O Comunicador

Filha mata mãe ao tentar dirigir pela primeira vez

A costureira Elieda Araújo dos Santos, de 59 anos, morreu atropelada na madrugada desta segunda-feira (29) em um acidente de carro provocado pela própria filha, no bairro Igapó, Zona Norte de Natal.

Na noite anterior ao caso, a família estava confraternizando na residência localizada na Rua São Pedro. Com sinais de embriaguez, Aldilene Araújo dos Santos, filha da vítima, pegou o carro da tia e teria dito que aprenderia a dirigir naquela noite, mas acabou invadindo a calçada da casa, batido no muro e atropelado sua mãe, Elieda Araújo dos Santos.

A vítima morreu no local e sequer teve tempo de receber atendimento médico. A filha, Aldilene dos Santos de 19 anos, foi conduzida para a 9ª Delegacia de Polícia e ficou detida para aguardar audiência de custódia. De acordo com a família, a morte da costureira foi um acidente motivado pela ingestão de álcool.

Mortes no trânsito e bebida alcoólica A relação entre consumo de bebida alcoólica e acidentes de trânsito motivou uma pesquisa desenvolvida por peritas criminais do Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), que revelou um resultado preocupante: 65,7% das vítimas de mortes nas rodovias do RN tinham presença de álcool. O Levantamento levou em consideração o período de janeiro a maio de 2019.

*Com informações do OP9/RN

Postado em 30 de julho de 2019 - 12:36h

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *