O Comunicador

Baiano que nasceu com pescoço dobrado vira palestrante internacional

A história do brasileiro Claudio Vieira de Oliveira, de Monte Santo, na Bahia, virou exemplo de superação na imprensa internacional nesta segunda-feira (1°). O baiano de 37 anos nasceu com o pescoço dobrado para trás, as pernas atrofiadas e sem os movimentos do braço.

 Segundo o “Daily Mail”, diante do diagnóstico da doença – chamada artro gripose múltipla congênita (AMC) – os médicos aconselharam sua mãe a deixá-lo morrer, já que não acreditavam que o bebê pudesse sobreviver.
No entanto, Claudio contrariou os médicos e surpreendeu a todos. Ele aprendeu a escrever usando um lápis na boca e se formou em contabilidade.

 “Aprendi a ligar a televisão, pegar meu celular, ligar o rádio, usar a internet no meu computador. Faço tudo sozinho”, contou ao Daily Mail.

Atualmente, o baiano dá palestras motivacionais. “Eu não tenho mais medo nenhum e posso dizer que sou um palestrante internacional, um profissional que recebe convites de todo o mundo”, disse.

RedeTV UOL
Postado em 2 de setembro de 2014 - 14:26h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *