O Comunicador

Caso F Gomes: Gordo acusa coronel de ser mandante da morte de jornalista

Em seu depoimento na noite de hoje (11), o comerciante Lailson Lopes, o “Gordo da Rodoviária”, apontou o coronel PM Marcos Moreira como mandante da morte do jornalista F Gomes, tendo em vista supostas irregularidades denunciadas quando o oficial dirigiu a Penitenciária Estadual do Seridó, em Caicó.
Segundo Lailson, Moreira conseguiu com o advogado Rivaldo Dantas a contratação de João Francisco dos Santos, o “Dão”, para cometer o crime. O pastor Gilson Neudo do Amaral, outro nome citado no processo, faria ao assassino do jornalista caicoense. Depois dessas declarações, o juiz Candido encerrou os trabalhos para esta sexta-feira e retomará amanhã (12) com os debates entre defesa e acusação e, em seguida, a decisão do júri e prolatação de sentença.
Fonte: Robson Pires 
 
Postado em 12 de abril de 2014 - 0:37h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *