O Comunicador

Quadrilha invade casa de PM, faz arrastão e terrorismo com a esposa dele.

Bandidos armados invadiram a casa
de um policial militar, na noite desta terça-feira (23), e promoveram momentos
de terror para a esposa dele que estava na residência, juntamente com a filha
do casal, uma criança de um ano e oito meses. O crime aconteceu na Rua Vale do
Pitimbu, no Planalto, por volta das 19, e o soldado J. Martins, do 9° Batalhão,
não estava no local no momento do crime.
No entanto, logo que descobriram
que a casa pertencia a um policial militar, após encontrarem uma farda nos
armários, os quatro criminosos iniciaram uma sessão de terrorismo contra a
esposa dele. Eles rasgaram a farda da polícia e disseram que iriam esperar o
soldado chegar e que iriam arrancar os dedos deles.
Além disso, os assaltantes se
disseram matadores de policiais e prometeram executar o militar. Toda a ação
durou cerca de uma hora e os bandidos ficaram dentro da casa recolhendo objetos
como frigobar, TV, micro-ondas, roupas e objetos de pequeno porte, como
celulares e joias.
Durante um descuido dos
criminosos, a esposa do policial tentou sair da casa, porém, ela foi
surpreendida por outro assaltante que ficou do lado de fora e chegou a ser
agredida com puxões nos cabelos. Por fim, a quadrilha pichou uma das paredes da
casa do militar, escrevendo o número 157, referente ao crime de assalto do
Código Penal Brasileiro.
Tenente Dias, oficial de serviço
do 9° Batalhão da PM, informou ao Portal BO que várias diligências estão sendo
realizadas em toda a região, na tentativa de prender os suspeitos. O policial
J. Martins também conversou com a reportagem e declarou: “enquanto nós
estamos protegendo a família dos outros, a minha estava em perigo. Agora,
confio no trabalho dos meus colegas e espero que todos sejam presos”.
Fonte: Portal BO
Postado em 24 de abril de 2013 - 12:50h

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *