O Comunicador

O Brasil e a Injustiça, a nós peculiar

Brasil, país das injustiças, das desigualdades, das concentrações e dos preconceitos com o povo trabalhador. Vejam:

O valor do salário mínimo pago a 48 milhões de trabalhadores do Brasil passou de R$ 724,00 para R$ 788,00. Um aumento de R$ 64,00, ou seja, 8,8%. Os salários dos agentes públicos eleitos por esses mesmos trabalhadores também foram reajustados, porém de forma muito desigual, vejam:

O salário da presidenta Dilma Rousseff e do vice-presidente, Michel Temer, passou de R$ 26,7 para R$ 30,9 mil. 


Um aumento de R$ 4,2 mil, ou seja 15,7%. Os salários dos deputados e senadores passaram de R$ 26,7 para R$ 33,8 mil. Um aumento de R$ 7,0 mil, ou seja, 26%. Lembro ainda que estes agentes públicos além deste salário monumental em relação ao salário dos trabalhadores, eles ainda têm várias benesses de tal forma que o custo real de um dep. federal para o pais chega a em torno de R$ 150 mil e de um senador R$ 200 mil. 

No processo histórico de formação política dos quadros do PT sempre foi afirmado que os/as trabalhadores/as produziam a riqueza do país, porém, recebiam um salário miserável. O PT quando oposição defendia o valor do salário mínimo calculado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) que hoje deveria está em torno de R$ 2.923,22 para o/a trabalhador/a custear suas despesas básicas. 

Este valor proposto pelo Dieese representa 3,70 vezes o valor do salário mínimo aprovado para 2015(R$ 788,00) pelo governo federal.

Um salário mínimo miserável como dizia o PT quando lutava em defesa da classe trabalhadora. Por será que o PT mudou de lado e de concepção ao chegar ao governo central? Por que essa domesticação serviçal ao capital e tamanha dureza com a classe trabalhadora? Será que este salário do Dieese quebraria a previdência? Quebraria as prefeituras? Quebraria o país? Afinal quem produz mais riqueza para o país? Os trabalhadores/as ou os/as senadores/as, Deputados/as, prefeitos/as, vereadores/as, juízes, promotores……? E a roubalheira quando custa? 


 Saudações Ecos socialista 

Por Procópio Lucena
Postado em 5 de janeiro de 2015 - 11:00h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *