O Comunicador

O que seria justo foi lembrado: Presidente do TSE defende afastamento de candidatos à reeleição

Durante a gravação do oitavo programa “Eleições 2014 – uma conversa com o presidente do TSE”, o ministro Marco Aurélio afirmou que seria “salutar” que os candidatos à reeleição se afastassem dos cargos para fazer a campanha eleitoral.

A afirmação ocorreu em resposta ao jornalista Carlos Chagas, um dos convidados desta edição do programa, que questionou se “é justo que alguém dispute a reeleição no exercício do próprio cargo”. Para o ministro Marco Aurélio, o afastamento “acompanharia a ordem natural das coisas, porque numa eleição as paixões são muitas e a tendência é de aquele que está no cargo, desequilibrando a disputa eleitoral, utilizar o próprio cargo, a máquina administrativa para lograr êxito”. 

Fonte: Marcos Dantas

Postado em 9 de abril de 2014 - 14:35h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *