O Comunicador

“Novinho” reivindica obras para desenvolver turismo cerrocoraense

Governadora Fátima Bezerra recebeu reivindicações de lideranças políticas de Cerro Corá

O prefeito de Cerro Corá, Raimundo Marcelino Borges (PSDB), “Novinho”, entregou à governadora Fátima Bezerra (PT) uma série de reivindicações, na tarde desta quarta-feira (1º), que incluiu a pavimentação asfáltica do trecho três quilômetros da rodovia estadual RN-042, que passa pelo centro da cidade, a partir do bairro Seridó, para sair no bairro Tancredo Neves, na saída para São Tomé.

Por determinação da chefe do Executivo do Estado, já na próxima semana técnicos do Departamento Estadual de Estradas e Rodagem (DER), deverão ir a Cerro Corá fazer os levantamentos iniciais da obra, vez que o prefeito “Novinho” acordou com o presidente da autarquia, Manoel Marques, o fechamento de uma cooperação técnica para o seu início e conclusão ainda este ano. Raimundo M. Borges explicou à governadora do Estado que depois do fim das obras de saneamento básico do perímetro urbano, as Ruas Gracindo Deitado, Benvenuto Pereira e Vivaldo Pereira, sofreram desnivelamento do pavimento a paralelepípedo e entende que a pavimentação a asfalto trará mais segurança e comodidade ao trânsito de veículos.

O prefeito “Novinho” ainda apresentou projetos na área de turismo, como a preservação ambiental das nascentes do rio Potengi, que, segundo a governadora, estará integrado a um projeto mais amplo de desenvolvimento do turismo no Rio Grande do Norte, que inclui a entrega do Museu da Rampa em Natal. “Uma coisa puxa a outra, quanto mais atrativo ter em Natal, significa atrair mais turistas para a capital, porque para o turista ir para interior, tem de passar primeiro por aqui”, exemplificou a governadora, que destacou a importância do zoneamento das nascentes do Potengi para o turismo ecológico. 

Já o coordenador municipal de Turismo, João Marcelo Pereira, explicou que o zoneamento do entorno das nascentes do rio Potengi, na aba da Serra de Santana e que desagua no açude Elóy de Souza, “é uma ação que vem sendo planejada desde 2006, mas ainda não saiu do papel”. Raimundo Marcelino Borges estava acompanhado do vice-prefeito Emanoel Gomes e dos vereadores Breno Bezerra, João Maria Alexandre, José Gomes, Felipe Silva e outras lideranças locais.

Também estavam presentes, além do diretor do DER, Manoel Dantas; o diretor-geral do Instituto de Gestão de Águas do RN (Igarn), Auricélio Costa; diretor-técnico do Idema, Werner Farkatt; secretária adjunta do Gabinete Civil, Socorro Batista; coordenador de Meio Ambiente da Semarh, Robson Silva.

*cerrocoranews

Postado em 2 de setembro de 2021 - 7:31h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *