O Comunicador

Zeca Araújo recebe equipe do SEBRAE/RN na ZAJA Confecções

O empresário e
vereador Zeca Araújo recebeu ontem, terça-feira (19), em sua empresa, a
ZAJA Confecções, uma equipe de representantes do SEBRAE/RN, entre eles, o
superintendente do serviço no estado, Sr. Zeca Melo, Célio Vieira,
Gerente da unidade de Currais Novos, os analistas técnicos Sheyson
Medeiros e Yves Guerra, além de José Vieira, consultor da FAERN. 

O principal
objetivo da visita, além de conhecer um dos maiores empreendimentos do
Seridó, era conversar com o experiente empresário cerrocoraense a
respeito da viabilidade do negócio na região, principalmente, levando-se
em conta o projeto Pró-Sertão. 
Durante
a
passagem pela ZAJA, também foi evidenciado o interesse do SEBRAE em
fomentar uma maior aproximação com a Associação Seridoense de Confecções
– ASCONF, na
qual estão associados mais de 20 faccionistas do Seridó, entre eles,
Zeca Araújo, que ocupa o cargo de vice-presidente, e que, ao lado do
presidente Leonardo Azevedo, de Acari, tem conseguido grandes benefícios
para os empresários vinculados à entidade. 
PRÓ-SERTÃO
– Lançado em agosto deste ano, o projeto pretende criar 360 unidades
produtoras de costura no interior do Rio Grande do Norte, além das 100
já existentes, abrindo cerca de 20 mil postos de trabalho e
qualificando milhares de profissionais. O projeto de Industrialização
do Interior vai estimular a criação de pequenas unidades fabris,
denominadas facções, em diversas cidades do estado para suprir às
demandas de grandes grupos têxteis, como a Hering e, principalmente,
o grupo Guararapes, que detém a rede de lojas Riachuelo.
O público-alvo do Pró-Sertão são os empresários que pretendem montar as
facções e aqueles que já possuem essas unidades. Eles receberão
incentivos – com soluções de crédito facilitadas e rápidas – e
capacitações para atender às exigências das grandes indústrias. O Sebrae
dará suporte aos empreendedores ao disponibilizar capacitações e
consultorias para que as unidades se desenvolvam de forma sustentável.
As consultorias serão 70% subsidiadas pela instituição. A estimativa é
aplicar no projeto cerca de R$ 7,5 milhões pelos próximos quatro anos. 
 
Fonte/Fotos: Blog Zeca Araújo 
 

Postado em 20 de novembro de 2013 - 21:12h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *