O Comunicador

A secretária de segurança se sente segura no RN; e você?

Nesta semana, em entrevista ao Bom Dia RN, da InterTV Cabugi, a secretária de segurança Kalina Leite foi questionada pelo jornalista Murilo Meireles se sente-se segura em nosso Estado. De pronto, a delegada da Polícia Civil respondeu que sim. Ela disse que por ter o privilégio de acompanhar de perto o mapa da violência pode se sentir mais segura.
Fiquei feliz em saber que pelo menos uma pessoa está vivendo tranquilamente no RN, porque a maioria da população, aqueles que andam de transportes coletivos, que não dispõem de segurança privada, não tem se sentido muito segura nos últimos tempos. 

Você que está lendo esse texto se sente seguro no Rio Grande do Norte?
Sabemos que a polícia está trabalhando. A Polícia Militar realmente está nas ruas, mas vale destacar que ela sempre esteve. A PM sempre realizou blitzen, abordagens a ônibus, operações, sempre prendeu criminosos. Isso não é novidade. 

A atual gestão da Sesed não está fazendo nenhum trabalho inédito. Ao contrário disso, a Secretaria de Segurança Pública tem feito o básico, apenas o básico. A Polícia Militar realmente é para ir para a rua 24 horas por dia.
Os policiais militares, mesmo diante de dificuldades, de estrutura ou valorização profissional, nunca se furtaram de prestar um bom serviço ao longo dos últimos anos. Mas é pouco, muito pouco. E, por isso, a população sente na pele o efeito da insegurança. 

A secretária Kalina Leite talvez esteja levando as críticas à sua gestão para o lado pessoal ou para o lado político, mas eu afirmo que o povo do Rio Grande do Norte não está interessado em saber se quem comanda a Sesed é A ou B, se é de partido de direita, de esquerda, de centro.
O que as pessoas querem de verdade é se sentirem seguras, assim como a senhora está se sentindo. 

Fonte: Portal BO
Postado em 5 de julho de 2015 - 10:44h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *