O Comunicador

Santa Cruz joga melhor, vence e elimina o ABC da Copa do Brasil

Primeiro tempo todo do Santa Cruz, que desde o primeiro minuto propôs o jogo, teve controle total e o placar de 2 a 0 acabou sendo justo pelo que fizeram os donos da casa. A primeira jogada de finalização com perigo do ABC foi aos 38 minutos de jogo, até ali, só o Santa agredia.

O primeiro gol em uma cobrança de escanteio que Pipico, subiu mais que Maurício e abriu o placar. No lance os dois jogadores se chocaram de cabeça, e o zagueiro foi substituído por Henrique, que no primeiro lance cometeu falta em Pipico, que Charles cobrou e fez 2 a 0.

Segundo tempo continuou a mesma pegada com o Santa Cruz muito superior ao ABC, envolvendo o time de Ranielle Ribeiro e ampliando de pênalti com Pipico, depois que o atacante ganhou do zagueiro Henrique que cortou a bola com a mão.

Merecida e justa a vitória e a conquista do Santa Cruz, jogou mais, agrediu mais, propôs o jogo aos longo dos 90 minutos.

Placar de 3 a 0?  Não retratou a superioridade do time Pernambuco. O ABC foi atropelado no Arruda lotado.

Ranielle Ribeiro avaliou o jogo e a derrota para o Santa:” A diferença que o Santa Cruz criou uma imposição muito grande, tomei três gols de bola parada, o primeiro onde sou muito forte defensivamente. Um gol de falta e um de pênalti foram decisivos. Mas se eu convertesse o que criei especialmente no segundo tempo a história seria outra. Minha estratégia não teve a eficácia desejada, mas não posso tirar o mérito do Santa Cruz que teve vontade e disposição para ganhar o jogo”.

Joílson e o clássico: ” Para apagar uma desclassificação com a de hoje só um título e vamos correr atrás diante do nosso rival. Em relação ao Joílson é pensar primeiro na recuperação do homem e depois do atleta, mas ele fez muita falta sim”.

*OP9

Postado em 11 de abril de 2019 - 8:15h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *