O Comunicador

OMS concede sua primeira aprovação emergencial para a vacina da Pfizer-BioNTech


Foto: FREDERIC SIERAKOWSKI/POOL/EFE/EPA

A Organização Mundial da Saúde (OMS) concedeu nesta quinta-feira (31) sua primeira aprovação emergencial para uma vacina contra Covid-19 desde o início da pandemia de coronavírus. O imunizante da Pfizer-BioNTech foi validado pela entidade com o objetivo de facilitar a aprovação interna em países que ainda não o aprovaram.

“É um passo muito positivo garantir o acesso universal às vacinas contra a Covid-19”, afirmou Mariangela Simão, diretora responsável pelo acesso a medicamentos da OMS.

A validação também permite que o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) e a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) adquiram a vacina para a distribuição a países necessitados.

De acordo com a OMS, especialistas reunidos pela entidade concluíram que a “vacina atendeu aos critérios obrigatórios de segurança e eficácia”.

A vacina Pfizer-BioNTech já vem sendo usada há várias semanas no Reino Unido, e também na União Europeia, Estados Unidos e Suíça, entre outros países.

Vários milhões de pessoas já foram vacinadas com o imunizante, de eficácia estimada em 95%, mas que requer temperaturas muito baixas de armazenamento, -70° C, o que dificulta sua distribuição.

*G1

Postado em 31 de dezembro de 2020 - 22:42h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *