O Comunicador

Bolsonaro não garante reajuste de 5% a funcionários públicos

O presidente Jair Bolsonaro (PL) disse nesta 5ª feira (19.mai.2022) que o reajuste salarial de 5% para os funcionários públicos ainda é incerto. “Não estou dizendo que vai acontecer”, declarou durante sua live semanal.

Em abril, o presidente se reuniu com o ministro da Economia Paulo Guedes e outros integrantes do governo para preparar reajuste para todos os funcionários públicos federais.

Segundo Bolsonaro, o governo não tem os recursos necessários para o reajuste de 5%, que deve equivaler a R$ 7 bilhões em cortes nos ministérios.

O chefe do Executivo destacou não ter como “ir além” e disse que, se tivesse de onde retirar os recursos, daria reajustes de 10%, 15% e 20%. “Estou no limite aqui”, acrescentou Bolsonaro.

Ele ainda reiterou que o orçamento é pequeno porque o país passa por um “momento difícil” devido à pandemia – que, de acordo com ele, reflete na inflação. Bolsonaro disse que vai esperar por uma próxima reunião com os presidentes dos sindicatos dos funcionários.

*Poder360

Postado em 20 de maio de 2022 - 6:25h

0 comentário