O Comunicador

Menina que tem o corpo coberto por pelos começa tratamento em GO

A família da pequena Kemylly está ansiosa para iniciar o tratamento da menina que tem o corpo coberto por pelos. Nesta segunda-feira (2), a criança passa por consulta no Hospital Materno Infantil de Goiás, após um cirurgião pediátrico acompanhar na imprensa o caso da garota e oferecer ajuda. Ela deverá passar ainda por procedimento de remoção dos pelos a laser.
O médico Zacharias Calil disse que nunca viu um quadro clínico como o de Kemylly e que, provavelmente, a doença se trate de hipertricose. Ele informou que o uso de laser é feito até em recém-nascidos e que o tratamento não oferece nenhum risco.
A família da garota é de Tocantins e viajou a Goiás após a determinação da Justiça. Especialistas pediram exames que somente laboratórios particulares oferecem. Após reportagens que mostraram a situação de Kemylly, exibidas na televisão, um estabelecimento ofereceu os exames gratuitamente e foram apresentados aos especialistas.
A hipertricose é de uma doença genética rara.  O pai, Antônio de Souza, conta que Kemylly já nasceu com bastante pelos, mas que eles foram crescendo ao longo do tempo e ficaram mais grossos. A menina sofre com preconceito em locais públicos, segundo a família, o principal motivo para buscar uma solução rápida.
Fonte: R7

Postado em 2 de dezembro de 2013 - 12:59h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *