a discussões do governo para substitui-lo. A troca teria sido tema de uma reunião de Bolsonaro com ministros da ala militar na noite deste sábado (13), da qual participaram Braga Neto (Casa Civil), Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), Fernando Azevedo (Defesa) e o próprio Pazuello.

Há uma avaliação de que a mudança da estratégia do governo em relação à pandemia, de focar na vacinação, deveria ser coroada com uma troca no comando da pasta. Segundo interlocutores do presidente, isso deve ocorrer nos próximos dias.

Nesta tarde, o presidente se encontrou com Ludhmila Hajjar, cardiologista e intensivista cotada para assumir a posição.

*CNN Brasil

Postado em 14 de março de 2021 - 20:48h

0 comentário

Carga de respiradores avaliada em mais de meio milhão é recuperada em SP uma semana após roubo


Foto: Divulgação/PMSP

Uma carga de nove respiradores hospitalares avaliada em R$ 537 mil foi recuperada pela Polícia Militar na manhã deste domingo (14) em Ferraz de Vasconcelos (Grande SP).

Segundo a PM, uma denúncia anônima sobre indivíduos manuseando uma carga roubada em uma zona rural da cidade levou os policiais até o local.

De acordo com a Polícia Militar, já era de conhecimento das autoridades que uma carga de respiradores havia sido roubada na semana passada em um trecho da rodovia Fernão Dias, altura da cidade de Mairiporã (Grande SP).

No local indicado pela denúncia, a polícia encontrou dois suspeitos, que conseguiram fugir por meio de uma mata. Ninguém foi preso até o momento.

Segundo a PM, os nove respiradores hospitalares são novos e foram recuperados intactos. Disse ainda que eles pertencem ao Hospital Santa Virgínia, que fica no Belém (região central). O caso está sendo apresentado no Distrito Policial Central da cidade.

O crime acontece na pior semana da pandemia no estado de São Paulo, gestão João Doria (PSDB), que contabilizou neste sábado (13) 2.548 mortes por Covid-19 desde o último domingo (7), média de 364 casos por dia. De acordo com o governo paulista, somente nas últimas 24 horas morreram 434 pessoas. O recorde de vítimas fatais é de sexta-feira (12), com 521 óbitos.

A 10ª semana epidemiológica de 2021 também foi marcada pelo aumento de casos, com 87.443 novas infecções. Com isso, o estado de São Paulo acumula 2.195.130 casos e 63.965 óbitos por Covid-19 desde o início da pandemia. A partir desta segunda-feira (15), todas as cidades paulistas decretarão toque de recolher, das 20h às 5h.

*Agora SP

Postado em 14 de março de 2021 - 20:47h

0 comentário

Daniel Silveira deixa cadeia para cumprir prisão domiciliar em casa

Foto: reprodução

Após 26 dias de prisão, o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) deixou o BEP (Batalhão Especial Prisional) de Niterói, na Região Metropolitana do Rio, às 16h38 deste domingo (14). A Polícia Militar interditou a rua para que o parlamentar passasse.

Cerca de 40 fãs de Silveira cercaram o veículo em que o parlamentar estava e o aplaudiram.

Na saída, de dentro de um carro, Silveira ganhou um buquê de flores de uma admiradora e não falou com a imprensa – a decisão judicial que permitiu que ele saísse da prisão o impede de conceder entrevistas sem autorização judicial.

Silveira foi para casa, em Petrópolis, onde passará a cumprir prisão domiciliar.

A decisão judicial que libertou Silveira do BEP foi emitida pelo ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Alexandre de Moraes, que também é o autor da ordem de prisão do deputado, depois ratificada em votação na Câmara dos Deputados.

Em nota, a defesa de Silveira reclamou da decisão deste domingo. Segundo o advogado Jean Cleber Garcia, o decreto de prisão domiciliar é “desprovido de fundamentação idônea”.

“Os argumentos usados pelo ministro (Alexandre de Moraes) não guardam relação com o objeto da prisão levada a termo ao arrepio do Comando Constitucional”, alega a defesa de Silveira, que diz que vai recorrer da ordem de prisão domiciliar.

Segundo a nota, a nova prisão gera constrangimento ilegal. “Os tempos são estranhos”, segue a nota, que termina reproduzindo uma frase da juíza da Suprema Corte norte-americana Sandra O’Connor: “um sistema de detenção sem questionamento carrega consigo o potencial de se tornar um meio de opressão e de abuso”.

*R7

Postado em 14 de março de 2021 - 20:45h

0 comentário

Caso Miguel: Justiça condena casal a pagar multa de R$ 386 mil


Imagem: JÚLIO GOMES/LEIAJÁIMAGENS/ESTADÃO CONTEÚDO

Após o Tribunal do Trabalho condenar o casal Sarí Corte Real e Sérgio Hacker a pagar multa de R$ 386 mil, a mãe do pequeno Miguel Otávio Santana disse que “a justiça começou a ser feita”.

A mãe do garoto, Mirtes Renata de Souza Santana, comentou a decisão da última sexta-feira. A estudante de direito disse ter recebido a notícia com satisfação.

Miguel, então com 5 anos, morreu no ano passado ao cair do 9º andar das Torres Gêmeas, no Bairro do Recife. O menino estava sob os cuidados de Sarí enquanto a mãe, que trabalhava como doméstica no apartamento, passeava com os cães.

“É tudo intervenção divina. Deus é especialista em reviravoltas. Essa decisão vai me ajudar na minha ação cível e na trabalhista. Eles se negam a pagar a mim e minha mãe. Negam que houve vínculo empregatício”, diz Mirtes.

Durante as investigações do caso, veio à tona o fato de que tanto Mirtes quanto a sua mãe trabalhavam na casa do casal, mas eram registradas como funcionárias da Prefeitura de Tamandaré, onde Sérgio era o prefeito à época.

Mirtes contou que as irregularidades trabalhistas do período em que trabalhou na casa do casal foram comprovadas durante os depoimentos.

“Várias testemunhas provaram que eu e minha mãe trabalhávamos para eles. Que eu trabalhei na pandemia e que trabalhei doente”, continuou.

“Isso provou para eles que o dinheiro não compra tudo. Esse pessoal só sente o golpe quando mexe no bolso.”

O valor da indenização, no entanto, não será entregue a Mirtes e sua mãe. Nesses casos, os recursos são destinados a um fundo do TRT.

A advogada Karla Romeiro Cavalcanti, que representa Mirtes e a mãe dela, comentou que os depoimentos de Sarí, Sérgio e de suas testemunhas tentaram desvirtuar o processo.

“Tentaram distorcer a verdade dos fatos. Sempre negando o vínculo trabalhista. Mas essa decisão e um grande passo de auxílio para as ações indenizatórias cíveis e a futura trabalhista”, avaliou a defensora.

Na decisão do juiz José Augusto Segundo Neto, foram apontadas diversas irregularidades na relação de trabalho entre o casal e a mãe e avó de Miguel.

Entre as principais alegações: “Prestação de serviço mesmo durante a pandemia causada pelo COVID-19 e sem os equipamentos de proteção individual adequados; ausência de formalização de vínculo empregatício; falta de recolhimentos previdenciários devidos; falta dos devidos recolhimentos ao FGTS; não fornecimento de vale transporte; e falta de pagamento do terço de férias”.

O UOL procurou a defesa do casal Sarí Corte Real e Sérgio Hacker para comentar a decisão. O advogado Ricardo Varjal disse que ainda não foi notificado.

“Estamos aguardando essa notificação para ter ciência do conteúdo da decisão e, se for o caso, nos manifestar nos autos do processo”, destacou.

*UOL

Postado em 14 de março de 2021 - 20:43h

0 comentário

Deputado do MT autor de projeto contra vacinação obrigatória morre de covid

Deputado Silvio Fávero defendia que as pessoas pudessem escolher ser vacinadas contra a covid ou nãoAngelo Varela/ALMT


O deputado estadual Silvio Antonio Fávero (PSL-MT), de 54 anos, morreu no início da tarde deste sábado (13.mar.2021), de covid-19. Estava internado em Cuiabá desde o dia 4 de março. Segundo sua assessoria, o estado de saúde se agravou na madrugada com um quadro de infecção generalizada.

Advogado, empresário e produtor rural, Fávero estava no 1º mandato. Já tinha sido vice-prefeito de Lucas do Rio Verde (MT).

Por causa das restrições sanitárias não haverá velório. A mesa diretora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso lamentou a morte e decretou luto de 3 dias.

Imagem publicada pela assessoria de deputado em seu perfil no InstagramReprodução/Instagram

Em nota publicada no perfil do deputado no Instagram, a família agradeceu pelas “orações e manifestações positivas”. Afirmou que ele “deixa um grande legado de trabalho, alegria e amor pela vida por onde passou”. Fávero era casado e pai de 3 filhos.

CONTRA VACINAÇÃO OBRIGATÓRIA

O deputado foi autor de um projeto de lei, apresentado em fevereiro, que propõe o direto de escolher ser vacinado contra a covid-19. Alegou insegurança quanto à eficácia e eventuais efeitos colaterais das vacinas e que “a obrigatoriedade de ser vacinado se mostra inconstitucional”. 

A proposta foi aprovada na Comissão de Saúde, Previdência e Assistência Social da assembleia mato-grossense, em 18 de fevereiro.

“Da mesma forma que o direito fundamental à vida é colocado em risco com a implementação de uma política de vacinação compulsória quando a vacina a ser utilizada carece de estudos científicos que demonstrem a sua eficácia e atestem a sua segurança para uma vacinação em massa, o direito fundamental à saúde também é colocado em risco”, afirmou na justificativa do projeto.

Em seus perfis nas redes sociais, Fávero fazia publicações sobre a chegada e a distribuição dos imunizantes contra a covid-19 à população do Mato Grosso, incentivando a vacinação nas pessoas que desejassem ser vacinadas. Também defendia os posicionamentos do presidente Jair Bolsonaro contra o fechamento de empresas.

*Poder 360

Postado em 14 de março de 2021 - 19:10h

0 comentário

Ministro da saúde pede para sair

Foto: Tânia Rego/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro vai trocar nos próximos dias o comando do Ministério da Saúde, hoje a cargo do general Eduardo Pazuello. Fontes do Planalto que participam das tratativas disseram ao GLOBO que o atual ministro comunicou a Bolsonaro estar com problemas de saúde e que, por isso, precisará de mais tempo para se dedicar aos cuidados com o corpo. O pedido de afastamento coincide com o auge da pressão de deputados do Centrão, que peiteiam mudança no comando da pasta, sob pretexto de má gestão durante a pandemia.

Interlocutores de Bolsonaro já entraram em contato com dois cardiologistas cotados para substituir Pazuello: Ludhmilla Abrahão Hajjar e Marcelo Queiroga. O primeiro nome, como divlugou o blog de Andreia Sadi, é o preferido do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e de deputados do Centrão para assumir a vaga. Hajjar é professora associada de Cardiologia da USP. Queiroga preside a Associação Brasileira de Cardiologia.

Um integrante do núcleo de Bolsonaro disse ao GLOBO que a mudança não ocorrerá por pressão de parlamentares, mas, segundo ele, por motivos de saúde de Pazuello. Alega que, se fosse para ceder ao Centrão, o escolhido seria o deputado federal Dr. Luizinho (PP-RJ), que teria sido o primeiro nome indicado pelo bloco.

Além de criticarem a gestão de Pazuello, principalmente por conta do atraso na vacinação, eputados do Centrão disseram em caráter reservado ao GLOBO que, com a volta de Lula ao cenário eleitoral, o bloco ganha mais força para pleitear espaço na administração pública. Lembram que o grupo integrou o governo do petista e, em 2022, poderá servir como fiel da balança na composição de forças políticas entre o autal presidente e o ex.

*O Globo

Postado em 14 de março de 2021 - 14:55h

0 comentário

Padre da Diocese de Caruaru morre afogado depois de salvar duas pessoas no interior de PE

Pe. Fernando Lima morreu neste sábado (13) vítima de um afogamento em Bezerros — Foto: Reprodução/Diocese de Caruaru

O Pe. Fernando de Lima Silva, de 38 anos, morreu afogado neste sábado (13) dentro de um açude em Serra Negra, na zona rural de Bezerros, no Agreste de Pernambuco. A informação foi confirmada pela Diocese de Caruaru, onde o sacerdote estava sediado.


Segundo a nota oficial da Diocese, o padre se afogou após salvar a vida de duas pessoas. A entidade ainda não sabe informar quem eram essas pessoas e o que aconteceu no momento do afogamento do sacerdote.


O lema sacerdotal de Pe. Fernando era “O Bom Pastor dá a vida por suas ovelhas”. Ele nasceu na cidade de Taquaritinga do Norte, também no Agreste de Pernambuco, e atualmente estava como administrador da Área Pastoral Nossa Senhora de Lourdes, na cidade de Gravatá. Foi ordenado padre no dia 5 de fevereiro de 2014.


Segundo a Prefeitura de Gravatá, o carro levando o corpo do sacerdote vai passar por algumas ruas da cidade, mais precisamente nas comunidades onde ele celebrava, além da matriz de Sant’Ana, no Centro. Em seguida, o velório e o enterro serão realizados em Taquaritinga do Norte.


Nota na íntegra da Diocese de Caruaru:
“Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que tenha morrido, viverá” (Jo 11, 25). Com pesar, mas firmes na esperança da ressurreição, comunicamos o falecimento do Pe. Fernando de Lima Silva, que era Administrador da Área Pastoral Nossa Senhora de Lourdes, em Gravatá. Pe. Fernando se afogou, ao salvar a vida de duas pessoas.
“O Bom Pastor dá a vida por suas ovelhas” (Jo 10,11) era seu lema presbiteral. Ele deu sua vida, para salvar vidas. Que o Senhor conforte o coração de seus familiares, amigos, nosso Clero e toda a Diocese de Caruaru. Repouso eterno, dai-lhe, Senhor! E brilhe para ele a vossa luz.


*Por G1 Caruaru

Postado em 14 de março de 2021 - 14:49h

0 comentário

Medo de agulha não pode ser empecilho para aplicação da vacina, diz especialista

Especialista dá dicas para controlar a fobia e ser vacinado com segurança

A imunização contra a Covid-19, embora ainda tímida no Brasil trouxe uma fobia comum, mas pouco divulgada: a aicmofobia, que é o medo acentuado e desproporcional de agulhas. Os sintomas mais comuns incluem sensação de desmaio e aumento do ritmo cardíaco apenas ao ver ou pensar sobre injeções e sensação de desmaio apenas ao ter a visão ou pensamento sobre agulhas.

A neuropsicóloga do Sistema Hapvida, Paula Clarissa Bispo, destacou que as pessoas que sofrem desta fobia, podem ter também suor excessivo, falta de ar, tremores e até ataques de pânico. “Neste período de vacinação esse medo pode vir à tona, mas isso não pode impedir que você se proteja e proteja a sua família”, disse a especialista.

Quem reconhece que tem esses sintomas deve procurar ajuda especializada de um psicólogo ou psiquiatra e seguir algumas dicas importantes. A médica explica que é preciso avaliar o perigo que esse medo pode causar. “Quando uma pessoa tem fobia a um determinado objeto, ela não consegue fazer uma avaliação real da situação, se sentindo vulnerável a algo maior”, explicou.

As pessoas com fobias podem adotar algumas estratégias, como usar técnicas de respiração para regular a ansiedade, aliada a exercícios de contração e relaxamento muscular. Paula lembra que é importante comunicar ao profissional que irá fazer a aplicação. “Com certeza, vai ajudar a pessoa a passar por esse momento de forma mais tranquila”, disse.

No entanto, essa fobia não pode ser fator impeditivo para as pessoas se vacinarem. Durante a vacinação não olhe para a seringa ou para o profissional. Procure um ponto fixo para olhar e, se possível, converse sobre temas leves. Não fuja das agulhas, muito pelo contrário”, encerrou a profissional.

Postado em 14 de março de 2021 - 13:13h

0 comentário

Operação fecha cassino com 200 pessoas em SP; jogador Gabigol e cantor MC Gui estavam no local


Foto: reprodução

A Polícia deflagrou uma operação e fechou um cassino com cerca de 200 pessoas na Vila Olímpia, na zona sul de São Paulo. O caso aconteceu por volta das duas horas da manhã deste domingo (14) na Rua Alvorada, altura do número 250.

Segundo a Polícia, diversas denúncias chegaram para as autoridades, a princípio, como festa clandestina. Contudo, ao chegarem no local, os agentes encontraram um cassino.No momento da operação, o jogador Gabigol e o cantor MC Gui foram flagrados dentro do estabelecimento.

Assim como as demais pessoas, ambos foram encaminhados à delegacia para prestarem depoimento. Logo depois, foram liberados. Não houve detido.

A operação contou com agentes da Vigilância Sanitária, Procon-SP e apoio das Polícias Militar e Civil. O caso dever ser investigado pelo DPPC.

*Band

Postado em 14 de março de 2021 - 11:07h

0 comentário

Quase 40% das pessoas com coronavírus no RN não souberam da infecção, aponta comitê científico

Coronavírus — Foto: Reprodução/TV Globo

Coronavírus — Foto: Reprodução/TV Globo

Quase 40% das pessoas infectadas pelo coronavírus no Rio Grande do Norte não souberam que estavam com o vírus ou não tiveram a infecção confirmada por exame. Foi o que apontou o comitê científico estadual nesta sexta-feira (12) durante apresentação do resultado do inquérito sorológicorealizado em oito municípios do estado que sediam as unidades regionais de saúde.

O inquérito, realizado em janeiro deste ano, estima que 230 mil pessoas no estado foram infectadas pelo coronavírus durante a pandemia, cerca de 6,5% da população total. Apesar disso, o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) do dia 30 de janeiro apontava que o estado tinha 140.032 infectados, cerca de 90 mil a menos (39,13% do total) do que a estimativa do estudo.

Esse percentual representa uma fatia de pessoas que contraíram o vírus, mas não realizaram exames, porque eram assintomáticas e não sabiam que haviam sido infectadas ou porque apresentaram sintomas leves e também foram testadas.

“Uma primeira implicação que esse inquérito traz é exatamente a quantidade de pessoas que a gente não consegue detectar pelo sistema. Em janeiro, o dado do boletim epidemiológico da Sesap apontava 140 mil pessoas que foram infectadas. E no inquérito, nós encontramos 230 mil”, reforçou Ângelo Roncalli, pesquisador da UFRN que participou do inquérito.

“Uma implicação importante é que essas pessoas estão transmitindo a doença. E boa parte delas nem sabe. Boa parte era assintomática ou teve sintomas leves”.

O pesquisador explica que esse número possivelmente ainda não consegue abranger todo o cenário de contaminados, já que muitos não têm mais os anticorpos detectáveis no organismo.

“Provavelmente esse número está subestimado. É preciso lembrar que nós estamos fazendo esse inquérito sorológico um ano depois da pandemia. Então é provável que tenha tido pessoas que foram infectadas ainda no começo, em março, abril e que já não são mais detectáveis, não aparecem mais no exame. Então são mais de 230 mil”, diz.

As maiores prevalências, segundo o estudo, foram nos municípios de Pau dos Ferros (12,7%), na Região do Alto Oeste potiguar, e Caicó (12,3%), no Seridó. Em São José de Mipibu, esta taxa chegou a 5,3%.

Em relação aos grupos etários, as maiores prevalências estavam nas pessoas acima de 45 anos. Mas um outro grupo surpreendeu: o de crianças até 9 anos de idade, que teve 6,92% dos testados infectados.

“Chama a atenção essa faixa etária, de crianças. Você tem aí uma prevalência ligeiramente acima da média do estado, de crianças que tiveram contato com o vírus”, falou Álvaro Roncalli.

A menor prevalência esteve nas faixas etárias de 18 a 24 anos, com 4,5%. A a maior foi em pessoas de 70 anos ou mais (8,1%).

Com relação ao sexo, as prevalências são praticamente iguais. Em relação à raça/cor autorreferida, a prevalência em negros foi de 6,9% e em brancos de em 5,6%. Os mais infectados foram os que relataram contatos tanto com suspeitos quanto com confirmados.

A pesquisa apontou ainda que 12,7% dos testados que não adotaram distanciamento social foram infectados, número maior do que os que adotaram isolamento social parcial ou integral (7,2%). “Esse dado aponta para a importância e eficácia do distanciamento social”, afirmou Roncalli.

Inquérito sorológico

O inquérito sorológico teve como finalidade mapear o comportamento da Covid-19 em todas as regiões do estado. A pesquisa foi feita pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap) em parceria com o Instituto Amostragem do estado do Piauí.

Foram elaboradas entrevistas e testes de Covid-19 em oito municípios: Pau dos Ferros, Mossoró, Assu, Natal, João Câmara, São José do Mipibu, Santa Cruz e Caicó.

Para cada município, vinte entrevistadores e pesquisadores fizeram a aplicação de um questionário com perguntas referentes a sintomas, estado de saúde, idade, comorbidades, entre outras questões importantes para embasar a pesquisa.

Ao todo foram 160 pesquisadores em campo. Em cada município, cerca de 2.500 pessoas foram testadas e entrevistadas. No total, 20.234 pessoas no estado fizeram parte do estudo. A coleta de dados foi feita ao longo do mês de janeiro de 2021.

*G1 RN

Postado em 14 de março de 2021 - 10:09h

0 comentário

RN contabiliza 23 óbitos por covid nas últimas 24h, sendo 16 dentro do dia; novos casos são 301

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus neste sábado (13). Foram mais 301 casos confirmados, totalizando 180.125. Até sexta-feira (12) eram 179.824 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 3.880 no total, sendo 16 mortes registradas nas últimas 24h, em Natal (05), Assu (01), Mossoró (02), NÍsia Floresta (01), Nova Cruz (01), Parnamirim (04), São Gonçalo do Amarante (01) e Santa Cruz (01).

A Sesap ainda registrou sete (07) óbitos ocorridos em dias ou semana anteriores, após a confirmação de exames laboratoriais. Até sexta-feira(12), eram contabilizados 3.857 mortos. Óbitos em investigação são 838.

Casos suspeitos somam 56.073 e descartados 380.756. Recuperados são 127.103.

*BG

Postado em 13 de março de 2021 - 12:24h

0 comentário

Fachin mantém anulação das condenações de Lula na Lava Jato e envia caso ao plenário do STF

Ministro anulou condenações na segunda e, nesta sexta, PGR recorreu e pediu reconsideração da decisão ou envio do caso ao plenário. Defesa de Lula deve opinar sobre recurso.Por Márcio Falcão e Fernanda Vivas, TV Globo — Brasília

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu nesta sexta-feira (12) manter a decisão que anulou as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pela Lava Jato na Justiça Federal do Paraná.
Fachin anulou as condenações na segunda-feira. Com isso, Lula recuperou os direitos políticos e voltou a ser elegível.
Nesta sexta, a Procuradoria Geral da República (PGR) recorreu da decisão e pediu ao ministro que reconsiderasse o entendimento ou submetesse o caso ao plenário do STF.
Fachin, então, abriu prazo de cinco dias para que os advogados de Lula se manifestem sobre o recurso da PGR. Depois da defesa entregar as considerações, o ministro levará o caso para julgamento no plenário.
“Mantenho as razões que levaram a conceder o habeas corpus, porquanto apliquei ao caso a orientação majoritária do colegiado, a ser ou não mantida no pleno”, escreveu o ministro.
Ao decidir sobre pedido de habeas corpus da defesa de Lula, apresentado em novembro do ano passado, Fachin declarou a incompetência da Justiça Federal do Paraná para julgar quatro ações — triplex do Guarujá; sítio de Atibaia; e duas relacionadas ao Instituto Lula.
Segundo o ministro, a 13ª Vara Federal de Curitiba — cujos titulares na ocasião das condenações eram Sergio Moro (triplex) e Gabriela Hardt (sítio) — não era o “juiz natural” dos casos.
Agora, os processos serão analisados pela Justiça Federal do Distrito Federal, à qual caberá dizer se os atos realizados nos quatro processos podem ou não ser validados e reaproveitados.

Postado em 12 de março de 2021 - 21:55h

0 comentário

Vacina de vento: Polícia conclui que auxiliar de enfermagem desviou imunizante



Foto: Reprodução TV Globo

A auxiliar de enfermagem Adenilde Lourenço da Silva, que aplicou uma “vacina de vento” em uma idosa de 85 anos em Copacabana, na Zona Sul do Rio, foi indiciada nesta sexta-feira pela 12ª DP (Copcabana) pelos crimes de peculato e infração de medida sanitária preventiva. A delegada titular da unidade, Bianca Lima, ainda pediu à Justiça o afastamento da auxiliar de seu cargo público.

Para a polícia, as investigações constataram que Adenilde desviou a dose que deveria ter sido aplicada na idosa, uma vez que a paciente consta na lista do posto de saúde como uma das pessoas vacinadas no dia 27 de janeiro, apesar disso não ter ocorrido.

Ao desviar a vacina, para a polícia, Adenilde ainda descumpriu determinação do Poder Público para vacinação da população contra a Covid-19, por isso infringiu medida sanitária imposta. O inquérito foi enviado ao Ministério Público estadual e, em seguida, será remetido à Justiça.

O caso aconteceu no dia 27 de janeiro no Centro Municipal de Saúde João Barros Barreto, em Copacabana, na Zona Sul do Rio, e foi descoberto pela filha da idosa, que gravou o momento em que a mãe seria vacinada. No dia 17 de fevereiro, ao rever a gravação, ela percebeu a quantidade mínima de imunizante na seringa e foi até a unidade de saúde relatar o ocorrido.

No Centro municipal de Saúde, foi constatado que houve falha e a idosa não recebeu o imunizante. A partir de então, o caso passou a ser investigado pela Polícia Civil e a auxiliar foi afastada do posto.

Em seu depoimento na 12ªDP, Adenilde admitiu ter notado algo estranho no momento em que colocou a seringa na idosa, mas nada falou. Ela também alegou que a responsabilidade por colocar o imunizante dentro da seringa seria de uma residente, o que não ficou comprovado.

O crime de peculato tem pena de dois a doze anos de prisão. Já o de infração de medida sanitária preventiva, detenção de um mês a um ano.

*Extra

Postado em 12 de março de 2021 - 21:45h

0 comentário

Fiocruz consegue liberar matéria-prima e garante produção de 45 milhões de vacinas de Oxford até maio


Foto: Divulgação Bio-Manguinhos/Fiocruz

A Fiocruz teve que acionar o Ministério da Saúde para conseguir liberar um lote de IFA (Ingrediente Farmacêutico Ativo), a matéria-prima das vacinas) que deveria chegar no sábado (13) ao Brasil, mas que não conseguiu embarcar por problema na obtenção de licença para exportação.

Segundo a fundação, a pasta atuou “prontamente”. E, com o apoio do Ministério das Relações Exteriores junto a autoridades da China, onde o material é fabricado, conseguiu liberar as autorizações do lote. Serão 256 mil litros de IFA, quantidade que permite a produção, pela Fiocruz, de 7,5 milhões de doses da vacina de Oxford/AstraZeneca no Brasil.

A boa notícia é que, ao mesmo tempo em que resolvia o problema, a AstraZeneca, informou que vai adiantar a entrega de lotes que só chegariam ao Brasil em abril.
Serão disponibilizados portanto, no total, quatro lotes do IFA, o que equivale à produção de 30 milhões de doses do imunizante.

Eles devem ser entregues até o fim do mês.

Com isso, a Fiocruz terá matéria-prima garantida para produzir, até maio, mais 30 milhões de doses da vacina de Oxford/AstraZeneca.

Se somados aos 15 milhões que já estão sendo fabricados, serão entregues, nos próximos meses, um total de 45 milhões de doses.

A Anvisa aprovou nesta sexta (13) o registro definitivo da vacina de Oxford/AstraZeneca, o que permitirá à Fiocruz já liberar as doses diretamente para uso do PNI (Programa Nacional de Imunização), coordenado pelo Ministério da Saúde.]

*Mônica Bergamo – Folha de S. Paulo

Postado em 12 de março de 2021 - 21:43h

0 comentário

Guedes diz que auxílio deve começar em abril e prevê inflação em 6% até julho


Foto: Fabio Rodriguez Pozzebom/Agência Brasil

Ministro da Economia, Paulo Guedes, indicou nessa sexta-feira, 12, que o pagamento do auxílio emergencial iniciará em abril, ante previsão de retomada em março. A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) Emergencial será promulgada pelo Congresso nesta segunda-feira, 15, após ser votada em definitivo na Câmara dos Deputados nesta quinta-feira, 11.

O governo espera pelo chancelamento do texto para encaminhar a medida provisória que autoriza a retomada do benefício. O plano original previa o início ainda neste mês com extensão até junho. “Nossa expectativa, se fosse aprovado mais rápido, nossa ideia era pagar março. Se tudo isso acontecesse em dezembro, pagava em janeiro. Acontecendo agora, em meados de março, queremos ainda em março. Possivelmente saia início de abril.”

O Congresso aprovou a PEC com limite de R$ 44 bilhões para o benefício e travas de contenção de gastos públicos. As parcelas terão base de R$ 250, variando de R$ 175 para famílias composta apenas por um homem e R$ 375 para mulheres responsáveis pelo orçamento doméstico. Segundo o chefe da equipe econômica, o valor foi feito em acordo com técnicos do Ministério da Cidadania, pasta responsável pela distribuição do auxílio emergencial, e respeita o compromisso fiscal proposta pelo governo.

“Não pode chegar com um cheque em branco. Se fizermos isso, a inflação, que está subindo rapidamente, já está em 5% e até julho vai passar de 6%. Essa inflação que está subindo rapidamente e que por enquanto é setorial, e está começando a ficar generalizada, ela então vai embora”, afirmou. O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) voltou a subir em fevereiro com alta de 0,86%, ante avanço de 0,25% no mês de janeiro. O indicador oficial da inflação brasileira acumula alta de 5,2% nos últimos 12 meses e se aproxima do teto da meta de 5,25% perseguida pelo Banco Central, com centro de 3,75% e mínimo de 2,25%.

Em um webnário promovido pelo site Jota, Guedes também deu mais detalhes sobre a reedição de programas de estímulos para a economia e preservação de postos de trabalho formais. O Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda (BEm) será transformado em seguro-emprego, com dinâmica oposta ao benefício pago para quem é demitido.

“Em vez de você esperar alguém ser demitido e pagar R$ 1 mil para ele ficar em casa cinco meses, vamos fazer o contrário. Vamos pagar R$ 500 para ele continuar no emprego e protegido por 11 meses”, afirmou. “É melhor gastar menos para preservar o emprego do que gastar mais para manter alguém desempregado.” O Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), lançado para o financiamento de empreendimentos durante a pandemia da Covid-19 também será restabelecido.”

O ministro voltou a defender a vacinação contra o novo coronavírus como principal meio para a retomada da economia. Na visão de Guedes, os trabalhadores informais devem ter prioridade na imunização.

“Se vacinarmos em massa, justamente o pessoal mais pobre que fica na rua, que vende churrasquinho de gato, que vende água no sinal, os mais frágeis, o desemprego informal rapidamente desaparece. Precisamos salvar os 30 milhões de brasileiros que precisam trabalhar de dia para comer à noite”, afirmou.

Guedes também confirmou que a Pfizer deve encaminhar mais 100 milhões de doses ao Brasil até setembro, conforme teria sido acordado entre o governo federal e a farmacêutica norte-americana.

*Jovem Pan

Postado em 12 de março de 2021 - 21:34h

0 comentário

Farmacêuticas dizem ter criado remédio com 85% de eficácia contra a Covid-19

Ilustração

Duas farmacêuticas anunciaram que desenvolveram um medicamento que diminuiu hospitalizações e mortes por Covid-19. A combinação de drogas da parceria entre a Vir Biotechnology, dos Estados Unidos, e da GlaxoSmithKline (GSK), do Reino Unido, teria conseguido reduzir em até 85% os casos de internação e mortes.

Elas criaram um remédio, batizado de VIR-7831, com base em anticorpos. Segundo as farmacêuticas, um painel independente, que acompanhava o estudo, indicou que não seriam necessários mais testes, pois o medicamento de mostrou muito promissor desde o início.

As companhias vão pedir à FDA – equivalente à Anvisa no Brasil – autorização para uso emergencial nos Estados Unidos. Caso seja aprovado, a droga vai se juntar aos medicamentos fabricados pela Eli Lilly e pela Regeneron Pharmaceuticals.

Segundo as empresas, o remédio é eficaz contra as variantes brasileira, britânica e da África do Sul.

*CNN Brasil

Postado em 12 de março de 2021 - 8:52h

0 comentário

Governo compra 10 milhões da Sputnik V e causa impasse com estados do Nordeste

O Ministério da Saúde autorizou no final da tarde desta quinta-feira (11) a assinatura de um contrato para a aquisição de 10 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 Sputnik V no segundo trimestre deste ano. A autorização acabou por gerar um impasse com estados do Nordeste, pois ocorre na véspera de o governador da Bahia, Rui Costa (PT), fechar um contrato com o Fundo Soberano da Rússia para a aquisição de pelo menos 20 milhões de doses para seu estado e outros estados da região.

O motivo é que o governador da Bahia, Rui Costa, anunciou que fechará na manhã desta sexta-feira um contrato de compra e venda com o Fundo. Isso fez com que o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e ele conversassem nessa noite. Segundo o governador, Pazuello disse ter interesse em fazer a compra de todas as doses possíveis e teria pedido que ele intermediasse a compra com o fundo.

“O ministro informou que comprou as 10 milhões de doses da Sputnik e eu disse a ele que independentemente disso nós vamos assinar o contrato. Ele falou então que o Ministério tem interesse em adquirir todas as doses que o fundo tiver disponível”, disse Costa à CNN.

“Falei para ele que faria essa intermediação, mas que pretendia comprar as 20 milhões de doses pois temo perder a oportunidade dessa compra”, disse Rui Costa, que disse ainda que o fundo russo teria 39 milhões de doses disponíveis para o Brasil. Os dois deverão voltar a se falar nesta sexta-feira.

Sobre a Pfizer, o ministério da Saúde informou que se reuniu com representantes da farmacêutica hoje para definição dos últimos termos do contrato, mas que ele não foi assinado. A expectativa é de que isso ocorra nesta sexta-feira.

*CNN Brasil

Postado em 12 de março de 2021 - 8:50h

0 comentário

Paraibano que vive em Caicó acredita que é pai da cantora Anitta, vídeo

O paraibano Jaílson Ferreira de Lima, 48 anos, gravou um vídeo que circula na internet no qual ele afirma acreditar ser o pai da cantora Anitta. Ele promete detalhar como tudo aconteceu.

“Eu tenho 90% de certeza que seja minha filha a cantora Anitta”, afirma o homem que também é conhecido como ‘Jericó’.

“Uma pessoa espetacular, muito inteligente e que atingiu todos os patamares do sucesso no Brasil e no mundo”, diz ele em elogio à ‘filha’.

Ele conta ainda que já mandou mensagens para irmãos, a mãe e até o pai da cantora, através do Instagram, em busca de contato para realizar exame de DNA. “Eu quero que me tirem essa dúvida”, diz.

Jaílson foi candidato a vereador em 2016 pelo PC do B na cidade de Caicó.

*BG

Postado em 11 de março de 2021 - 19:37h

0 comentário

Paciente agride técnico de enfermagem dentro de hospital em Mossoró

Paciente agride técnico de enfermagem no Hospital Regional Tarcísio Maia em Mossoró — Foto: Redes sociais

Paciente agride técnico de enfermagem no Hospital Regional Tarcísio Maia em Mossoró — Foto: Redes sociais

Um paciente que aguardava por um procedimento de cateterismo agrediu um técnico de enfermagem no Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM) em Mossoró na madrugada desta quinta-feira (11). De acordo com a direção da unidade, o agressor usou um tensiômetro de coluna, aparelho para medir pressão, para agredir o funcionário. O técnico sofreu um trauma no tórax e precisou passar por um procedimento cirúrgico.

Herbênia Fernandes, diretora da unidade, contou que o paciente, um homem de 43 anos, estava aguardando na sala de observação do pronto-socorro masculino a realização de um cateterismo em outra unidade hospitalar. Ninguém soube informar o motivo da agressão.

“Foi uma agressão gratuita. Ele usou um tensiômetro de coluna. O agressor foi avaliado pelo psiquiatra plantonista e não foi constatado alteração psiquiátrica”, explicou Herbênia.

O servidor agredido, um homem de 23 anos, teve um trauma de tórax e precisou realizar uma drenagem de um pneumotórax no centro cirúrgico. Segundo a diretora, o estado de saúde dele é estável.

Logo após o fato, a Polícia Militar foi acionada e o agressor foi contido em uma maca. Ele continuou no HRTM em uma sala, isolado e acompanhado pela esposa.

A diretora informou que vai registrar um boletim de ocorrência. As imagens das câmeras internas do hospital serão analisadas para investigação policial.

*G1 RN

Postado em 11 de março de 2021 - 19:30h

0 comentário

Tristeza: Duas irmãs morrem de Covid-19 em intervalo de 20 minutos, em estados diferentes

Duas irmãs morrem de Covid-19 em intervalo de 20 minutos, em estados diferentes — Foto: F de Assis/Arquivo Pessoal

Duas irmãs morrem de Covid-19 em intervalo de 20 minutos, em estados diferentes — Foto: F de Assis/Arquivo Pessoal

Duas irmãs paraibanas morreram de Covid-19 nesta quinta-feira (11). As mortes de Anália Maria Oliveira, de 58 anos, e Ana Lúcia Nobrega, de 56 anos, aconteceram quase no mesmo horário, com uma diferença de 20 minutos, mas em estados diferentes: na Paraíba e no Rio Grande do Norte.

Anália Maria estava internada em Pombal, no Sertão da Paraíba, há cerca de seis dias. O quadro dela estava evoluindo bem, mas se agravou desde a quarta-feira (10). Ela foi entubada em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no início da manhã desta quinta, mas não resistiu.

Já Ana Lúcia estava entubada na UTI, em hospital da cidade de Santa Cruz, no Rio Grande do Norte, há cerca de 12 dias.

“É uma família muito unida, principalmente as meninas da casa”, declarou um primo das duas, o radialista Francisco de Assis.

Ana Lúcia trabalhava no ramo de entretenimento com o esposo. Ela era administradora de um parque de diversões. A irmã, Anália Maria, trabalhava como agente administrativa.

A mãe das duas, Francisca Lacerda de Oliveira, de 84 anos, também está internada na área vermelha da enfermaria do Hospital Regional de Pombal. O estado de saúde dela é grave. As duas mulheres deixam três irmãos e duas irmãs.

“O drama vivido por nossa família no dia de hoje infelizmente é o vivido por milhares de famílias em todo o país. Agradecemos a solidariedade de todos e peço: se cuidem, a doença é destruidora, cruel e precisamos fazer a nossa parte para enfrentá-la”, afirmou Assis.

Por causa da pandemia e da causa das mortes, os sepultamentos vão acontecer às 17h em Pombal, sem velório, apenas com um cortejo de veículos da família.

*Sob supervisão de Krys Carneiro – *G1 RN

Postado em 11 de março de 2021 - 18:56h

0 comentário

Currais Novos: “Nininha” não resiste aos ferimentos a bala e vem a óbito

Nininha ( Vítima)

Francisco Josane de Araújo, 63 anos (Nininha) que foi baleado por diversos disparos por volta das 20h da última terça-feira (09) na rua José do Egito no bairro Radir Pereira não resistiu aos ferimentos vindo a óbito na manhã desta quinta-feira em Natal onde encontrava-se internado.


Em menos de três meses Currais Novos registrou três tentativas e três homicídios.

*Reporter Seridó

Postado em 11 de março de 2021 - 12:04h

0 comentário

Eduardo Bolsonaro manda população ‘enfiar no rabo’ máscara contra covid-19

Foto Reprodução

Visivelmente irritado, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) mandou a população brasileira enfiar as máscaras de proteção contra a covid-19 “no rabo”. Em uma aparição ao vivo que fez em seu perfil pelo Instagram, o filho “03” de Bolsonaro criticou o uso do principal item de proteção contra a contaminação do vírus que, dia após dia, causa recordes de mortes no País.

“Eu acho uma pena, né, (que) essa imprensa mequetrefe que a gente tem aqui no Brasil fique dando conta de cobrir apenas a máscara. ‘Ah a máscara, está sem máscara, está com máscara’. Enfia no rabo gente, porra! A gente está lá trabalhando, ralando”, afirmou o deputado. As declarações de Eduardo foram feitas no dia em que o presidente Jair Bolsonaro mudou o discurso, usou máscara e passou a defender as vacinas. Nesta quarta-feira, 10, o Brasil também atingiu mais um recorde de mortes: pela primeira vez foram registradas 2.349 mortes por covid-19 em 24 horas.

Em tom agressivo, enquanto seguia em um carro no banco de carona, o deputado comentou, ainda, o caso das rachadinhas de Fabrício Queiroz e a compra de uma mansão de R$ 6 milhões por seu irmão, o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ). “Você, retardado mental, que fica falando ‘o problema são os filhos, cadê o Queiroz?’, pagou o apartamento R$ 50 mil em dinheiro. Seu animal, larga de ser um peão nesse tabuleiro de xadrez chamado política e começa a pensar um pouquinho, ver o perigo que está por vir e ver como o sistema trabalha porque não dá ponto sem nó, não. Fique com Deus e não consuma cachaça em excesso igual a uns e outros aí”, disse.

Eduardo Bolsonaro também afirmou que iria comentar o resultado da viagem que fez com uma comitiva para conhecer o spray contra a covid-19 em testes iniciais em Israel. Na prática, porém, o que acabou dizendo é que o Brasil é que está desenvolvendo a sua vacina. E não só uma, mas três vacinas próprias. “Você sabia que o Brasil está desenvolvendo três vacinas?”, perguntou. “A vacina brasileira ainda está em desenvolvimento, não é para agora”, comentou ele, acrescentando que o Brasil terá seu próprio spray e que outros países deverão vir ao País comprar esse produto. Ele não deu nenhum detalhe sobre o que estava falando.

“É importante a gente dominar essa tecnologia e dominar, ter a vacina brasileira. Além disso, isso coloca o Brasil em outro patamar internacional. Ao invés de nós irmos atrás de outros países, eles é que virão atrás de nós. Pode ser inaugurada uma vacina que não precise mais de insumos de outros países. Os israelenses gostaram muito disso”, afirmou.

Além do spray definido pelo presidente de “milagroso”, que atuaria em conjunto com uma vacina, Eduardo disse que o Brasil tem uma segunda tecnologia em análise, com efeito “dois em um”, que curaria covid-19 e influenza. “A terceira vacina vai diretamente em seu sistema imunológico. O Brasil está desenvolvendo tecnologia nesta área”, observou, sem nenhum detalhe, data ou previsão de testes.

“Depois que está a invenção feita, aí ‘tá’ o mundo inteiro correndo atrás da vacina, o mundo inteiro correndo atrás dos insumos… Aí já era. Isso que a gente foi fazer em Israel é à semelhança do que ocorreu com a vacina de Oxford. É chegar primeiro, chegar no começo. Quando estávamos saindo de Israel, estava chegando uma delegação de outro país, da República Checa”, lembrou o deputado. “Já procurou Israel não só a Grécia, mas também a Dinamarca, o Chipre, e alguns outros países. Acho que a Áustria também. Então, onde há tecnologia, o mundo inteiro está proativamente se deslocando.”

*ESTADÃO

Postado em 11 de março de 2021 - 7:15h

0 comentário