O Comunicador

Em Jardim do Seridó cachorra não perde enterro nem a missa dominical

A solidariedade cristã a e religiosidade de uma cadela são tidas em Jardim do Seridó como um grande mistério. A população da cidade não entende como um animal pode agir dessa forma, haja vista que a cadela não perde os velórios, cortejos fúnebres e sepultamentos que acontecem na cidade, e ainda por cima vai à missa todos os domingos. 

Muitas são as tentativas de explicações, mas muitas também são as perguntas que ficam sem respostas, como por exemplo: Como a “cachorrinha” descobre os locais dos velórios? Como sabe ela (a cadela) o horário das missas todos os domingos? Essas e outras perguntas ficarão sem respostas, pois é uma atitude totalmente atípica e misteriosa. 

Sem respostas para os questionamentos, de certo só podemos afirmar que, a cachorra participa de velórios, chegando ao ponto de passar a noite inteira “velando” os defuntos, depois participa dos cortejos e da missa de corpo presente, e só vai embora após o sepultamento. 
Paulinho barra pesada
Postado em 24 de abril de 2015 - 11:17h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *