O Comunicador

Suspeito de matar jogador diz que agiu em legítima defesa

Policiais civis da Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa prenderam na madrugada desta segunda-feira (22), o servente de pedreiro Francisco Canindé Gomes do Nascimento.

O homem de 30 anos confessou ter desferido os golpes de faca que mataram o jogador de futebol e segurança Romerito Simplício dia Santos, na noite do domingo, no Centro da cidade de São Gonçalo do Amarante.

O suspeito relatou para a reportagem do PortalBO que matou o jogador para não morrer. 


“Eu tinha bebido e caminhava em direção a minha casa, quando ele apareceu e me deu um tapa na cabeça, em seguida me agrediu com chutes e diante da agressão eu me armei com uma faca para me defender, mas ele veio atrás e voltou a me agredir. 

Eu não queria fazer isso, mas ele me mataria se eu não fizesse”, disse.

De acordo com a polícia, outros dois irmãos de Francisco estiveram no cenário do crime, porém um deles sofreu uma tentativa de linchamento, já o outro foi conduzido à delegacia e liberado após ser ouvido. Francisco foi autuado por homicídio. 


*Portal BO
Postado em 22 de fevereiro de 2016 - 21:03h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *