O Comunicador

Equipe da Globo News é hostilizada em protesto no Complexo do Alemão-RJ, no vídeo

Uma equipe da Globo News foi cercada e hostilizada durante um protesto mobilizado por moradores no Complexo do Alemão, localizado na zona norte do Rio de Janeiro, na tarde do último sábado (4).

O ato reivindicava o fim da violência no Complexo do Alemão, após noventa dias de tiroteios e confrontos e quatro mortos. Entre as vítimas, estava o estudante Eduardo de Jesus Ferreira, de 10 anos, atingido com um tiro de fuzil na cabeça supostamente disparado por policiais, segundo a mãe do menino. 


Os profissionais da emissora foram cercados e vaiados por um grupo de pessoas. Eles foram obrigados a deixar o local sob gritos de “Globo assassina” e o coro “o povo não é bobo, abaixo a Rede Globo”. A emissora disse que, de acordo com a Anistia Internacional, o grupo não era formado por moradores. Os organizadores do movimento teriam defendido o trabalho da imprensa e da própria Globo. 

Os protestos acabaram por volta das 14h, depois de passar por diversas ruas do Complexo do Alemão. Os moradores distribuíram balões pedindo o fim da violência.

A mobilização foi organizada por associações de moradores, lideranças locais, coletivos culturais e organizações comunitárias. 

natelinha.ne10.uol.com.br/

Postado em 7 de abril de 2015 - 0:29h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *