O Comunicador

Suspeito de matar patrão por causa de dívida trabalhista conta em vídeo como tudo aconteceu

Menos de 24 horas após a morte de Gustavo Pimentel, que foi esfaqueado e teve corpo incendiado no Guarapes, zona Oeste de Natal, o principal suspeito do crime foi preso. O homem, ainda não identificado oficialmente, mas conhecido como Gordinho, foi detido na cidade de Jaguaruana, no estado do Ceará.A informação foi confirmada pelo delegado Roberto Andrade, da Delegacia de Homicídios. 

Ele informou, inclusive, que uma equipe da Dehom de Natal já se deslocou para o Ceará para buscar o suspeito e trazer para a capital potiguar, onde ele deverá ser autuado pelo homicídio. Mais cedo, o delegado Luiz Lucena havia informado que a polícia já tinha a identificação do possível autor do crime. De acordo com ele, o suspeito teria dito para colegas de trabalho que iria matar o patrão. O crime teria sido motivado por dívidas trabalhistas. O suspeito teria matado Gustavo Pimentel com golpes de faca e, em seguida, levado o corpo para um galpão nos Guarapes e incendiado o local. 

O corpo da vítima foi encontrado carbonizado, na manhã desta sexta-feira. Ainda de acordo com a polícia, o homem preso estava no carro da vítima, o veículo Fiat Pálio, de placas ATV-7476, que tinha sido roubado após o homicídio.
*Macaíba Policia
Postado em 26 de setembro de 2015 - 17:33h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *