O Comunicador

Policial lagoanovense falece após passar mal em curso operacional na capital do estado

O cabo da Polícia Militar Evanílson Batista de França Silva, lotado na 3 CIPM de Currais Novos e residente na cidade de Lagoa Nova tinha o sonho de ser um “caveira”, curso que se inscreveu no COESP (Curso de Operações Especiais), para tentar realizar esse sonho, ser um policial da elite brasileira, onde poucos conseguem.

Esse curso é conhecido como o mais difícil entre os cursos operacionais e leva o profissional ao extremo físico e psicologicamente. Ainda não se sabe ao certo o que aconteceu, mas o fato é que Evanílson Batista de França Silva, cabo 2006, faleceu na noite desta segunda (19), na UTI do hospital Walfredo Gurgel em Natal. Além de der militar, Evanílson era empresário e proprietário de uma academia de ginástica em Lagoa Nova, era formado em matemática pela UFRN, em licenciatura em educação física e estava cursando o último semestre de bacharel em educação física.

Ele era filho do ex-vereador Brejeiro. Militar nato, serviu o exercito por  8 anos e estava a 13 anos na polícia militar onde neste período honrou a farda sendo um policial dedicado, educado, respeitoso, esforçado e que adorava praticar atividades físicas, inclusive corria maratonas.


Aos familiares do meu amigo Evanílson, como era conhecido por todos, os nossos mais profundos sentimentos de pesar.

*LAGOANOVADESTAQUE

Postado em 20 de agosto de 2019 - 11:22h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *