O Comunicador

Cerrocoraenses são presos suspeitos de participarem de homicídio em Lagoa Nova-RN

Numa ação rápida e incansável da Polícia Militar na noite dessa sexta-feira (04) acabou com o esclarecimento de um homicídio ocorrido hoje onde foi vítima João Batista Henrique Sobrinho Vulgo João Neguinho e outro homicídio ocorrido no último dia 13/11 onde foi assassinado, com um disparo de arma de fogo artesanal, o jovem Edivaldo Soares da Silva de 21 anos, que segundo o assassino, foi morto por engano, o alvo seria João Neguinho. 

Foi preso; Francisco Rogério do Nascimento de 25 anos, residente na Vila Tupã, em Cerro Corá, proprietário da moto Honda Falcon de placa NFF-3715 que confessou que conduziu a moto com o assassino identificado como Anderson da Silva de 23 anos (Foragido), que segundo Rogério foi quem efetuou os disparos contra João Neguinho.
Rogério foi quem atraiu a vítima para fora de casa usando a desculpa que o assassino queria comprar uma moto e no momento que João Neguinho sentou na calçada por alvejado. 

Nessa mesma ocorrência foi preso; Carlos Augusto Nascimento da Silva, irmão de Anderson da Silva, que confessou ser o atirador que matou o jovem Edivaldo no dia 13 de Novembro passado. Ele disse aos PM’s que estava na companhia de Rogério nessa mesma moto Falcon, inclusive refez o caminho usado no dia do crime e confessou que o jovem morreu por engano e que o alvo era João Neguinho. Ele acrescentou ainda que também é o responsável pela tentativa de homicídio contra João Neguinho no último dia 22 de Novembro. 

Foram conduzidos a delegacia para averiguação outros suspeitos; Carlos da Silva vulgo Mezica de 23 anos, irmão de Carlos Augusto e de Anderson da Silva e José Magno da Silva de 32 anos acusado de ser o mandante da morte de João Neguinho. Esse último teve uma confusão grande com João Neguinho por causa da venda de uma moto e foram parar na delegacia. 

A moto Falcon usada nos homicídios foi apreendida. O proprietário, Francisco Rogério, chegou a prestar queixa no dia que João Neguinho foi baleado alegando que a moto tinha sido furtada, porém hoje a casa caiu.
Policiais Civis foram deslocados de Caicó para Lagoa Nova e passarão toda a noite pegando os depoimentos dos acusados e das testemunhas. Lembrando que o plantão da Regional em Caicó são 05 Policiais Civis para atender 25 cidades e eles dividiram a equipe, um delegado e um Agente vieram a Lagoa Nova, enquanto o restante da equipe ficou na delegacia em Caicó.
Participaram dessa ocorrência Policiais Militares das cidades de Currais Novos, Lagoa Nova, Cerro Corá e Bodó, Parabenizamos a todos. 
*Fonte: Jota Júnior – PM de Currais Novos
Postado em 5 de dezembro de 2015 - 11:05h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *