27 de julho de 2017

Dupla morre após trocar tiros com a polícia no Litoral Norte do RN

Dois homens morreram nesta quinta-feira (27) depois de entrar em confronto com a polícia na Praia de Muriu, no Litoral Norte potiguar. Segundo a Polícia Militar, eles havia cometido um roubo na noite desta quarta (26) e fugido. O Comando de Policiamento Metropolitano (CPM) da PM informou que o assalto aconteceu em Extremoz, na Grande Natal. “Eram três suspeitos. Depois de roubarem um comércio, eles ainda tentaram fazer um arrastão a uma residência”, complementa o tenente-coronel Zacarias Mendonça, comandante do CPM. Durante a fuga, um dos três foi preso e disse aos policiais que os comparsas haviam fugido para Muriu. 

Os dois estariam escondidos em uma região de mata no caminho da praia. Ainda de acordo com o tenente-coronel Mendonça, a guarnição da PM encontrou com os fugitivos na estrada já na madrugada desta quinta-feira (27). “Eles estavam em uma moto e atiraram contra os policiais. 

Houve troca de tiros e os dois acabaram morrendo”, finaliza Mendonça. Informações iniciais coletadas pela polícia dão conta de que um dos mortos é um homem suspeito de participação na morte do ex-PM Dank Biank do Nascimento. Biank foi assassinado a tiros no ano de 2015, na Zona Norte de Natal. 

 *Fonte: G1 RN

Prefeita de Cerro Corá acompanha inicio da obra de asfaltamento da Av. São João

Pavimentação asfáltica da Av. São João, no centro da cidade, foi iniciada na manhã dessa quinta-feira. 

Em contato com a nossa reportagem a prefeita Graça Oliveira, disse que é com grande satisfação e alegria que veio pessoalmente acompanhar o inicio dessa importante obra, sonho antigo dos moradores da referida Avenida, como também de toda cidade, e com a parceria da prefeitura e a empresa Gestamp, o sonho está sendo realizado.

Mulher flagra conversa do marido com outra no WhatsApp e divulga em panfletos

Uma conversa no WhatsApp virou caso de polícia, em Apucarana, interior do Paraná. Segundo a Polícia Civil, uma mulher flagrou o diálogo do marido com outra no aplicativo de mensagens instantâneas e decidiu se vingar. Ela imprimiu a troca de palavras em panfletos e os distribuiu pela cidade, com o título: “Procura-se um marido”. 

De acordo com o delegado-chefe da 17ª Subdivisão Policial (SDP), José Aparecido Jacovós, a esposa ficou irritada após ver que outra mulher estava interessada em seu marido, fez prints da conversa e mandou confeccionar panfletos. Para que a outra mulher soubesse, o material foi distribuído em frente ao emprego da rival, que procurou a delegacia e registrou um boletim por difamação: – A mulher queria difamar a concorrente. Essas pessoas acham que é a polícia tem a obrigação de resolver esse tipo de situação. 

Encaminhamos esse caso para o Juizado Especial Criminal. Virou uma verdadeira lavação de roupa suja – conta o delegado, acrescentando que a acusação é contra a mulher que imprimiu os panfletos. Jacovós destaca que, apesar da confusão, a polícia está centrada na resolução de crimes de maior potencial ofensivo. – A cidade tem 130 mil habitantes. Temos muito o que fazer aqui. 

As pessoas expõem conversas, mandam nudes e depois chamam a polícia para resolver – lamenta o delegado. Segundo ele, a mulher vai responder por termo circunstanciado de infração penal, já encaminhado à Justiça, e as partes serão convocadas para uma audiência. O Ministério Público pode propor o pagamento de cesta básica ou serviço comunitário para a mulher que divulgou as conversas. – Isso na parte criminal. Na cível, a parte prejudicada pode entrar com ação de indenização por danos morais. Ou seja, a titular, que chegou a ir na delegacia e confessou o que fez, pode ter que pagar uma indenização para a suposta amante. O marido será apenas uma testemunha.

*Extra – O Globo

Decreto antecipa feira livre de Cerro Corá no Festival de Inverno

Para conter gastos, governo estuda adiar aumentos previstos para 2018 e acabar com abono salarial

A equipe econômica estuda adiar reajustes salariais do funcionalismo público para conseguir fechar as contas de 2018. A medida, polêmica, faz parte de um conjunto de ações de contenção de gastos que estão sobre a mesa para que se consiga realizar a meta fiscal do ano que vem, de déficit primário de R$ 129 bilhões. Outra medida que está sendo avaliada para retomar o equilíbrio fiscal é a extinção do abono salarial. Segundo integrantes do governo, os aumentos dos servidores, previstos para janeiro, podem ser jogados para o segundo semestre. O governo ainda não bateu o martelo sobre quais categorias entrariam na lista de adiamentos de reajuste, mas boa parte dos funcionários públicos tem aumentos programados para 2018 e pode entrar nessa conta. 

Uma medida provisória (MP) aprovada em julho, por exemplo, traz oito carreiras que receberiam uma segunda parcela do reajuste no ano que vem. Estão nessa lista perito médico previdenciário, auditor fiscal da Receita e do Trabalho, carreira de infraestrutura, diplomata, oficial e assistente de chancelaria e policial civil dos ex-territórios. O Ministério do Planejamento não informou qual o potencial de abrangência dos adiamentos. Mas dados da pasta mostram que os reajustes concedidos a partir de 2016 contemplaram 1,1 milhão de servidores. A economia, em 2018, seria de R$ 7,123 bilhões. No ano passado, o impacto dos aumentos foi de R$ 3,034 bilhões e, este ano, de R$ 12,397 bilhões. Já a previsão para 2019 é de R$ 7,624 bilhões em reajustes. 

Técnicos do governo explicaram que o adiamento dessas despesas ajuda no fechamento das contas porque, ao jogar os desembolsos para o segundo semestre, o governo ganha um alívio de seis meses em seu Orçamento. Um dos argumentos usados pelos defensores da medida é que os reajustes negociados foram de 5,5%, em média, para repor perdas com a inflação. No entanto, agora, os índices de preços estão em torno de 3% e, portanto, não haveria perdas reais para os trabalhadores com esse adiamento. 

A secretária do Tesouro Nacional, Ana Paula Vescovi, admitiu que o governo precisa rever despesas obrigatórias para fechar as contas não apenas de 2017, mas de 2018. Por isso, ela afirmou que existe a possibilidade de adiamento de reajustes. Segundo Ana Paula, a discussão ainda é preliminar, mas uma possibilidade seria rever o cronograma de pagamento de categorias que fecharam com o governo acordos de aumentos por um período de quatro anos. — No início de cada ano, é previsto um reajuste. Seria a postergação de um reajuste aprovado em lei. Poderia ser em alguns meses, por algum período — disse ela. 

*O GLOBO

Grave acidente foi registrado na BR-226 próximo a Currais Novos

Na noite dessa Quarta-Feira (26/7), um grave acidente foi registrado na BR-226, aproximadamente 10 quilômetros da cidade de Currais Novos, onde um veículo de passeio colidiu em um caminhão. 

 O condutor do veículo de passeio identificado como; Adailson Justino da Silva, 30 anos, residente em Natal, teria perdido o controle e colidido contra o caminhão. 

 O mesmo foi socorrido para o Hospital Regional Mariano Coelho onde se recupera do grave acidente. Outro passageiro do carro também foi socorrido e passa bem. 

*Adailson Carlos com J. Júnior

26 de julho de 2017

Depois de Henrique Alves, Rogério Marinho é o maior suspeito de trambicagem do RN, relata a Revista Congresso em Foco

O levantamento exclusivo da Revista Congresso em Foco mostrou que cerca de metade dos deputados e senadores da atual legislatura (2015-2018) responde a algum procedimento investigatório no Supremo Tribunal Federal (STF). Ao todo, são 238 parlamentares às voltas com a Justiça no âmbito do STF (leia abaixo quem são os investigados e as respostas enviadas à reportagem). 

Antes da publicação deste material, o site procurou cada um dos alvos de inquérito ou ação penal, para veiculação das respectivas manifestações na íntegra. O espaço está aberto para as explicações dos congressistas a qualquer tempo. 

O deputado saco preto, Rogério Marinho (PSDB): O relator da reforma trabalhista responde a cinco inquéritos (3386, 3026, 4168, 4474 e 4484), por corrupção, lavagem de dinheiro, crimes contra a ordem tributária, peculato e falsidade ideológica. 

O primeiro procedimento apura indícios de envolvimento do deputado com uma empresa terceirizada, em Natal, acusada pelo Ministério Público do Trabalho de coagir funcionários demitidos a renunciar às verbas rescisórias e a devolver a multa do FGTS.

*Fonte: *Blog do Primo

Áudio: Presidente do STTR Ana Maria fala na 104.9 FM sobre a adutora da Serra de Santana e convoca moradores para reunião dia 28


Pavimentação asfáltica da Av. São João começa nesta quinta dia 27

A prefeita de Cerro Corá, Graça Oliveira, recebeu a visita do Jovem Marcos Oliveira, representante da Empresa Eólica Gestamp e o Sr. José Maria Mendonça Diretor da Empresa Lino Construções, os mesmos comunicaram que nesta quinta-feira (27/07), inicia o Asfalto na Avenida São João e no Assentamento Santa Clara Vila "A".

A tiros, irmãos são executados dentro de casa em cidade da Grande Natal

Dois irmãos foram mortos a tiros na madrugada desta quarta-feira (26) no distrito de Mangabeira, em Macaíba, cidade da Grande Natal. Segundo a Polícia Militar, quatro homens invadiram a casa das vítimas dizendo que eram policiais civis. Eles estavam armados e encapuzados. O crime aconteceu na rua São Paulo. Os mortos foram identificados como Kerginaldo Silva de Oliveira, de 25 anos, e Klercios Silva de Oliveira, de 30. 

Ainda de acordo com a PM, a mãe deles estava em casa no momento em que foram assassinados, mas não foi ferida. Após os disparos, os bandidos fugiram. A PM ainda fez buscas pela região, mas não encontrou nenhum suspeito. 

*G1

25 de julho de 2017

CNMP manda demitir servidor que atirou contra três promotores de Justiça no RN

Guilherme Wanderley responde por tentativa de homicídio contra três promotores (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
O Plenário do Conselho Nacional do Ministério Público determinou, neste terça-feira (25), punir com demissão o técnico administrativo do Ministério Público do Rio Grande do Norte Guilherme Wanderley Lopes, que atirou em promotores de Justiça no estado. O crime aconteceu no dia 24 de março deste ano dentro da sede do MP, em Natal. Guilherme invadiu uma reunião da qual participavam o então procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis, o então procurador-geral adjunto de Justiça, Jovino Pereira, e o promotor de Justiça Wendell Beetoven Ribeiro Agra. Jovino e Wendell foram baleados. Ambos passaram por cirurgias. Já o atirador, que no dia seguinte aos atentados se apresentou à polícia, está atualmente internado no Hospital de Custódia de Natal, onde aguarda uma decisão da Justiça. No processo criminal, Guilherme responde por tentativa de homicídio qualificado. 

Na decisão tomada nesta terça, o conselheiro Walter Agra concluiu que “desferir tiros com arma de fogo, com intenção de matar, contra os superiores hierárquicos do Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte configura incontinência pública e escandalosa, insubordinação grave em serviço e ofensa física, em serviço, a servidor ou a particular. Essas faltas disciplinares são punidas com demissão, de acordo com os incisos V, VI e VII do artigo 143 da Lei Complementar nº 122/1994”. Agra destacou que ao longo da tramitação do processo, a defesa do servidor apresentou argumentos unicamente na tese da inimputabilidade do acusado, sem fazer considerações que contrariassem os fatos apresentados na portaria instaurada pela Corregedoria Nacional do MP. 

O conselheiro lembrou que, no dia 27 de junho, quando foi realizada a 12ª Sessão Ordinária de 2017 do CNMP, o Plenário julgou improcedente incidente de insanidade mental, instaurado a pedido da defesa, para verificar a consciência de Guilherme Lopes no momento da prática dos atos e avaliar a condição mental tempos depois. Nesse sentido, perícia realizada no dia 19 de maio, na sede do Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte, concluiu pela imputabilidade do servidor. 

A junta médica designada para avaliação do processado foi composta por três médicos efetivos do Ministério Público da União. De acordo com Agra, o laudo pericial contém dados considerados essenciais pela comunidade de psiquiatras, como a identificação, as condições do exame, o histórico e antecedentes, o exame clínico e o diagnóstico.

*G1 RN

Reunião tratou da estrada da produção

Nesta manhã dessa terça-feira, a Prefeita Graça Oliveira o Vice Prefeito Zeca Araújo e os Vereadores do Município de Cerro Corá, Maciel e Graça Santos, como também o Prefeito de Lagoa Nova Luciano Santos, estiveram reunidos com Munícipes da Serra de Santana, o objetivo foi esclarecimentos sobre as obras da Estrada RN 087, que liga os Municípios de Cerro Corá a Lagoa Nova.

 Tendo em vista a construção da Estrada de Produção, o interesse dos gestores de Cerro Corá e Lagoa Nova estão em busca constante por a liberação dos recursos que já estão assegurados pelo  governo do estado. 

A palestra foi dirigida por a Coordenadora do núcleo de gestão Social e a consultora do setor de engenharia do projeto governo cidadão (Nísia e Eleonora).

Ação de agentes penitenciários federais é prorrogada por mais 90 dias em Alcaçuz

O Ministério da Justiça prorrogou por mais 90 dias a presença da Força-Tarefa de Intervenção Penitenciária (FTIP) no Rio Grande do Norte. Os agentes foram enviados ao estado para atuar com foco na penitenciária de Alcaçuz, onde 26 detentos foram mortos em janeiro após uma rebelião motivada pela briga entre facções criminosas. 

A informação foi confirmada pelo Gabinete Civil do Governo do Estado. A permissão para permanência dos agentes federais vem após o vencimento da última prorrogação, publicada em 23 junho passado e com validade de 30 dias. Dessa maneira, o novo prazo de permanência passa a ser contado a partir do dia 23 de julho. 

Esses agentes penitenciários de outros estados têm treinamento especial para atuação em casos específicos como rebeliões, controle da população carcerária e intervenção em unidades prisionais. O trabalho desses profissionais será acompanhado pelo Departamento Penitenciário Nacional. 

Massacre em Alcaçuz 
No dia 14 de janeiro deste ano presos de uma facção criminosa conseguiram sair do Pavilhão 5 e mataram pelo menos 26 de uma facção inimiga que ficavam em outro Pavilhão, dando início a toda a crise vista em Alcaçuz. Durante esse período, os presos ficaram soltos dentro dos pavilhões e o resultado foi uma grande depredação das estruturas. No próprio Pavilhão 5 paredes foram quebradas e portas das celas foram arrancadas pelos presos.

*G1 RN

Prefeitura de Cerro Corá inicia perfuração de poços na zona rural

A Prefeita Graça Oliveira e o secretário de finanças Adevaldo Oliveira, acompanham de perto  as Perfurações de Poços na Zona Rural.
A prefeitura de Cerro Corá através da secretaria de agricultura meio ambiente e turismo, em parceria com o governo do estado do RN e com o apoio do deputado estadual Galeno Torquato e o deputado federal Fábio Faria, vem realizando ações de grande importância para o nosso município, uma das mais importantes é sanar a sede de nosso povo, principalmente no sertão, onde está sendo perfurados vários poços. 

Iniciando por Recanto, que fica a 34 km da cidade, (onde deu bastante água) e Várzea dos Evaristos (foi iniciado). Outras comunidades também serão beneficiadas com perfuração, são elas: Várzea dos Félix, Serra Preta, Serra da Rajada, Sitio São João e Araras. Serão sete comunidades beneficiadas com essas perfurações até o próximo sábado.



É a prefeitura Através da Secretaria de Agricultura, trabalhando para valer, com o objetivo de amenizar a situação da seca na zona rural. Isso é trabalho e zelo pelo homem do campo.

Pesquisa: Temer é reprovado por 94% dos brasileiros; entre presidenciáveis, Lula tem maior rejeição, com quase 70%

Noventa e quatro por cento dos brasileiros desaprovam a forma como o presidente Michel Temer (PMDB) atua no país e 95% acreditam que o Brasil está no rumo errado. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (25) e fazem parte da pesquisa Pulso Brasil, realizada mensalmente pela Ipsos Public Affairs desde 2005. O levantamento foi feito por meio de amostra probabilística e para isso entrevistou, entre os dias 1º e 14 de julho, 1.200 pessoas em 72 municípios brasileiros em todas as cinco regiões do país. A margem é de três pontos percentuais para mais ou para menos. 

A Ipsos é uma empresa internacional de pesquisa e de inteligência de mercado, presente em 88 países. Do total de entrevistados, 85% avaliam a gestão de Michel Temer como ruim ou péssima, sendo a pior avaliação desde que a série começou a ser feita. O descrédito com o rumo que o país está tomando também é o pior já verificado. “O levantamento confirma os altos índices de desaprovação do governo federal e do presidente Michel Temer. Identificamos que os efeitos da crise política e da delação premiada de Joesley Batista ainda se mantêm. Esse quadro tende a se manter nos próximos meses com a pauta do aumento de impostos e dos combustíveis”, comenta Danilo Cersosimo, diretor da Ipsos Public Affairs, responsável pelo Pulso Brasil. 

O nome de Temer também aparece junto a outros 32 nomes, entre políticos e personalidades públicas, na parte da pesquisa que foi intitulada de Barômetro Político. Nela, o entrevistador questionou o brasileiro se ele aprovava ou desaprovava a maneira como as pessoas dessa lista vinham atuando no Brasil. Apenas 3% da população aprova totalmente ou pouco a atuação de Michel Temer e 94% o desaprova completamente ou um pouco, segundo os termos da pesquisa. 

O presidente encabeça a lista quando se comparam os índices de reprovação das demais personalidades, sendo seguido no ranking pelo ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que teve apenas 1% de aprovação contra 93% de reprovação. O terceiro lugar ficou com o senador Aécio Neves (PSDB-MG), que teve 3% de aprovação contra 90% de reprovação. Entre os presidenciáveis, o nome do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva aparece na sessão “Avaliação de líderes” com 68% de desaprovação, contra 67% de Geraldo Alckmin, 59% de Marina Silva, 53% de Jair Bolsonaro, 45% de João Doria, 33% de Joaquim Barbosa, 28% de Sérgio Moro, entre outros nomes avaliados. 

*BG com informações do Jornal Floripa e UOL

Operação Luz: ‘Vai dar mer**; eu ouvi da boca do prefeito’, diz investigado

É destaque nesta terça-feira(25) no Ponto ID, no Portal No Ar, por Dinarte Assunção. 

Um diálogo interceptado entre dois investigados da Operação Luz expõe o nível de alerta a que a corrupção havia chegado na Secretaria Municipal de Serviços Urbanos. Na conversa, os investigados falam que o esquema ‘vai dar merda’, ao que um deles afirma que ouviu ‘da boca do prefeito’. 

 A conversa é de 21 de fevereiro deste ano. Nessa época, o titular da Semsur era Jerônimo Melo, apontado na conversa acima referida como alguém que “tem uma fome de Raniere multiplicada por dois”. Em entrevista coletiva nessa segunda-feira, promotores do Ministério Público afirmaram que não há evidências de que o prefeito participou do esquema. 

 Nesta terça-feira, a reportagem confirmou informação de bastidor de que o prefeito foi avisado do esquema na Semsur. Procurada, a assessoria de prefeito disse que não comentará informações em off. 

 Veja diálogo em texto na íntegra aqui

Cerro Corá: Conferencia Municipal de Assistencia Social

 A Prefeitura Municipal através da Secretaria de Assistência Social está promovendo a  X Conferência Municipal de Assistência Social, iniciou na noite de ontem (24). Destacamos a importância das conferências, uma vez que, são debatidas temáticas importantes que resultaram em melhorias e conquistas para garantia de direitos, além de ser um espaço democrático para discussão de metas que irão viabilizar a efetividade da política de Assistência Social.


 Estiveram presentes a prefeita e vice prefeito Graça Oliveira e Zeca Araújo, Secretários e demais autoridades.

Ex-Governador Lavoisier Maia é internado em Natal

O ex-governador do Rio Grande do Norte, Lavoisier Maia, de 88 anos, foi internado na manhã desta segunda-feira (24) no Hospital São Lucas, em Natal. Segundo o jornalista Ricardo Rosado, o "Lavô", como é mais conhecido, foi internado para tratar de uma virose. 

Lavô é médico e foi casado com a ex-governadora Wilma de Faria, falecida em junho, com quem teve dois filhos: Lauro Maia e Márcia Maia. Além de governador, o ex-político também ocupou cargos de Senador, deputado federal, deputado estadual.

*Ismael Sousa

Dupla é presa suspeita de latrocínio contra idoso em Apodi

Policiais militares de Apodi prenderam, nesta segunda-feira (24) na cidade, Izaías Oliveira Gomes de Lima, 18 anos, e Francisco Larisson da Silva Pereira, 21 anos, pelo latrocínio cometido através de uma facada contra Francisco das Chagas Filho, conhecido como “Chico das Confeiteiras”, 61 anos, na madrugada dessa segunda-feira (24) em Apodi. Anteriormente ao crime, a vítima estava trabalhando em uma festa, nesse domingo (23), vendendo produtos de confeitaria, e teria pedido ao dono de um bar localizado nas proximidades, para que dormisse no quintal do local, onde ficaria até o amanhecer. Durante a noite, Izaías e Francisco teriam pulado o muro do bar, onde o idoso estava dormindo, com o objetivo de roubar o mesmo. 

Através de denúncias anônimas, os policiais realizaram diligências e prenderam a dupla com os pertences da vítima, entre esses diversos produtos de confeitaria, e dinheiro, estando Francisco Larisson com marcas de sangue, o qual ele afirma ser da vítima. Em depoimento, ele confessa o latrocínio e detalha que decidiu cometer o crime, e desferir a faca contra o idoso, acreditando que ele teria bastante dinheiro, e de ter dividido o que encontrou no carrinho de confeitos e no bolso da vítima, com Izaías, o qual teria segurado a mesma para que ela fosse esfaqueada. 

Ainda segundo o autor intelectual do crime, após a ação, em que ele utilizou uma faca de cozinha levada de sua residência, seu comparsa e ele subtraíram R$ 80,00 reais, duas carteiras de cigarro, e pastilhas, os quais teriam sido divididos entre os dois. Izaías também confessa o latrocínio contra Francisco das Chagas. A dupla foi presa e conduzida a Delegacia de Apodi, onde foi autuada pelo crime de latrocínio, sendo encaminhada ao sistema prisional, onde ficará à disposição da Justiça.

*BG