O Comunicador

Homem brinca de assaltar lanchonete e morre baleado por PM à paisana

Testemunhas contaram que o servidor público já era conhecido no local e que ele sempre costumava fazer esse tipo de brincadeira. Foto: Reprodução

Um homem morreu após ser baleado por um policial militar à paisana em uma lanchonete da cidade de Cosmópolis, em São Paulo. O servidor público Ronaldo Lopes de Lima, 45 anos, entrou no estabelecimento anunciando um assalto de brincadeira na noite do sábado (28) e foi atingido por três tiros. Ele morreu no local e um simulacro de arma foi apreendido.

O PM estava de folga, lanchando com familiares no estabelecimento. Segundo o boletim de ocorrência, a vítima entrou no local aos gritos, anunciando um assalto e pedindo dinheiro, circulando pela lanchonete falando “perdeu, perdeu”. O PM se levantou, anunciou que era policial e pediu que o homem largasse a arma, mas a vítima teria se virado e apontado o objeto para ele.

O policial, então, atirou contra o servidor público. Em seguida, retirou a arma da vítima, e percebeu que se tratava de um simulacro. Ele ainda teria saído à rua em busca de outros suspeitos, mas não encontrou ninguém. A PM foi acionada e o policial foi liberado após prestar depoimento. A arma e o simulacro foram apreendidos para perícia e o caso foi registrado como homicídio.

Testemunhas contaram que o servidor público já era conhecido no local e que ele sempre costumava fazer esse tipo de “brincadeira”. A Polícia Civil e a PM instauraram inquérito para investigar a ocorrência. O policial não deve ser afastado. Em nota, a Prefeitura de Cosmópolis lamentou a morte do servidor. Ronaldo Lopes de Lima estava lotado na Secretaria de Saneamento Básico desde 2011.

*OP9

Postado em 30 de setembro de 2019 - 13:24h

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *