O Comunicador

Vítima de agressão, mulher comemora divórcio com bolo, gritos e até buzinaço

Buzinas, gritos, sons de latinhas batendo no asfalto e até bolo fizeram parte da comemoração de uma mulher ao se divorciar, na noite da última terça-feira (25), em Brasília. Dentro de um carro modelo Ford Ka preto, a motorista comemorava a liberdade adquirida recentemente. Nos vidros do veículo, há palavras escritas em rosa “Enfim, divorciada”. Vizinhos e curiosos aplaudiam toda a situação. As informações são do Metrópoles.

Foi logo após a notícia de que seu casamento de 36 anos e 8 meses tinha, enfim, acabado que Tânia Lacerda, de 55 anos, precisou “gritar ao mundo” sobre sua “libertação”.

“Precisava gritar para os quatro cantos do mundo que estava liberta de muita coisa que eu passei”, disse aos prantos.

Os curiosos não imaginam que a técnica de enfermagem aposentada do Hospital de Base aguentou ameaças, agressões e muito medo dentro de um relacionamento abusivo com o ex-marido. “Eu tinha muito medo do que poderia vir a me acontecer. Essa minha insegurança me levou por tantos anos. Escondi muitas coisas da minha própria família. Como eu me permiti que tanta coisa de ruim acontecesse comigo?”, questiona.

O vídeo, divulgado pela própria Tânia em seu perfil no Instagram, simboliza uma vitória contra o medo de tornar-se a próxima vítima de feminicídio no DF.

“Infelizmente, chegou num ponto que eu não queria que chegasse e isso me deu coragem. Ver casos de feminicídio [na mídia] também me deu forças para tomar essa atitude”, relata.

“Me considero uma vencedora, consegui me livrar de um karma de anos. Não da maneira que gostaria, mas me senti aliviada. Minha alegria foi tamanha que eu precisava dividir com o mundo, com quem não sabe quem eu sou, com quem não sabe da minha história”, comemora.

*Metrópoles

Postado em 28 de janeiro de 2022 - 12:23h

0 comentário