O Comunicador

Fiocruz diz que RN está em ‘alerta crítico’ na lotação de UTIs

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) divulgou nesta terça-feira (9) edição extraordinária do boletim que acompanha a lotação de UTIs no país durante a pandemia de Covid-19: segundo o documento, os índices de ocupação fazem 20 unidades da federação serem classificadas na “zona de alerta crítico”, sendo que 13 unidades, incluindo o Rio Grande do Norte, têm 90% de ocupação.

Na classificação da Fiocruz, as taxas de ocupação são classificadas em zona de alerta crítico (vermelho) quando iguais ou superiores a 80%, em zona de alerta intermediário (amarelo) quando iguais ou superiores a 60% e inferiores a 80%, e fora de zona de alerta (verde) quando inferiores a 60%.

Estados com mais de 90% de lotação de UTIs
Rondônia
Acre
Tocantins
Ceará
Rio Grande do Norte
Pernambuco
Paraná
Santa Catarina
Rio Grande do Sul
Mato Grosso do Sul
Mato Grosso
Goiás
Distrito Federal
Situação nas capitais
Vinte e cinco das 27 capitais do país estão com taxas de ocupação de leitos de UTI Covid-19 para adultos iguais ou superiores a 80%, sendo 15 delas superiores a 90%.

Porto Velho (100%)
Rio Branco (99%)
Manaus (87%)
Boa Vista (80%)
Macapá (90%)
Palmas (95%)
São Luís (94%)
Teresina (98%)
Fortaleza (96%)
Natal (96%)
João Pessoa (87%)
Recife (85%)
Aracajú (86%)
Salvador (85%)
Belo Horizonte (85%)
Vitória (80%)
Rio de Janeiro (93%)
São Paulo (82%)
Curitiba (96%)
Florianópolis (97%)
Porto Alegre (102%)
Campo Grande (106%)
Cuiabá (96%)
Goiânia (98%)
Brasília (97%)
As outras duas capitais restantes estão com taxas superiores a 70%: Belém (75%) e Maceió (73%).

*Com informações do G1 – Grande Ponto

Postado em 10 de março de 2021 - 7:13h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *