O Comunicador

Criminoso mata e arranca dedos de idosa para sacar dinheiro no banco

O casal de idosos, identificados como Dionélia Gioacometti e Eldon Mai, foram assassinados pelos inquilinos no último fim de semana no município de Colorado do Oeste, que fica a cerca de 750 km de distância da capital Porto Velho, em Rondônia. De acordo com a Polícia Civil do estado, Dionélia teve quatro dedos arrancados pelo homem, que confessou a autoria do crime. 

Segundo as investigações, o casal estava desaparecido há dois dias e os corpos foram encontrados na última terça-feira (07), em um terreno localizado às margens de uma rodovia na cidade de Chupinguaia. Na ocasião, equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) abordaram um automóvel onde viajavam três pessoas: um homem, uma mulher e uma criança.

Em consulta ao sistema, os agentes identificaram que o carro estava no nome da idosa desaparecida. Ao tentar a explicar a origem do veículo, o homem acabou confessando que havia assassinado o casal. Voluntariamente, o criminoso conduziu os policiais até o local onde os corpos foram enterrados. 

À polícia, o homem relatou que atraiu as vítimas até o imóvel ao inventar que havia um vazamento na pia. A idosa foi assassinada ainda pela manhã, após ser golpeada com uma enxada. Em seguida, o inquilino cortou quatro dedos da vítima e os carregou no bolso, dirigindo-se até uma agência bancária, onde tentou efetuar saques da conta de Dionélia. 

Após não conseguir concretizar a transação bancária, o homem foi até a residência do casal e assassinou o marido da idosa. Os inquilinos acabaram sendo presos e a criança foi encaminhada ao Conselho Tutelar. 

*SBT/Primeiro Impacto

Postado em 9 de julho de 2020 - 13:27h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *