O Comunicador

Cadáver com sinais de execução na Via Costeira é de ex-presidiário

Corpo de Yuri Florêncio foi encontrado na Zona Leste de Natal, na noite de sábado, numa área próxima a um hotel, com várias marcas de tiros

O corpo encontrado com marca de tiros na Via Costeira, sábado (5), foi identificado como sendo do ex-presidiário Yuri Florêncio, de 20 anos. O crime tem sinais de que a vítima teria sido executada. Junto com ele a polícia encontrou uma pistola.

O cadáver foi achado próximo a um dos hotéis da região, no terreno onde funcionou um antigo parque aquático de Natal, conhecido como “Vale das Cascatas”. Há uma hipótese de que ele tenha sido morto por alguém que reagiu a assalto.

Uma familiar que pediu para não ser identificada acredita que isso não seja verdade. Segundo ela, Yuri Florêncio não estava mais querendo envolvimento com crimes. Ela suspeita que na realidade ele foi vítima de uma armadilha.

“Tiraram a vida do nosso irmão. Não acredito que ele foi assaltar”, disse. Ela acrescentou que essa suspeita é reforçada pelas fotos que teve acesso e pelo fato da arma encontrada no local, uma pistola, estar “toda deflagrada”.

O caso será investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que não deu informações sobre a investigação. Até agora nenhum suspeito foi identificado. A área onde o corpo foi encontrado é abandonada. Mas está longe de ficar sem uso.

A área fica a beira-mar e e pode ser facilmente acessada por veículos. Além de ser conhecido como ponto frequente de assaltos , o “vale” também tem outra fama: popularmente, é conhecido como “o maior motel a céu aberto de Natal”.

*OP9

Postado em 7 de outubro de 2019 - 20:29h

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *