O Comunicador

Banco Mundial aprova novo traçado da estrada Lagoa Nova-Cerro Corá

Gestor do projeto “Governo Cidadão” que executa obras e outras ações com recursos do Banco Mundial, o ex-deputado Fernando Mineiro participa de audiência pública a partir das 10 horas deste sábado (23),na Serra de Sant’Ana, para debater o projeto de pavimentação da rodovia estadual RN-087, que liga Lagoa Nova a Cerro Corá. Mineiro diz que pelo menos quatro entraves vinham emperrando o início da obra, mas o governo do Estado está trabalhando para superá-los, como foi o caso da implementação de um novo autorizado, “já autorizado pelo Banco Mundial”, de forma a desviar de áreas e imóveis privados, “pra não se fazer desapropriações, que demoram muito”. 

Outro entrave, segundo Fernando Mineiro, era solicitar a liberação do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INcra), para que a estrada passasse por uma área de assentamento rural, “que já conta com parecer favorável e aguarda-se apenas a publicação” por parte da autarquia federal. 

A audiência pública da manhã deste dia 23 ocorrerá na Escola Manoel Belmino dos Santos, na comunidade de Pica Pau, onde se situa o assentamento Santa Clara da Serra de Sant’Ana. 

Já a demora para o inicio das obras de pavimentação da estrada, motivou uma cobrança nas redes sociais, no meio da semana, pelo padre de Lagoa Nova, José Mário, que criticou o farto de que diversos governo vêm prometendo a realização da obra, inclusive a finalização do trecho entre São Tomé e Cerro Corá. 

Padre José Mário disse no Facebook que “entra e sai governo, todos prometem fazer o asfalto desta estrada, mas de fato a população continua sofrendo e a precariedade dos buracos, essa estrada que facilita a fraterna relação entre os dois municipios serranos, tem sido causa de prejuizo aos proprietários de automóveis, motos etc”. 

O padre José Mário até lembrou que a governadora Fátima Bezerra “teve uma votação expressiva” na região da Serra de Sant’Ana e pediu a ela que olhasse com atenção para essa e outras questões para ios dois municípios, que juntos somam cerca de R$ 26 mil habitantes.

*Cerrocoranews
Postado em 23 de março de 2019 - 13:09h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *