O Comunicador

Cinegrafista atingido por rojão em protesto no Rio tem morte cerebral

O cinegrafista Santiago Ilídio Andrade, da TV Bandeirantes, teve morte cerebral nesta segunda-feira (10), segundo a Secretaria municipal de Saúde. Ele foi atingido na cabeça por um rojão na quinta-feira (6), quando registrava confronto entre manifestantes e policiais durante protesto contra o aumento da passagem de ônibus, no Centro do Rio.

Andrade sofreu afundamento do crânio e foi submetido a uma cirurgia após ser levado para o Hospital Souza Aguiar, também no Centro. Desde então, estava em coma induzido no CTI da unidade. Eles destruíram uma família. Uma família que era unida” Arlita Andrade, mulher do cinegrafista

A explosão foi registrada por fotógrafos, cinegrafistas e câmeras de vigilância instaladas no Centro do Rio. Após a divulgação das imagens, Fábio Raposo se apresentou na 17ª DP (São Cristovão) no sábado (8) e confirmou à polícia ter passado o rojão ao homem que acendeu o artefato que atingiu o cinegrafista. No entanto, o rapaz disse, em depoimento, não conhecer o suspeito de lançar o rojão em meio à manifestação.

No domingo (9), após ter o mandado de prisão expedido pela Justiça do Rio, Fábio Raposo foi detido em casa. Ele está detido no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste. A polícia pedirá que seja feito um retrato falado na tentativa de identificar e localizar o responsável ainda nesta segunda-feira.


 Fonte: F. Silva

Postado em 10 de fevereiro de 2014 - 18:15h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.