O Comunicador

Fim das coligações sem chance de aprovação

As três grandes siglas (PT, PMDB e PSDB) não têm votos para aprovar o fim das coligações nas eleições proporcionais. Se fosse adotada, a Câmara teria 22 legendas, e não 28, como tem hoje. 

O cientista político Jairo Nicolau fez uma simulação e concluiu que os partidos médios (PP, PSD, PR, PTB, DEM, PRB, PDT, SDD, PSC, PROS, PCdoB, PPS e PV) perderiam cadeiras. Isso dá 298 votos contrários. Há, ainda, os 22 deputados de partidos nanicos. Além disso, por circunstâncias regionais, eleitos pelos três maiores também poderiam se colocar contra. Por fim, a adoção da cláusula de desempenho, que reduziria as siglas a menos de dez, enfrentaria a mesma oposição.

Fonte: Robson Pires

Postado em 19 de abril de 2015 - 12:19h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *