O Comunicador

Funcionária de auto-escola foi presa com dedos de silicone com impressões dos alunos

Uma
mulher foi presa em Pau dos Ferros, cidade do Alto Oeste potiguar,
suspeita de fraudar o sistema de presença de alunos de uma autoescola
onde é funcionária. De acordo com a polícia, ela usava dedos de silicone
com impressões digitais de 24 alunos para bater o ponto dos que não
frequentavam as aulas. A prisão aconteceu nesta última sexta-feira (21).
As fotos dos dedos de silicone foram repassadas nesta terça-feira (25)
pelo delegado Inácio Rodrigues, responsável pelo inquérito. O nome da
funcionária não foi revelado. “Alguns dos dedos estavam na gaveta do
escritório em que ela trabalha. Outros, estavam dentro da bolsa dela”,
revelou. Segundo o delegado, a funcionária foi autuada por crime de
inserção de dados falsos em sistema de informação, mas foi solta a mando
do juiz da cidade depois de um pedido de relaxamento de prisão. “O
proprietário da autoescola não foi localizado no dia que fizemos a
prisão da mulher, mas ele será intimado para depôr”, acrescentou
Rodrigues. Ainda de acordo com o delegado, as investigações continuam.
“Vamos ouvir também todos os alunos que têm as impressões digitais
gravadas nos dedos de silicone. Caso sejam confirmadas as fraudes, todos
podem ser responsabilizados”, ressaltou. Rodrigues também disse que
solicitará que o Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do
Norte (Detran) forneça dados sobre o sistema de registro de faltas e
presenças das pessoas matriculadas na autoescola.

Fonte: G1/RN
 
Postado em 26 de março de 2014 - 11:13h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *