O Comunicador

Hipótese de latrocínio é descartada na investigação sobre morte de PM

A morte do major aposentado da Polícia Militar do Distrito Federal José Paim Pamplona, executado a tiros na tarde de quarta-feira (6), está sob investigação da Delegacia de Homicídios de Natal. A hipótese de que o crime, que ocorreu em bar na Vila de Ponta Negra, tenha sido um latrocínio está descartada.

O delegado Marcos Vinícius é o responsável pela investigação. De acordo com ele, pelo menos três pessoas prestam depoimento nesta quinta-feira para dar informações sobre o caso. Até o momento, pelo que foi apurado, as circunstâncias do crime mostram que não houve a tentativa de assalto. 

 “Pelo que foi ouvido inicialmente, a questão do assalto está descartada. Ele (o bandido) chegou sem falar nada, só efetuando os disparos pelas costas. Ele chegou realmente para executar a vítima”, disse o delegado. 

 Boatos 

 A Polícia Civil ainda não confirmou qual a motivação para o crime. Circularam nas redes sociais possíveis informações sobre o que poderia ter levado os bandidos a cometerem o homicídio, levantando até a possibilidade de vingança. No entanto, a Polícia Civil não tem a confirmação sobre o caso. 
*Tribuna do Norte
Postado em 7 de janeiro de 2016 - 21:50h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *