O Comunicador

Trair é melhor que pedir divórcio, afirma pesquisa polêmica de site de relacionamentos extraconjugais

“A traição é uma prática comum dentro dos casamentos”, destaca matéria no Delas – no portal IG. Mas por que as pessoas preferem trair invés de se separarem? O site de relacionamentos extraconjugais Ashley Madison fez uma pesquisa com seus usuários para descobrir essa resposta.

57% deles disseram que acham melhor ter uma relação extraconjugal e seguir com o casamento, e os motivos para isso são: família, amor, segurança emocional e segurança financeira.

“O divórcio não é uma opção para muitas pessoas casadas, elas não querem terminar com sua família”, sustenta Tammy Nelson, autora de “When You’re the One Who Cheats” (Tradução: Quando é você quem trai).

“Como resultado, às vezes as pessoas traem para permanecer no casamento . Eles podem amar o cônjuge e a família, apenas querem algo diferente, um parceiro sexual único ou uma experiência erótica. Uma breve aventura também pode lembrar a alguém que o que eles têm em casa não vale a pena jogar fora por um curto relacionamento sexual. O divórcio é permanente, um caso não precisa ser”, completa.

Pela pesquisa, os usuários do Ashley Madison concordam com a autora. Veja o que afirmou cada parcela para justificar o ato de trair e seguir casado:

Não quero separar minha família – 31%

Eu ainda amo meu cônjuge e simplesmente não consigo permanecer celibatário(a) – 20%

Estou seguro(a) no meu casamento, emocional e financeiramente – 18%

Eu ainda amo meu cônjuge, mas não posso continuar fazendo sexo apenas com ele – 14%

Eu não acho que seria mais feliz casando com outra pessoa – 10%

Não posso me divorciar – 9%

Trair pode até prolongar a relação? “Parece que sim”

Isabella Mise, diretora de comunicação do site, também tem uma opinião sobre esses números. No final, a traição pode até fazer com que o casamento dure mais.

Segundo ela, “as razões que alguém pode ter para iniciar um caso podem ser as mesmas para alguém que pede o divórcio”. Entrento, o cenário logo muda de figura. “Sabemos que muitos de nossos membros não querem mais deixar o casamento e relatam um aumento na felicidade geral desde que passaram a explorar relacionamentos extraconjugais”.

Ainda assim, de acordo com a pesquisa, há quem já pensou em realmente colocar um ponto final na relação antes de partir para uma traição.

Entre os usuários, 61%, em algum momento, consideraram dar fim ao casamento. Para 19% deles, essa fase chegou após 20 anos ou mais de relação.

Já entre os que não pensaram em se separar , 27% quiseram trair logo no começo da relação (1 a 3 anos depois do casamento) e 30% estão casados há mais de 22 anos.

*Delas – IG

Postado em 13 de janeiro de 2020 - 12:53h

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *