O Comunicador

Fernando Mineiro estuda a possibilidade de apresentar pedido de impeachment contra Rosalba

A situação jurídica da governadora do Estado, Rosalba Ciarlini, do DEM, segue consideravelmente instável, mesmo depois do mandado de segurança conseguido no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que a manteve no cargo após o julgamento do Tribunal Regional Eleitoral (TRE).
Isso porque o deputado estadual Fernando Mineiro (PT), ciente que está comprovada a prática de improbidade administrativa da chefe do Executivo Estadual, estuda se pedirá no Ministério Público do RN uma ação contra a governadora ou se buscará, na própria Assembleia Legislativa, uma nova denúncia que pode dar origem a um processo de impeachment.
A informação foi confirmada nesta sexta-feira, pelo parlamentar. “Estou estudando se vamos acionar o MP ou apresentar um pedido de impeachment. O TRE constatou que ela usou bens do Estado para favorecer uma candidata durante a campanha.
Está confirmada a improbidade administrativa e por isso ela ficou inelegível, mas segue no cargo, unicamente, por causa de um mandado de segurança, de uma liminar”, analisou Mineiro.
A análise do parlamentar estadual, realmente, não parece ter falhas. Rosalba Ciarlini foi condenada como litisconsorte passivo no primeiro grau da Justiça Eleitoral, por usar o avião oficial do Governo do Estado em benefício de Cláudia Regina e, segundo o TRE, perdeu o prazo para recurso, fazendo o processo transitar em julgado.
Com informações do Jornal de Hoje

Postado em 15 de dezembro de 2013 - 11:44h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *