O Comunicador

Secretária de Saúde alerta para sintomas de nova síndrome inflamatória pediátrica no RN

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap/RN) investiga se uma inflamação que afeta crianças e adolescentes pode estar ligada ao novo coronavírus. Nesta sexta-feira, 31, a subcoordenadora de Vigilância em Saúde da pasta, Alessandra Lucchesi, fez um alerta baseado em recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde para famílias ficarem atentas a sintomas inflamatórios, como febre constante, em crianças e adolescentes até 19 anos. A inflamação se chama Síndrome Inflamatória Multissistêmica Pediátrica e já foi registrada em pelo menos dez crianças no Rio Grande do Norte.

A Síndrome pode ser uma das complicações da covid-19. A princípio, os sintomas mais comuns são febre alta persistente e, em alguns casos, problemas cardíacos. Entretanto, a Sesap/RN ainda investiga se os casos tem relação com a SARS-COV-2 (nome científico dado ao novo coronavírus). “A covid-19 é muito nova, então ainda estamos aprendendo bastante com o desenrolar dessa pandemia e a evolução clínica dessa doença. A partir disso, há uma preocupação tanto do Governo Federal quanto do Governo do Estado para investigação pós-Covid”, afirmou Lucchesi em coletiva de imprensa.

Esse tipo de inflamação já existe e pode ser causada por outras doenças virais. No entanto, o que a Sesap/RN investiga agora é se o novo coronavírus também pode causar a complicação. A orientação é para as famílias observarem o surgimento de possíveis sintomas em crianças e adolescentes que tiveram contato com infectados pelo novo coronavírus nos últimos 60 dias. Em paralelo, a Sesap/RN realiza uma investigação em retrospecto para identificar quais pacientes de 0 a 19 anos atendidos no Sistema Único de Saúde (SUS) apresentaram a síndrome para verificar se elas foram diagnosticadas com a covid-19.

A recomendação para famílias que tenham crianças que apresentem febre alta por pelo menos três dias seguidos é levá-las o mais rápido possível para uma unidade de saúde e descrever se a criança teve contato com pessoas que foram infectadas pelo novo coronavírus ou se ela mesma já tem um diagnóstico confirmatório para a covid-19.

Para continuar lendo clique aqui: http://www.tribunadonorte.com.br/noticia/sesap-rn-alerta-para-sintomas-de-nova-sa-ndrome-inflamata-ria-pedia-trica/486212

*Tribuna do Norte

Postado em 1 de agosto de 2020 - 7:03h

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *