O Comunicador

Empresa exige que cuidadoras de idosos não sejam ‘negras e gordas’ e provoca revolta

Foto: Reprodução

Em um país onde o desemprego é a realidade de aproximadamente 12,5 milhões de brasileiros, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a difícil missão de conseguir uma oportunidade de trabalho pode ser ainda mais complicada para quem é negro e precisa superar outra barreira além da crise econômica: o preconceito.

Vítima desta situação, uma mulher de 41 anos, que trabalha como cuidadora de idosos em Belo Horizonte, resolveu procurar a Polícia Civil no início deste mês para denunciar um caso de preconceito explícito em uma oportunidade de emprego na capital. A descrição exigia que as candidatas não fossem “negras e gordas”.

(mais…)

Postado em 14 de novembro de 2019 - 22:32h

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *