O Comunicador

Natal: Popeye e José Arlindo, os presos achados mortos no Complexo Penal João Chaves

Em um intervalo de três dias, dois presos foram encontrados mortos no Complexo Penal Dr. João Chaves, na zona norte de Natal. Os corpos foram achados nos dias 22 e 25 de maio.

A apuração do PORTAL NO AR concluiu que o primeiro a ser encontrado sem vida no presídio foi Jackciano Sousa de Gois, de 31 anos. Ele foi achado em uma cela da unidade com sinais de morte por enforcamento. O último corpo descoberto na penitenciária foi o de José Arlindo da Silva Souza, 39 anos, que teria sido espancado até a morte.

Quem são

Jackciano Gois, que atendia pelo apelido de Popeye, respondia a três processos na Justiça do Rio Grande do Norte por crimes relacionados a roubo. Já José Arlindo Souza era condenado por homicídio qualificado.

Quase uma semana depois do primeiro corpo ser encontrado, a Secretaria de Justiça ainda não se pronunciou sobre as mortes no complexo penal.

*Portal no Ar

Postado em 27 de maio de 2019 - 14:07h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *