O Comunicador

Ela pediu para ser enterrada como ela é, diz amiga de trans sepultada de terno e bigode

Uma amiga de Alana — travesti que foi enterrada pela família “como homem cis gênero”, com terno, gravata e bigode — disse, em entrevista ao jornal O Globo, que ficou impressionada ao vê-la de uma maneira totalmente diferente do gênero que assumiu em vida.

“O que ela mais me pedia, mesmo antes de falecer ou de chegar a ir ao hospital, era para que eu cuidasse para que ela fosse enterrada como ela é, e não foi o que aconteceu”, disse a amiga, que também é uma mulher trans.

Alana foi enterrada na segunda-feira (11/10), em Aracaju, Sergipe. Ela tinha 30 anos, e lutava contra complicações de uma doença que atingiu os seus pulmões. A vereadora Linda Brasil (PSol) usou suas redes sociais para se posicionar sobre o assunto.

*Via Jair Sampaio

Postado em 14 de outubro de 2021 - 15:11h

0 comentário