O Comunicador

Insegurança em Natal preocupa governo federal na Copa, diz Henrique Alves

O deputado federal Henrique Eduardo Alves, pré-candidato do PMDB ao governo do estado, disse ontem, em entrevista ao programa Jornal da Cidade, da rádio 94 FM, que Natal é a cidade-sede da Copa do Mundo que mais preocupa o governo federal quando o assunto é segurança pública.

 Segundo ele, até pouco tempo não havia sequer cones suficientes para dividir ruas ou interditá-las. “As pessoas estão acuadas, os policiais estão acuados. Os policiais não têm o apoio e a valorização que necessitam, então é preciso ter um salário melhor, mas também melhores condições de trabalho”, afirmou o deputado. 

 Lembrando que o Estado tem dificuldade para resolver sozinho o problema, Henrique disse que o apoio do governo federal é necessário. “O atual governo do estado se isolou, sozinho não consegue muita coisa. 


É preciso apoio”, disse, acrescentando que falta diálogo do executivo com a PM, no sentido de verificar as prioridades do setor.
Ele contou que esteve em Santiago, no Chile, e viu uma cidade com câmeras de seguranças, fotos constantes, segurança presente.

 “Porque não se fazer em Natal e nas principais cidades do Rio Grande do Norte, ações semelhantes para tirar a bandidagem das ruas e fazer a população ficar mais segura?”, indagou.

Em relação à sua pré-candidatura e a busca por uma ampla aliança, o deputado falou que prefere agregar a desagregar, unir a desunir e lamenta aos adversários não terem conseguido mobilizar essa união.


 “Nós buscamos o apoio quem nos procurou. É hora de unir porque o estado precisa muito desta união”, comentou, acrescentando que percebe o sentimento de mudança durante as viagens que tem feito a cidades do interior.

O deputado defendeu a aliança lembrando que a união de forças também aconteceu na eleição suplementar de Mossoró, onde o prefeito eleito reuniu mais de 10 partidos em torno de sua candidatura.


 Outro exemplo, citou, é a pré-candidatura de Dilma Rousseff, que está formando uma ampla coligação na corrida pela reeleição.

Henrique Alves ainda falou a respeito dos projetos importantes que tem colocado em votação na pauta da Câmara como o Plano Nacional de Educação, aprovado essa semana. “Foi uma sessão emocionante. Vai revolucionar a educação.”


 E agradeceu o gesto da presidenta Dilma Rousseff, que manifestou, durante jantar com o PMDB no Palácio do Jaburu, residência oficial do vice-presidente Michel Temer, o desejo de vê-lo governador do Rio Grande do Norte.

 O presidente da Câmara também ressaltou a importância do novo aeroporto Governador Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, cujas operações terão início neste sábado. Para finalizar, o pré-candidato do PMDB assegurou que não haverá radicalismo por parte do seu partido durante a campanha eleitoral.

Blog do Anselmo Santana

Postado em 30 de maio de 2014 - 17:52h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *