O Comunicador

Zenaide, sobre isenção de imposto para importação de armas em plena pandemia: “A prioridade deste governo parece ser uma só: a morte”

Para a senadora Zenaide Maia (Pros-RN), a decisão do governo federal da zerar o imposto para importação de armas na mesma semana em que o número diário de óbitos por covid-19 voltou a crescer demonstra uma total inversão de valores: “A prioridade deste governo parece ser uma só: a morte. Quase 180 mil óbitos pela Covid-19 e o presidente, ao invés de anunciar um plano nacional de vacinação, anuncia a isenção da alíquota para a importação de revólveres e pistolas”, criticou a parlamentar, apontando também a contradição de discursos no Executivo: “É cruel e, também, contraditório, pois o governo abre mão desse imposto sobre armas e, ao mesmo tempo, alega falta de recursos para investir em saúde, educação, assistência social, ciência e tecnologia”, argumentou a senadora.

Por iniciativa de Zenaide, a bancada feminina do Senado se reuniu nesta quarta (09) e decidiu se unir para exigir mais espaço nos cargos de decisão da Casa, bem como em torno de pautas de interesse público, como a cobrança de um bom plano de vacinação para todos: “Defendemos a universalização das vacinas e cobramos agilidade da Anvisa na liberação daquelas com eficácia comprovada internacionalmente, sejam de qual laboratório ou nacionalidade forem”, finalizou a senadora.

*BG

Postado em 10 de dezembro de 2020 - 20:05h

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *