O Comunicador

Marmitas doadas a moradores de rua em Itapevi, na Grande São Paulo, tinham chumbinho, confirma polícia

Foto: Reprodução/CNN

Além dos homens, um menino de 11 anos e um adolescente de 17 anos passaram mal depois de também comer a marmita e foram hospitalizados. O menino segue internado em recuperação. O jovem já recebeu alta.

Em entrevista à CNN, Flavio de Araújo, pai do garoto de 11 anos e namorado da adolescente, disse que ganhou do amigo Vagner Aparecido Gouveia de Oliveira três marmitas. “Eu estava na minha casa e o Vagner chegou e me deu três marmitas. Meu filho comeu e passou mal. Minha namorada comeu e passou mal. Eu só comi a mistura que veio na marmita, por isso, acho que não passei mal”, contou.

À época do crime, o delegado Aloysio Ribeiro de Mendonça Neto, responsável pelo caso, afirmou que a polícia trabalhava com três linhas de investigação: a comida ter sido entregue contaminada, alguém ter contaminado a comida depois de ter recebido ou a comida estar estragada.

O caso segue em investigação.

*CNN Brasil

Postado em 30 de julho de 2020 - 11:27h

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *