O Comunicador

MP pede afastamento de prefeito no RN que contraiu Covid-19, mas não seguiu isolamento na notificação e esteve com 49 pessoas

O prefeito de Encanto, município do interior do RN, Atevaldo Nazário da Silva, é alvo de ação civil pública movida pelo Ministério Público pedindo afastamento do cargo público, por ter sido diagnosticado com o Covid-19, mas não ter seguido o isolamento social, mantendo atividades e encontros habituais.

A peça assinada pelo promotor Paulo Roberto de Freitas, aponta que o prefeito deveria ficar isolado por 14 dias após a suspeita de coronavirus, mas não completou o período e teve contato com 49 pessoas, o que poderia levar riscos a saúde pública do município.

*Matéria completa aqui no Justiça Potiguar.

Postado em 20 de abril de 2020 - 19:14h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *