O Comunicador

Agricultores terão parcelas extras do Garantia-Safra

Mais de 686 mil agricultores
familiares de 664 municípios receberão parcelas extras de R$ 155,00, pelo
Garantia-Safra 2012/2013. O pagamento será feito de janeiro até abril de 2014
para os agricultores que já tiverem recebido as cinco parcelas do seguro. O
pagamento de parcelas adicionais do benefício é assegurado pela Medida
Provisória n° 635, publicada no Diário Oficial da União na sexta-feira, 27.
“A perda da safra 2012/2013 da
Região Nordeste e do norte de Minas Gerais está confirmada e o próximo período
de plantio das culturas alimentares na região só terá início, para maioria dos
estados, a partir de janeiro de 2014”, explica o secretário de Agricultura
Familiar do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Valter Bianchini.
“Assim, não haverá colheita de feijão, milho, arroz, mandioca, as principais
culturas utilizadas na alimentação dos agricultores que aderiram ao
Garantia-Safra, antes de maio ou junho de 2014 para boa parte dos estados
aderidos ao Garantia-Safra. Por isso, foram assegurados recursos para o
pagamento de parcelas do benefício, pelo menos até abril de 2014”, complementa.

A coordenadora do programa, Dione
Freitas, da Secretaria da Agricultura Familiar do MDA, assinala que a medida
está dentro do conjunto de ações que o Governo Federal vem tomando para
amenizar os efeitos da seca para os agricultores. Considerada uma das piores
dos últimos 50 anos, a estiagem atinge 98% dos agricultores familiares aderidos
ao Garantia-Safra.
Ao todo, serão pagos R$ 312,5
milhões para o conjunto de agricultores beneficiados. O aporte será de recursos
da União no Fundo Garantia-Safra.
Pagamento
Quando os agricultores receberem
a última parcela do Garantia-Safra 2012/2013, (que pagou uma parcela de R$
140,00 e quatro de R$ 155,00), eles começarão a receber as parcelas extras no
valor de R$ 155,00 cada uma.
Não são todos os beneficiários da
safra 2012/2013 que vão receber as quatro parcelas extras. Somente aqueles dos
municípios com calendário de plantio antecipado e que comprovaram perda mais
cedo, em função desse calendário.

Fonte: Tribuna do
Norte/Via:Erinilson Cunha
Postado em 29 de dezembro de 2013 - 21:08h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *