O Comunicador

Cidade Alta, Natal: Pessoas formam fila já no início da manhã porque número de refeições é insuficiente

O Blog do BG tem mostrado nos últimos dias a situação dos Restaurantes Populares no RN. Apesar do Governo do Estado e a Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (SETHAS) negarem através de nota a existência de problemas, uma reportagem da InterTV veiculada nesta quarta-feira (1º) mostrou a realidade caótica já descrita aqui mesmo neste espaço.

Pessoas reclamando que não há refeições suficientes para atender a demanda e formando filas em frente aos restaurantes cada vez mais cedo para não ter risco de ficar sem a refeição. A matéria mostra que pessoas de Parnamirim, Rocas, Mãe Luíza, por exemplo, procuram o Restaurante Popular da Cidade Alta.

Cada pessoa pode levar no máximo duas refeições e muitas pessoas garantem com isso o almoço e a janta do dia. Os relatos são de que há até brigas nas filas e bastante reclamação com as funcionárias quando a quantidade de refeições não atende a demanda diária. A funcionária relata na reportagem que são 720 refeições por dia, mas que deveriam ser pelo menos 1.000 para dar conta.

Postado em 1 de setembro de 2021 - 20:10h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *