O Comunicador

Bolsonaro quer venda fracionada, eliminar restrição de marcas e abrir a infraestrutura de abastecimento para reduzir preço do gás de cozinha

Foto: Dirceu Portugal/Foto Arena/ Estadão Conteúdo

Em post no Facebook o presidente Jair Bolsonaro destacou nesta sexta-feira (24) possíveis medidas para reduzir preço do botijão de gás. O presidente observou que o botijão de 13 quilos (GLP-13 kg) custa aproximadamente R$ 26 nas refinarias, R$ 70 para o consumidor final e listou os tributos federais e estaduais e valor de distribuição e revenda como motivos para o atual preço do produto.

Segundo o presidente, as medidas que o governo busca para diminuir o preço final do botijão de gás seriam “permitir a venda fracionada; eliminar a restrição de marcas; e abrir a infraestrutura de abastecimento” em publicação nas redes sociais.

Imagem: reprodução/Facebook

Desde quinta-feira (23), a Petrobras elevou em 5% o preço médio do GLP, também conhecido como gás de cozinha. Com isso, o preço médio da Petrobras às distribuidoras será equivalente a R$ 26,55 por botijão de 13 kg.

Apesar do aumento, a Petrobras afirma que o produto ainda registra queda de 4,5%, ou R$ 1,26 por botijão de 13 kg no acumulado de 2020.

*R7

Postado em 24 de julho de 2020 - 22:33h

0 comentário

Brasil registra redução de 11% nos casos de Covid-19, afirma Ministério da Saúde

Foto: Thiago Gadelha/Sistema Verdes Mares

A Semana Epidemiológica 29 (12 a 18 de julho) encerrou com um total de 235.010 casos novos, 11% a menos (27.836 casos) que na semana anterior. A redução será acompanhada pelo Ministério da Saúde ao longo das próximas semanas, para se verificar se a tendência permanecerá, especialmente na Semana Epidemiológica 30 (19 a 25 de julho). Já em relação aos óbitos, o período registrou 7.303 mortes causadas pelo vírus. O número indica que houve uma estabilização, já que na semana anterior foram registrados 7.204 óbitos.

Sore os casos de recuperados e em acompanhamento, até o dia 18 de julho, o país apresentava uma estimativa de 1.342.362 casos recuperados e 653.726 casos em acompanhamento. O número de casos recuperados no Brasil é estimado por um cálculo composto que leva em consideração os registros de casos e óbitos com confirmação de Covid-19, informados pelas Secretarias Estaduais de Saúde, e o número de pacientes hospitalizados registrados no Sistema de Vigilância Epidemiológica da Gripe (SIVEPGripe).

A região Norte apresenta, até agora, maiores coeficientes de incidência de casos, sem 1.898,8 casos/100 mil habitantes. Em seguida vem o Nordeste com 1.214,3 casos/100 mil habitantes. A região Sudeste apresenta uma incidência de 801,5 casos/100 mil habitantes e a Sul 510,2 casos/100 mil habitantes. Por fim, o Centro Oeste apresenta 1.047,2 casos/100 mil habitantes.

Agência Saúde

Postado em 24 de julho de 2020 - 22:29h

0 comentário

Cerro Corá: Secretaria de saúde testa primeiro grupo prioritário para covid-19

As testagens rápidas ajudam na identificação de casos positivos e na prevenção de novos casos.
E é por isso que a Prefeitura de Cerro Corá/RN, através da secretaria de saúde, iniciou nesta sexta-feira (24) a primeira etapa de testagem para covid-19.
Os testes aconteceram no hospital e maternidade Clotilde Santina.
Desta vez foram testados os grupos prioritários, mas nos próximos dias serão testamos novos grupos.

Postado em 24 de julho de 2020 - 21:31h

0 comentário

Cerro Corá: Maciel concederá entrevista a Rádio Liberdade FM

O vereador e pré-candidato a prefeito Maciel de Doca (Republicanos), concederá entrevista à Rádio Liberdade FM, nesta sexta dia 24, 13:10min. No programa jornalistico “Notícias da Tarde”, que tem na apresentação, DJ’ Manynho e Thayze Oliveira.

A referida entrevista será pautada pela própria rádio.

Postado em 23 de julho de 2020 - 21:32h

0 comentário

Mandetta afirma que pretende se candidatar a presidente em 2022

O ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS), afirmou que pretende concorrer ao Planalto em 2022, como candidato a presidente ou a vice. A declaração foi dada nesta quarta-feira, 22, no programa Ponto a Ponto, da Band News TV.

Durante a entrevista, Mandetta disse que pretende concorrer em uma chapa à presidência e garantiu que vai estar “em praça pública” para lutar por seus ideais. O ex-deputado federal também afirmou que não vai abrir mão de sua participação nas próximas eleições gerais por discordância de seu partido.

“Em 2022 eu vou estar na praça pública, lutando por algo que eu acredito. Se o Democratas acreditar na mesma coisa, eu vou. Se o Democratas achar que ele quer outra coisa, eu vou procurar o meu caminho. Eu vou achar o caminho. Como candidato, ou carregando o porta-estandarte do candidato em que eu acreditar. Mas que eu vou participar das eleições, eu vou”, disse.

Apesar do desejo de concorrer à presidência, o ex-ministro afirmou que não descarta a possibilidade de concorrer a algum cargo no Mato Grosso do Sul, seu Estado de origem, seja ao governo ou ao Senado. No entanto, Mandetta afirmou que não pretende voltar a concorrer ao cargo de deputado federal, em que já cumpriu dois mandatos.

A decisão, contudo, vai depender da conjuntura. O ex-ministro ponderou que a projeção nacional que ganhou no começo da pandemia, principalmente pela defesa do isolamento social – o que o colocou em confronto direto com o presidente da República – pode não durar até o ano da eleição.

“O que eu vejo é que aquilo (a projeção nacional) é fruto de um momento. Eu não sei se o momento está muito longe de 2022, se isso tem recall em 2022. Vivemos em uma sociedade que é tão de consumo que pode ser que em fevereiro do ano que vem, o grande barato seja o novo hit do carnaval e que a gente seja jogado em um grande baú de memórias.”

Não é a primeira vez que o ex-ministro comenta a possibilidade de candidatura em 2022. Em entrevista à agência de notícias francesa AFP, em junho, Mandetta disse manter contato com o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro, que também abandonou o governo após romper com o presidente. Questionado sobre a possibilidade de uma chapa presidencial com Moro, o ex-títular da saúde disse que tinha um “dever como cidadão” de dialogar com o colega dos tempos de governo, garantiu que participaria do pleito e não descartou a parceria. “Vai que rola”, disse na época.

Postado em 23 de julho de 2020 - 21:24h

0 comentário

Cerro Cora: Secretaria de assistência social realiza entrega de kits com máscaras personalizadas

Cuidar de quem amamos é essencial e nesse momento de reclusão todo gesto de carinho é fundamental.

A secretaria de assistência social realizou na manhã desta terça-feira (21) a entrega de kits com máscaras personalizadas para o grupo da terceira idade e a dos adolescentes.
Os kits foram entregues de casa em casa, obedecendo sempre todas as orientações da OMS.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO PREFEITURA MUNICIPAL DE CERRO CORÁ/RN
Postado em 23 de julho de 2020 - 20:04h

0 comentário

RN tem 190 mil pessoas desocupadas e 56% dos lares com auxílio emergencial

Foto: reprodução

A taxa de desocupação chegou a 13,8% em junho no RN. Isso corresponde a 190 mil pessoas em busca de trabalho. Em maio, a taxa estava em 12,3%, o que representa leva 173 mil pessoas no Estado. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – PNAD Covid-19, de junho, e foram divulgados nesta quinta-feira (23) pelo IBGE.

Além das pessoas desocupadas, sem trabalho formal ou informal e que tomaram medida efetiva para conseguir retornar ao mercado, outro grupo merece atenção em tempos de isolamento social. As pessoas que gostariam de trabalhar, mas não procuraram trabalho por conta da pandemia ou por falta de trabalho na localidade. Em junho, 449 mil potiguares estavam nessa situação. O grupo não pode ser considerado desocupado porque não tomaram medidas efetivas para conseguir um trabalho, mas tinha disposição para isso.

Somados os desocupados e “pessoas que gostariam de trabalhar, mas não procuraram trabalho por conta da pandemia ou por falta de trabalho na localidade”, o Rio Grande do Norte tem 639 mil pessoas subutilizadas. Com a flexibilização gradual do isolamento, essas pessoas podem retornar a busca por trabalho nos próximos meses e aumentar a taxa de desocupação.

Leia a matéria completa aqui.

Postado em 23 de julho de 2020 - 19:32h

0 comentário

Petrobras reajusta em 5% preço do gás de cozinha nas refinarias

A Petrobras reajustou em 5% o preço médio do GLP (gás liquefeito de petróleo) nas suas refinarias. O aumento vale a partir desta quinta-feira (23). Com isso, o preço médio do botijão de 13 kg para as distribuidoras agora é de R$ 26,55.

O preço do gás de cozinha teve queda de 4,5% no acumulado do ano –o que equivale a R$ 1,26 no botijão de 13 kg. A companhia destacou que, desde novembro de 2019, igualou os preços de GLP para os segmentos residencial e industrial/comercial. A Petrobras acrescentou que vende o GLP a granel.

A companhia informou ainda que as distribuidoras são as responsáveis pelo envase em diferentes tipos de botijão e, junto com as revendas, são responsáveis pelos preços ao consumidor final.

A Petrobras afirma que os preços do GLP vendido às distribuidoras têm como base o preço de paridade de importação, formado pelas cotações internacionais do produto mais os custos que importadores teriam, (como transporte e taxas portuárias). Para a estatal, a paridade é necessária porque o mercado brasileiro de combustíveis é aberto à livre concorrência, dando às distribuidoras a alternativa de importar os produtos.

Além disso, o preço considera uma margem que cobre os riscos, como volatilidade do câmbio e dos preços.

*Poder 360

Postado em 23 de julho de 2020 - 19:30h

0 comentário

Polícia rastreará agenda de ex-Playboy, que participou de filmes eróticos e venceu Miss Bumbum, presa por tráfico em rede de prostituição de luxo

Flávia Tamayo é suspeita de fazer parte de uma organização criminosa composta por garotas de programa de luxo, que atuam na capital federal Fotos: Reprodução

A Polícia Civil de Brasília aguarda, nesta quinta-feira (23), a chegada de Flávia Tamayo do Espírito Santo. Ela foi presa na cidade de Vitória na última terça-feira por tráfico de drogas e associação para o tráfico. É apontada como integrante de uma rede de prostituição de luxo que distribuía drogas na capital federal.

Tamayo chegou a trabalhar como modelo e estampou capas de revistas masculinas, como a Sexy e a Playboy (edição publicada em Portugal). Também participou de filmes eróticos e venceu concursos de beleza como o Miss Bumbum. A equipe responsável pela investigação pretende rastrear os clientes atendidos pela traficante em um flat no Setor Hoteleiro Norte do Distrito Federal. O celular apreendido da acusada também está sendo analisado com este objetivo.

De acordo com o delegado Ricardo Oliveira, da 5ª Delegacia de Polícia (Área Central), ela é acusada de fazer parte de uma organização criminosa composta por garotas de programa de luxo, com presença em áreas nobres da capital federal, para negociar programas sexuais associado ao consumo de drogas a clientes de alto poder aquisitivo. No caso de Tamayo, cada programa regado a cocaína e haxixe saía por R$ 1 mil, o dobro do valor pago sem drogas.

“Para não prejudicar as investigações e a prisão, esperamos para ouvir os clientes a partir da próxima semana. A lista é extensa e diversificada. Identificamos empresários e não descartamos a hipótese de haver também políticos”, explicou o delegado.

Flavia vinha sendo monitorada há cerca de dois anos. No mês passado, foi deflagrada a Operação Rede, que visava desmantelar a quadrilha. Na ocasião, foram cumpridos 38 mandados de prisão e 18 pessoas foram presas em flagrante, entre elas duas garotas de programa. Flavia iria responder ao inquérito em liberdade, mas diante da suspeita de possível fuga do país nos próximos dias, a prisão foi deferida pelo Vara de Entorpecentes do Distrito Federal. Ela foi capturada em um hotel na orla de Vitória, na última terça-feira (21).

Segundo o delegado, houve dificuldade em localizá-la por causa de sua agenda de trabalho extremamente movimentada. As investigações mostram que ela rodava o país, tendo estado recentemente em São Paulo e em Florianópolis. Nas redes sociais, a moça exibe também postagens no exterior, como na Catalunha e em Ibiza, na Espanha. Ela teve seu passaporte recolhido.

Em entrevista ao Jornal de Brasília, no último dia 23, Flavia negou as acusações da Polícia Civil e garantiu que trabalha com “entretenimento adulto”, mas nunca se envolveu com crime.

*Época

Postado em 23 de julho de 2020 - 14:12h

0 comentário

Pai e madrasta de menina de 3 anos que morreu no CE com diversas lesões no corpo se apresentam à polícia no RN

Maria Esther tinha 3 anos — Foto: Inter TV Cabugi/Reprodução

Maria Esther tinha 3 anos — Foto: Inter TV Cabugi/Reprodução

Um casal se apresentou à Delegacia de Polícia Civil de Parnamirim, Região Metropolitana de Natal na quarta-feira (22). O homem e a mulher são pai e madrasta de Maria Esther Rodrigues, de 3 anos, que morreu em um hospital de emergência com diversas lesões no corpo em Russas, no Ceará.

De acordo com a Polícia Civil do Ceará, o pai levou a criança para o hospital de Russas, no interior do estado, afirmando que ela havia se engasgado. Após a confirmação da morte da menina de 3 anos, ele e a companheira fugiram. Os dois são considerados suspeitos pela polícia. Maria Esther faleceu na segunda-feira (20) e o sepultamento ocorreu no dia seguinte.

O crime teria acontecido na zona rural de Russas, cidade cearense que fica a 143 quilômetros da capital Fortaleza. Ainda segundo a polícia cearense, outros detalhes sobre a ocorrência devem ser repassados somente “em momento oportuno para não atrapalhar as investigações”.

Após se apresentar voluntariamente à 2ª Delegacia de Nova Parnamirim, o casal foi conduzido à carceragem da Central de Flagrantes de Natal porque existia um mandado de prisão contra eles. Os dois deverão ser transferidos para Russas até sexta-feira (23). As investigações do caso ficarão a cargo da polícia cearense.

2ª Delegacia de Parnamirim — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

2ª Delegacia de Parnamirim — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi – Fonte: G1 RN

Postado em 23 de julho de 2020 - 12:12h

0 comentário

Cerro Corá: Contrato para reforma e ampliação de unidades de saúde é assinado

A Prefeita Graça Oliveira assina contrato para início das reforma e ampliação das Unidades Básicas de Saúde José Albino de Assis e Luiz Magalhães de Brito Junior.
A unidades, localizadas no Povoado Albino e no Assentamento Vila A, beneficiarão toda a comunidade rural.

O investimento, no valor de R$ 188.026.92, tem destinação, através de emenda parlamentar, do deputado federal Fábio Faria.

*ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO – PREFEITURA DE CERRO CORÁ/RN
Postado em 22 de julho de 2020 - 23:42h

0 comentário

Arquidiocese de Natal atualiza quadro de saúde de Dom Jaime Vieira Rocha e sacerdotes que testaram positivo para COVID-19

Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

A Arquidiocese de Natal emitiu um comunicado na tarde desta quarta-feira (22), informando sobre o estado de saúde do Senhor Arcebispo Dom Jaime Vieira Rocha e demais sacerdotes que testaram positivo para o covid.

Dom Jaime Vieira Rocha:

Mantém-se bem, em sua residência, sem alteração de seu quadro clínico, com todos os sinais vitais indicando bons índices.

Pe. Matias Soares:

Prossegue internado na UTI da Policlínica. A evolução do seu quadro clínico e laboratorial indica resposta positiva às condutas adotadas. A função pulmonar, no entanto, segue inspirando cuidados.

Pe. Josino Raimundo:

Segue franca recuperação, recebendo acompanhamento médico, na Casa do Clero, em Emaús, com previsão de alta médica até o final da semana, caso não surja nenhuma intercorrência.

Pe. Flávio Herculano:

Recebeu a confirmação de teste positivo para a COVID-19, na manhã desta quarta-feira (22), segue bem e assintomático.

A Arquidiocese pede aos fiéis que prossigam com confiança, em oração pelo Senhor Arcebispo, pelos sacerdotes enfermos e por todos os que também se encontram em tratamento, na luta contra a covid.

*BG

Postado em 22 de julho de 2020 - 19:45h

0 comentário

Câmara aprova socorro de R$ 16 bilhões a estados e municípios

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (22) a medida provisória 942, que destina R$ 16 bilhões remanescentes nos Fundos de Participação para compensar perdas financeiras de estados e municípios decorrentes da pandemia de Covid-19. O texto segue para o Senado.

Houve uma tentativa de votar a MP no início da madrugada desta quarta, após a aprovação da PEC do Fundeb, mas houve resistência da oposição, que era contra o trecho incluído pelo relator, deputado Hildo Rocha (MDB-MA), que destinava R$ 4 bilhões para socorrer empresas de transporte público, sem contrapartidas como manutenção de empregos ou ampliação da gratuidade do serviço.

A equipe econômica também era contra esse ponto, porque defende que uma ajuda ao setor de transportes deve atender apenas a municípios com mais de 300 mil habitantes.

Na sessão desta manhã, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), ameaçou deixar a votação para a semana que vem, às vésperas do fim da validade da medida. No entanto, lideranças partidárias fizeram um apelo para o projeto fosse analisado. Alegaram que sofrem pressão de prefeitos de municípios em dificuldades financeiras.

A votação foi possível após acordo para que a ajuda ao setor de transportes fosse retirada do texto e apresentada, posteriormente, por meio de um projeto de lei.

*CNN Brasil

Postado em 22 de julho de 2020 - 15:00h

0 comentário

Deputados aprovam PEC do novo Fundeb em 1º turno, com repasse maior da União

Foto: Najara Araujo/Câmara dos Deputados

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou em primeiro turno, por 499 votos a 7, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 15/15, que torna permanente o Fundo de Desenvolvimento e Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e aumenta a participação da União no financiamento da educação infantil e dos ensinos fundamental e médio. Falta analisar destaques que podem alterar o texto.

Segundo o substitutivo da relatora, deputada Professora Dorinha Seabra Rezende (DEM-TO), a complementação da União para o Fundeb crescerá de forma gradativa ao longo de seis anos, de 2021 a 2026, passando dos atuais 10% do total para 23%.

Pelo menos metade do dinheiro extra deverá ser destinado à educação básica, conforme negociado com o governo. Segundo a relatora, a medida terá grande impacto, já que a educação infantil concentra a maior demanda não atendida pela rede pública no País.

*Agência Câmara de Notícias

Postado em 21 de julho de 2020 - 21:40h

0 comentário

Cerro Corá: Decreto será prorrogado até 30 de junho

A Prefeitura Municipal de Cerro Corá/RN, através da Secretaria de Saúde e o Comitê de Prevenção ao Coronavírus (Covid-19), informa a toda a população que o decreto de Nº 236, 10 de julho de 2020, que teria fim nesta segunda-feira (20), será prorrogado, sendo válido até o dia 30 de julho de 2020.

*ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO – PREFEITURA DE CERRO CORÁ/RN

Postado em 21 de julho de 2020 - 20:09h

0 comentário

Cerro Corá: Vereador Maciel de Doca esteve no gabinete da prefeita para tratar sobre uso de emenda parlamentar

Na manhã desta terça-feira (21) o vereador Maciel esteve acompanhado do vereador Erinho para anunciar a destinação de emenda no valor de R$ 225.000,00 (duzentos e vinte e cinco mil reais) para a saúde do município de Cerro Corá.

O recurso foi solicitado pelo vereador ao deputado federal Benes Leocádio. O parlamentar de pronto atendeu a solicitação e destinou o montante para combate ao CORONAVÍRUS (COVID-19). Na indicação está sugerido a aquisição de uma ambulância Tipo A. A equipe técnica irá avaliar a possibilidade da aquisição.

Postado em 21 de julho de 2020 - 19:58h

0 comentário

Covid-19: Cerro Corá atinge nota máxima em transparência

Trabalhar com transparência é levar ao cidadão o conhecimento de tudo que a gestão faz, Durante a pandemia as equipes não pararam um minuto sequer nas ações e medidas de enfrentamento ao covid-19.

É por isso que a Prefeitura se orgulha em em fazer parte do ranking de 17 municípios que atingiram pontuação máxima (1300 pontos). no quesito de transparência com os gastos para conter o Coronavírus em Cerro Corá.

*ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO – PREFEITURA DE CERRO CORÁ/RN

Postado em 21 de julho de 2020 - 19:42h

0 comentário

MDB começa a definir as suas candidaturas a prefeito e vice no Seridó; Joãozinho como vice de Maciel, diz blog

Movimento Democrático Brasileiro (MDB), reforça a sua situação política na Região do Seridó do RN, com lançamento de candidatos a prefeito e vice na maioria dos Municípios nas eleições de 15 de novembro de 2020, conforme dados abaixo:

Acari – Candidato a Vice-Prefeito – José Ari Bezerra Dantas – Candidato a prefeito Fernando Bezerra do Solidariedade.

Caicó – Candidato a Prefeito -Robson Araujo – (reeleição) – Vice a definir

Carnaúba dos Dantas – Candidato a Prefeito – Gilson Dantas de Oliveira (reeleição) – Vice a definir.

Cerro Corá – Candidato a Vice-Prefeito – João Batista de Melo Filho – Candidato a Prefeito –  Maciel Freire – Republicanos

Cruzeta – Candidata a Vice-Prefeita – Elismária Catarina – Candidato a prefeito – Joaquim de Medeirinho do PSB

Florânia – Candidato a Vice-Prefeito – Claudio Pinheiro Silva – Candidato a Prefeito – Hélio Araújo do PSB

Ipueira – Candidato a Prefeito – Galego Paiva (reeleição) – Vice a definir

Jardim de Piranhas – Candidato a Prefeito – Rogério Soares – Vice a definir

Jardim do Seridó – Candidatos a prefeito e vice a definir

Jucurutu – Candidatos a prefeito e vice indefinidos

Lagoa Nova – Candidato a Prefeito – Luciano Santos – (reeleição) – Vice – Iranildo Aciole do PSDB

Parelhas – Candidato a Prefeito – Alexandre Dantas – (reeleição) – Vice – Professor Parcélio do PT

São João do Sabugi – Pesquisa definirá o candidato a prefeito entre Aníbal Pereira e Lydice Araújo.

São José do Seridó – Candidato a Prefeito – Jackson Dantas – Vice – Ricardo Benedito de Medeiros Neto – PSDB

São Vicente – Candidata a Prefeita – Jane Maria Medeiros – Vice a definir

Serra Negra do Norte – Candidato a Vice-Prefeito – João Enéas de Almeida – Candidato a Prefeito – Sérgio Medeiros do PSDB (reeleição)

Timbaúba dos Batistas – Candidato a Prefeito – Pedro Clécio dos Santos – Vice – Cleiton de Araújo Cruz.

*Fonte: Robson Pires

Postado em 21 de julho de 2020 - 16:43h

0 comentário

“Autoridade na rua é o guarda, não o desembargador”, diz ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal

O ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal, disse à coluna que ficou “estarrecido” com a carteirada que o desembargador paulista Eduardo Siqueira tentou aplicar no guarda municipal da cidade de Santos Cícero Hilário Neto. “A autoridade na rua é o guarda, não o desembargador”, disse o ministro. Para ele, o caso exige a punição do magistrado.

“Somos autoridades no tribunal, com a capa nas costas. Na rua, somos cidadãos”, declarou Marco Aurélio, antes de relatar um episódio que ele próprio viveu, há cerca de um ano. Retornava de um show musical. Estava com sua mulher, a desembargadora Sandra De Santis Mendes de Farias Mello, do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios.

“Fomos parados por uma patrulha de trânsito, na entrada da minha quadra. O guarda me reconheceu. Disse: ‘Ministro, o senhor me perdoe, mas poderia me passar os seus documentos?’ Atendi imediatamente. Ele perguntou: ‘O senhor se importa de soprar o bafômetro, ministro?’ Eu disse a ele: Cumpra o seu dever. Não me ocorreu dar nenhuma carteirada. Ali, eu era um cidadão. A autoridade era o guarda de trânsito.”

Na cena em que humilhou o guarda Cícero Hilário, chamando-o de “analfabeto”, o desembargador Eduardo Siqueira declarou que “decreto não é lei.” Por isso, decidiu descumprir o decreto municipal que tornou obrigatório o uso de máscara em Santos. Marco Aurélio discordou: “O decreto municipal precisa ser observado.”

O ministro leu o artigo 23 da Constituição, que estabelece o que “é competência comum da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios.” Há uma lista com 12 itens. No segundo, lê-se o seguinte: “Cuidar da saúde e assistência pública…”.

Em abril, o plenário do Supremo decidiu que, além do governo federal, estados e municípios têm poder para determinar regras sanitárias de combate ao coronavírus —do isolamento social ao uso de máscara, passando por interrupção de atividades comerciais não essenciais e suspensão do funcionamento de escolas.

“O que consta da Constituição Federal é que cabe aos três níveis da federação —municipal, estadual e federal— a tomada de providências”, disse Marco Aurélio. “E essas providências podem ser formalizadas mediante decreto.”

Marco Aurélio disse que espera por uma punição do desembargador. Avalia que o comportamento inadequado do magistrado não prejudicou apenas os guardas municipais de Santos. “Atinge a todos nós do Judiciário”, afirmou o ministro. Para ele cabe ao Órgão Especial do Tribunal de Justiça de São Paulo punir Eduardo Siqueira.

Previsto no regimento interno do tribunal, o Órgão Especial é composto pelo presidente da Corte, Geraldo Francisco Pinheiro Franco, e mais 24 desembargadores —12 escolhidos entre os mais antigos, e 12 eleitos. Marco Aurélio estranhou que o corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, tenha determinado que o TJ de São Paulo envie para o CNJ o procedimento aberto contra o desembargador da carteirada.

“Essa avocação me causou espécie”, disse Marco Aurélio. “O corregedor pode avocar se houver omissão do Tribunal de Justiça. A menos que se considere que o Órgão Especial não teria isenção para julgar um membro do próprio tribunal.”

O ministro disse ter conversado com “um colega desembargador” que conhece Eduardo Siqueira. “Ele é tido como um sujeito complicado. O Órgão Especial já esteve para afastá-lo. Mas acabou não tomando a iniciativa. Talvez tenha claudicado. O passado desse rapaz não o recomenda. Se é que podemos considerá-lo rapaz… Pela falta de juízo, talvez.”

*Josias de Souza – UOL

Postado em 21 de julho de 2020 - 15:44h

0 comentário

Foto: Jornal de Brasília

O presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Pedro Guimarães, afirmou nesta terça-feira (21) que ‘centenas de milhares’ de contas poupança digital do banco, movimentadas pelo Caixa Tem e usadas para o crédito do Auxílio Emergencial, foram suspensas por suspeita de fraude.

“Todos os bloqueios são suspeita de fraude”, afirmou Guimarães em entrevista ao portal InfoMoney. “Suspendemos centenas de milhares de contas sim, e nesse momento as pessoas podem pedir o desbloqueio”.

De acordo com o executivo, as pessoas que tiveram a conta bloqueada terão que comparecer a uma agência da Caixa e comprovar sua identidade. “Quando a pessoa vai à agência e mostra que é ela mesma, nós liberamos rapidamente. Se ela não for, ficará sim bloqueado, porque essa questão de fraude nesse momento de pandemia é inaceitável”, disse.

Guimarães apontou que a origem de fraude se deu no início dos cadastramentos do Auxílio Emergencial. De acordo com ele, como muitas pessoas não possuíam celular, a Caixa permitiu que um celular abrisse mais de uma conta, o que foi o “cerne da fraude”.

“Temos as provas de que a grande maioria foram utilizadas por hackers. Mas algumas pessoas são pessoas honestas que foram penalizadas”, afirmou.

Ele apontou, no entanto, que os responsáveis já foram identificados, “e rapidamente serão penalizados”.

O G1 questionou a Caixa sobre o número exato de contas bloqueadas por suspeita de fraude e sobre os procedimentos para desbloqueio, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

Reclamações

Beneficiários do Auxílio Emergencial e do saque emergencial do FGTS estão relatando dificuldades para acessar os recursos por meio do aplicativo Caixa Tem. Nas redes sociais, há relatos de pessoas que não estão conseguindo acessar o Caixa Tem, seja para usar o dinheiro do auxílio emergencial ou do FGTS, seja para acessar o saldo, e falam ainda da demora para concluir uma simples transação de compra usando o próprio app. E que a fila virtual de acesso persiste.

Volume grande de acessos

Na segunda-feira (20), a Caixa informou ao G1 que, devido ao grande volume de acessos simultâneos nesta segunda-feira com o pagamento do Fundo de Garantia para os nascidos em abril, o aplicativo FGTS apresentou intermitência no início da manhã, mas já voltou a ficar estável. “Os recursos disponíveis aos trabalhadores com direito ao saque emergencial de até R$ 1.045 seguiram podendo ser consultados normalmente no aplicativo Caixa Tem e no site fgts.caixa.gov.br”, afirmou em nota.

O banco afirma que tem feito melhorias contínuas no Caixa Tem, otimizando soluções e infraestrutura para melhor atender a todos os brasileiros, e que houve diminuição no tempo médio de espera virtual para acessar o aplicativo para cerca de 5 minutos. Caso o usuário não consiga visualizar o saldo de sua conta, a orientação é procurar uma agência da Caixa para atualização cadastral.

O app Caixa Tem foi criado para os beneficiários do Auxílio Emergencial sem conta em banco poderem ter o pagamento do benefício, por meio da poupança social digital. Depois o acesso foi estendido para todos os beneficiários, mesmo aqueles com conta bancária, para que pudessem receber o Auxílio em um primeiro momento, para fazer compras e pagamentos, até o saque ser autorizado.

Os problemas relatados com o aplicativo Caixa Tem começaram ainda no mês passado, quando a Caixa Econômica Federal incluiu o pagamento do FGTS no app que dá acesso ao uso da poupança social digital.

Atualização

No último dia 7, a Caixa Econômica Federal anunciou uma atualização no aplicativo Caixa TEM para corrigir falhas na ferramenta. O banco afirmou à época que havia aumentado para 72 horas o período de sessão do aplicativo nesta nova atualização, o que fez com que o usuário não precisasse entrar novamente na fila de acesso para uma nova operação.

BG com informações do G1

Postado em 21 de julho de 2020 - 15:39h

0 comentário

Vacina do Butantan/China poderá estar disponível no início de 2021 e mira 120 milhões de brasileiros

Foto: Divulgação

O presidente do Instituto Butantan, Dimas Covas, afirmou nesta segunda-feira (20) que a vacina Coronavac, desenvolvida a partir de uma parceria entre o governo de São Paulo e um laboratório chinês, pode chegar aos brasileiros no início de 2021. “Poderemos ter essa vacina disponível no início do próximo ano”, afirmou o médico infectologista.

Segundo ele, inicialmente estão previstas 120 milhões de doses que poderão ser utilizadas para vacinar 60 milhões de brasileiros. “Estamos aprendendo importantes lições com essa pandemia. Já tivemos, no passado, outras epidemias com o coronavírus. A China já tinha experiência com o desenvolvimento anterior de uma vacina para a Sars, mas não chegou a ser concluído. Por isso, temos que completar esse processo. Esta vacina poderá ser útil para essa epidemia e outras que possam surgir”, exlicou Covas.

“Qualquer vacina que seja provada eficaz é válida, melhor se tivessemos duas ou três disponíveis. É natural imaginar dois grupos principais como eventuais prioritários para receber a vacina, são eles: pessoas com doenças mais graves e grupos responsáveis pela manutenção do vírus em comunidades”, explicou Esper Kallas, médico e professor da USP.

Dimas e Kallas explicaram ainda as diferenças entre as tecnologias utilizadas para o desenvolvimento das vacinas Coronavac e a de Oxford. “A Coronavac utiliza uma tecnologia tradicional já utilizada contra a raiva e contra a dengue. A tecnologia utilizada no desenvolvimento da vacina de Oxford é nova e poderá ser uma evolução na tecnologia de produção de vacina. Mas o processo produtivo deve ser validado por estudos”, afirmou Covas.

*R7

Postado em 20 de julho de 2020 - 19:15h

0 comentário

Estudo da Fiocruz destaca RN em 1º lugar no país no número de queda de casos em média diária por covid-19 e 2º por óbitos em tendência de queda

Foto: © Erasmo Salomão/MS

As tendências de incidência e mortalidade por covid-19 no Brasil se estabilizaram em patamares altos, avalia o último Boletim Observatório Covid-19, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), divulgado nesta segunda-feira (20). O estudo é referente ao período de 28 de junho a 11 de julho, que corresponde às semanas epidemiológicas 27 e 28.

A estabilização das tendências a nível nacional é resultado de movimentos de avanço ou recuo da pandemia nas unidade da federação, mostra a pesquisa. No caso da média diária de registro de casos, houve quedas no Rio Grande do Norte (-12,3%), Roraima (-9,3%), Rondônia (-8,4%), Rio de Janeiro (-5,3%), Espírito Santo (-3,7%) e mais 10 estados. Por outro lado, a média cresceu no Mato Grosso (+4,1%), Santa Catarina (+3,7%), Amazonas (+1,9%), Rio Grande do Sul (+1,8%), Goiás (+1,7%) e outros sete estados.

Apesar da queda, Roraima continua a ser o estado com a maior taxa de incidência, seguido por Distrito Federal e Sergipe. Em termos regionais, o Sul e o Centro-Oeste apresentaram tendência geral de aumento no número de casos, com os destaques de Santa Catarina e Mato Grosso, respectivamente.

Em relação à mortalidade, o maior aumento no período foi registrado no Tocantins, onde a média diária de óbitos cresceu 5,3% nas últimas duas semanas. Outros estados com aumentos mais expressivos são Distrito Federal (+4,5%) Rio Grande do Sul (+4,3%), Santa Catarina (+3,9%), Minas Gerais (+3,9%) e Paraná (+3,4%). Ao todo, 13 unidades da federação tiveram aumento na taxa de mortalidade nas últimas duas semanas epidemiológicas.

Por outro lado, há tendência de queda de mortalidade em Roraima (-12,1%), Rio Grande do Norte (-7,7%), Pará (-2,9%), Rio de Janeiro (-1,9%), Espírito Santo (-1,9%) e mais nove estados.

O boletim também traz dados sobre a média móvel de incidência de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), complicação comum em casos mais severos de doenças respiratórias, incluindo a covid-19. A incidência por 100 mil habitantes é considerada muito alta para todas as unidades da federação, sendo a média nacional de 9,7 casos por 100 mil pessoas.

As regiões Sudeste e Centro-Oeste estão acima da média do país, com 11,5 e 11 casos por 100 mil habitantes. Já o Sul (8,5), o Nordeste (7,0) e o Norte (5,6) têm incidência menor que a média brasileira, de 9,7.

Com 19,3 casos/100 mil, o Distrito Federal tem a maior incidência do país, seguido por Alagoas (17,8/100 mil) e São Paulo (13,4/100 mil). As menores taxas são do Maranhão (2,5) e do Espírito Santo (2,9).

Leitos

Um indicador para avaliar a capacidade do sistema de saúde em responder à pandemia é a disponibilidade de leitos de unidades de terapia intensiva (UTI) para adultos a cada 10 mil habitantes. O Brasil tem, em média, 0,9 leito de UTI para adultos com covid-19 para cada 10 mil habitantes. A taxa chega a 1,5 no Espírito Santo, e fica em apenas 0,4 no Tocantins.

Os dados sobre os leitos foram obtidos a partir de consulta ao Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde no dia 13 de julho deste ano.

Já a ocupação desses leitos foi calculada principalmente com dados do Sistema Único de Saúde, informados pelas secretarias estaduais.

Segundo a Fiocruz, o Mato Grosso estava na situação mais grave, com 93,1% dos leitos ocupados. Também ficaram com ao menos 80% de ocupação Goiás (84%), Distrito Federal (81%) e Bahia (80%). As menores ocupações estavam no Acre (28%), Amapá (30%) e Paraná (39,3%).

O estudo ressalta que “seria importante também obter números sobre a quantidade de testes disponíveis por unidade da federação, testes usados e testes positivos”. Segundo a Fiocruz, esses números não têm sido disponibilizados pelos estados e municípios de forma rotineira.

*Agência Brasil

Postado em 20 de julho de 2020 - 19:13h

0 comentário

Com R$ 6 bilhões do Fundeb, Governo Federal quer criar um voucher (vale) de R$ 250 por mês para que crianças tenham acesso a creches no setor privado

Foto: Pablo Jacob / Agência O Globo

O governo federal quer criar um voucher (vale) de R$ 250 por mês para que crianças tenham acesso a creches no setor privado. A medida teria custo de R$ 6 bilhões por ano e seria bancada com recursos do Fundeb, fundo de financiamento da educação básica do país cuja prorrogação está em discussão pelo Congresso.

O plano do Ministério da Economia é pagar esse valor ao beneficiário do Renda Brasil, programa que o governo desenha para substituir o Bolsa Família.

A mudança no escopo do Fundeb para permitir o pagamentos dos valores foi incluída na proposta do governo para reformulação do fundo, apresentada no último sábado. Esse é um dos pontos mais polêmicos do texto do governo, proposto nas vésperas da votação do texto na Câmara.

O fundo é composto pelos impostos de estados e municípios e, atualmente, a União arca com 10% do montante para complementar o valor destinado a estados que não alcançam um valor mínimo por aluno.

A proposta do governo aumenta sua complementação para 15% de maneira gradativa, e destina 5% para o novo programa social (o equivalente a R$ 6 bilhões ). Os deputados querem ampliar a complementação para 20%.

O governo chegou a marcar uma entrevista para esta tarde, para apresentar sua proposta para o Fundeb, mas depois cancelou. Técnicos do Ministério da Economia discutem com o Palácio do Planalto possíveis alterações no texto, mas insistem em manter a vinculação de recursos para o voucher.

A estimativa dos técnicos da Economia é que o déficit de vagas para crianças de 0 a 3 anos dentro da faixa a ser atendida pelo Renda Brasil é de 2 milhões, já descontadas as famílias desse universo cujos filhos não estão em creche por opção. Segundo esses técnicos, o valor de R$ 6 bilhões seria suficiente para bancar o voucher para a creche e atender 2 milhões de pessoas.

De acordo com uma fonte, o plano faz parte de um dos quatro pilares que estão sustentando o Renda Brasil. A medida viabiliza, por exemplo, que mães de famílias pobres não sejam prejudicadas no mercado de trabalho.

‘Drible’ no teto de gastos

A ideia não envolveria a construção de creches públicas. Na visão da equipe, a concessão de vouchers seria mais eficiente porque permitiria que as famílias escolhessem os estabelecimentos em que querem matricular as crianças. Assim, seria possível aproveitar a estrutura de instituições já estabelecidas, como creches privadas e até igrejas.

O Ministério da Economia avalia também que é mais eficiente transferir recursos diretamente para as famílias, pois isso seria um incentivo a manter as crianças e os jovens na escola.

A inclusão da proposta de assistência social no Fundeb também é uma maneira de o governo tirar parte do Renda Brasil da regra do teto de gastos. Essa regra limita o acréscimo das despesas da União à inflação do ano anterior.

O Fundeb, porém, sempre esteve fora do teto. Ao colocar o vale creche no Fundeb, o governo dribla o teto de gastos e facilita a implantação do programa sem as amarras dessa regra fiscal.

*O Globo

Postado em 20 de julho de 2020 - 18:20h

0 comentário

Grande Natal volta a registrar longas filas para saque do auxílio emergencial

Foto: Quezia Oliveira/Inter TV Cabugi

O portal G1-RN destacou nesta segunda-feira(20) que dezenas de pessoas se aglomeraram na frente da agência da Caixa Econômica Federal de Parnamirim, na Região Metropolitana de Natal. O pagamento da 4ª parcela do auxílio emergencial de R$ 600 liberado pelo governo federal começou nesta segunda-feira (20) para 1,9 milhão beneficiários do Bolsa Família.

Além da Caixa, outros bancos e casas lotéricas também registraram aglomerações na cidade. As longas filas nos terminais também foram registradas por diversos dias durante o pagamento das parcelas anteriores do auxílio de R$ 600 em outras agências do RN. Em São Gonçalo do Amarante, a fila chegou a dar a volta no quarteirão. Na capital não foi diferente, com a agência do Alecrim, na Zona Leste, na Avenida Presidente Bandeira, com longas filas para sacar o auxílio e também para tirar dúvidas sobre o benefício.

Veja mais detalhes e fotos AQUI em reportagem na íntegra.

Postado em 20 de julho de 2020 - 14:04h

0 comentário

Natal: Novas imagens mostram Ponta Negra lotada e pessoas tirando onda e sem máscara “é o carnaval da praia de Ponta Negra em plena pandemia”

AS IMAGENS SÃO DO AGORA RN

Um novo vídeo que circula desde a madrugada desta segunda, mostra o calçadão da praia de Ponta Negra lotada e com praticamente todas as pessoas sem máscara.

O vídeo é do do final da tarde deste domingo e mostra uma aglomeração impressionante, pessoas curtindo e até tirando onda com quem filmava.

Nas imagens, o homem que filma ainda diz de forma irônica mostrando a irresponsabilidade da população “é o carnaval da praia de Ponta Negra em plena pandemia”. As imagens ainda mostra um principio de confusão.

*BG

Postado em 20 de julho de 2020 - 6:46h

0 comentário

Rússia anuncia êxito em testes de vacina contra covid-19 “voluntários recebeu alta nesta segunda-feira”

A Rússia anunciou nesta segunda-feira (20/07) ter concluído com sucesso a fase de ensaios clínicos de uma vacina contra a covid-19. Os testes foram realizados no Hospital Militar Central Burdenko, em Moscou, em conjunto com o Centro Nacional de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya.

Em comunicado, o Ministério da Defesa russo afirmou que o segundo grupo de voluntários recebeu alta nesta segunda-feira. As autoridades também anunciaram que “os resultados das análises mostram de forma inequívoca que todos os voluntários desenvolveram uma resposta imunitária como resultado da vacina” e que ela não provocou “complicações” ou “reações indesejadas”.

Os voluntários foram vacinados em 23 de junho e serão submetidos em 4 de agosto a uma nova série de análises de controle para confirmação dos resultados e inocuidade da vacina. Segundo o Ministério da Defesa, os ensaios clínicos foram realizados “em concordância com a metodologia científica e com a legislação em vigor, sem encurtar os prazos da investigação para que sejam evitados riscos posteriores”.

Na quinta-feira passada, Reino Unido, Estados Unidos e Canadá acusaram o país de tentar roubar informações de pesquisadores que procuram uma vacina contra a covid-19. As três nações alegaram que o grupo de hackers APT29  – também conhecido como Cozy Bear e The Dukes e que “quase certamente atua como parte do serviço de inteligência russo” – atacou instituições de pesquisa acadêmicas e farmacêuticas envolvidas no desenvolvimento de uma vacina contra o novo coronavírus. Não foi informado se alguma informação foi realmente roubada.

O Cozy Bear foi identificado por Washington como um dos dois grupos de hackers ligados ao governo russo que invadiu a rede de computadores do comitê nacional do Partido Democrata e roubou e-mails antes das eleições presidenciais de 2016.

A Rússia registra oficialmente mais de 770 mil casos de covid-19 e mais de 12 mil mortes em decorrência da doença. Em todo o mundo, já foram registrados mais de 14,5 milhões de infecções e mais de 606 mil óbitos, segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins. Mais de 210 países e territórios registraram infecções desde o primeiro caso reportado na China, em dezembro de 2019, de acordo com a agência de notícias Reuters.

A rápida propagação da doença fez diversos países acelerarem estudos sobre uma vacina capaz de conter o novo coronavírus, chamado de Sars-Cov-2. Pesquisadores de todo o mundo correm contra o tempo para tentar concluir em poucos meses etapas de testes normalmente desenvolvidas ao longo de anos. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), no total, existem no mundo 160 iniciativas para desenvolver uma vacina.

*DW BRASIL

Postado em 20 de julho de 2020 - 6:43h

0 comentário

Três homens são mortos a tiros dentro de casa em Parnamirim

Três homens foram mortos a tiros na noite deste sábado (18) dentro de uma casa em Parnamirim, na Grande Natal. A Polícia Militar foi acionada por volta das 22 horas.

Duas das vítimas estavam dentro de casa e uma do lado de fora quando homens armados e encapuzados chegaram ao local atirando.

Todas as vítimas foram baleadas na cabeça. Ainda não se sabe a motivação do crime. O caso será investigado pela Polícia Civil.

*Jair Sampaio/G1

Postado em 19 de julho de 2020 - 22:20h

0 comentário

Cerro Corá: Prefeita Graça rebate acusações de ex-prefeito: “Não passam de mentiras”

A prefeita de Cerro Corá,  Maria das Graças Oliveira (PSD) rebate as acusações do ex-prefeito Raimundo Marcelino Borges a respeito de “negociata” no episódio da reprovação das contas da gestão dele em 2009. “Não passa de uma mentira”, disse a chefe do Executivo.

Graça Oliveira disse que  os cinco vereadores que votaram contra a aprovação  das contas do ex-prefeito “analisaram juntamente com o jurídico e um contador e votaram pelo  que é certo”.

A prefeita respondeu,  incisivamente,  que os vereadores “têm postura, não são mercadoria para venda, também não é nosso costume fazer este tipo de coisa”.

*cerrocoranews

Postado em 19 de julho de 2020 - 22:03h

0 comentário