O Comunicador

Feira salgada…“Lista de supermercado” da Presidência da República custa só R$ 710 mil!

Você sabe quanto você gasta no supermercado por mês? Perto dos R$ 710 mil previstos em licitações nos últimos meses pela Presidência da República, tenho certeza que é um valor muito, muito menor. As listas da presidência, divulgadas no site da Secretária Geral, mostram o padrão de consumo do planalto: tudo é comprado em quantidades imensas de uma única vez, com as compras prevendo o abastecimento por todo o ano de 2015. 

Essas compras de produtos gerais servem para abastecer os depósitos dos Palácios do Planalto, Residência da Alvorada, Residência do Torto e os gabinetes de São Paulo, Belo Horizonte e Porto Alegre – e sua imensa quantidade de funcionários.

As licitações recém-anunciadas focam muito em produtos de limpeza e somam, no total, um gasto estimado de R$ 712 mil. Não colocamos todas as licitações previstas pelo planalto: muitas delas são de produtos que não são habitualmente comprados em supermercados – que foram o alvo desta matéria. Tudo, porém, está disponível nos portais do governo e pode ser acessado pelo cidadão a qualquer momento. 


Mas cuidado: as informações são usualmente postas de maneira bastante confusa e podem dar uma ideia errada das compras. Não dá para saber, por exemplo, se esses R$ 712 mil serão gastos integralmente ou se um desconto conseguirá ser alcançado.

Por exemplo: pode-se ver em uma outra lista, por exemplo, que o governo pretendia gastar cerca R$ 121 mil em ração para as 400 aves e 500 peixes que moram no Palácio do Planalto.

O leilão desta licitação aconteceu e a ata do pregão eletrônico dá para ver que, em alguns itens o preço mínimo não foi alcançado, e em outros, houve uma economia agressiva frente o planejado. 


O total gasto até agora? R$ 43.881,10.

Por conta disto, nesta lista, muito dos produtos estão com um sobrepreço próximo do que você consegue encontrar no supermercado. Uma garrafa de 2 litros de refrigerante de Coca está por R$ 6,10 – mas em um supermercado comum, é capaz de encontrá-la por menos do que R$ 5,00 mesmo nas regiões mais caras do Brasil. Dificilmente eles serão vendidos por esse preço. 


Alguns dos contratos já fechados (I, II, III, IV, V) mostram o que, e ajuda a especular o que ainda resta na dispensa do Planalto – embora os produtos tenham sido licitados no ano passado. Além disso, mostram as marcas usualmente compradas pela Presidência da República. Basta ficar de olho.
Fonte: InfoMoney/ O Mural de Riacho da Cruz
Postado em 4 de abril de 2015 - 17:37h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *