O Comunicador

Policiais Militares sofrem ameaças após a morte de Rivotril

Dois policiais militares do 1º
Batalhão da PM relatam que estão sendo vítimas de ameaças, após a morte do
criminoso Isaac Heleno, o Rivotril. Inclusive, um atentado a tiros foi
registrado na base da PM em Mãe Luiza, no início desta semana. Os policiais ameaçados
são o soldado Geraldo e o sargento Aristelo.

Os dois têm atuação constante no
bairro de Mãe Luiza. Em conversa com o Portal BO, eles revelaram estão sofrendo
ameaça e criminosos prometeram atear fogo na companhia da PM localizada naquele
bairro.

Em uma das ameaças, de acordo com
o sargento Aristelo, um criminoso teria revelado que a intenção do grupo é
executar os dois policiais. Ainda segundo o PM, cinco pessoas já foram
identificadas como suspeitos dessas ameaças e, na noite da terça-feira (18),
duas delas foram detidas.

Os policiais conseguiram deter os
suspeitos durante o velório de Rivotril, que morreu no Hospital Walfredo
Gurgel, onde estava internado desde o dia 10, quando foi baleado antes de ser
preso. Um dos suspeitos detido foi liberado e o outro, identificado por TINHO
(Foto), ficou preso porque tinha mandado de prisão em aberto, por processo de
homicídio.

Fonte: Portal BO

Postado em 20 de fevereiro de 2014 - 11:45h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *