O Comunicador

Corpos de casal que morreu em acidente em Jucurutu só serão liberados após DNA

Os corpos do casal, na cidade de Jucurutu, Aldo Filho e Maria Yoderlandia Arruda, estão no Centro de Antropologia Forense do Instituto Técnico-Cientifico de Perícia – ITEP em Natal, desde essa segunda-feira (20). Será preciso fazer uma teste de DNA para identificar os corpos para poder liberar para sepultamento. É que como eles ficaram completamente carbonizados, o ITEP só libera com o referido exame.

O acidente que vitimou o casal, aconteceu na tarde de domingo (19), na BR 226, nas imediações da cidade de Jucurutu.

Em contato com Jessé Lopes, cunhado de Maria Yoderlandia, que está em Natal, fomos informados da comoção de familiares e amigos em Jucurutu. “Os familiares estão tristes com essa situação, pois, querem sepultar os corpos e não podem ainda. Familiares dos dois estão em Natal e passarão por coleta de material genético para que sejam feitos os testes de DNA“, disse. Uma fonte do Blog informa que esse procedimento é praxe do ITEP, pois, não é possível atestar que as pessoas que estavam no carro tem o mesmo DNA.

*Com informações de Sidney Silva

Postado em 21 de janeiro de 2020 - 12:18h

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *