O Comunicador

Criança mossoroense morre no Rio de Janeiro espancada pelo pai

Tornou-se público ontem a morte
de um menino de oito anos, Alex Medeiros, que era natural de Mossoró. O garoto
morreu no Rio de Janeiro vítima de sessões de espancamentos desencadeadas por
seu pai que não aceitava que ele gostasse de lavar louça e praticar a dança do
ventre. Mesmo o caso tendo acontecido no último dia 17, só se tornou conhecido
nacionalmente ontem, em matéria publicada no portal G1.

De acordo com a mãe da criança,
Digna Medeiros, em depoimento à polícia do Rio de Janeiro, o menino até bem pouco
tempo morava em Mossoró com ela e outros três filhos, no entanto por ele não
estar matriculado em nenhuma escola, a mãe passou a ser pressionada pelo
Conselho Tutelar. Temendo perder a guarda do filho, Digna Medeiros mandou o
menino ir morar com o pai na capital fluminense.

Chegando lá, o pai identificado
apenas como “Monstro de Bangu”, desempregado, que já cumpriu pena por
tráfico de drogas, não aceitava o jeito do filho e passou a agredi-lo para que
ele criasse “novos costumes”.
No dia em que morreu, o menino
chegou a uma unidade médica debilitado e com parte do fígado dilacerado,
morrendo em seguida. O caso está sendo apurado pela Polícia Civil de Bangu.

Fonte: Assis Silva


Postado em 6 de março de 2014 - 11:54h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.