O Comunicador

FETARN Se reúne com representantes dos Polos Sindicais

A Diretoria da FETARN, juntamente com os representantes dos
Pólos Sindicais se reuniram mais uma vez neste dia 02 para discutirem propostas
e encaminhamentos com relação aos efeitos da seca, preocupados com as medidas
paliativas e burocráticas  que o governo  vem adotando, o que vem dificultando as ações
para  os agricultores familiares, quanto
a execução de recursos em situação de emergência ou calamidade pública. 
Toda esta dificuldade vem causando a morte dos rebanhos, a
falta de água potável e para as necessidades básicas. Há ainda o endividamento
dos produtores que também necessitam de medidas urgentes para sanar esta
problemática gerada pela conseqüência da seca.
Todos concordam que não podemos esperar por ações a passo de
tartaruga dos Governos,  Parlamentares e
da Justiça. Juntos, estes poderes podem facilitar a criação de normativas que
quebrem barreiras da burocracia ou teremos que enfrentar as conseqüências pois,
além dos animais, não falta muito para vermos a população, em especial a
rural,  agonizar de sede e pela falta de
alimentos.

A sociedade como um todo também sofrerá as conseqüências da
falta de produção no campo. A elevação dos preços e a má qualidade dos produtos
básicos, já está se tornando uma realidade em muitos comércios por todo o
Estado.
A União, o  Estado e os
Municípios não criaram fundos de convivências com  semi árido.
A atuação do Governo do Estado contudo se sobressai devido a
necessidade deste atuar como gestor e repassar as contrapartidas demandadas
pelas políticas públicas e pelas  ações
voltadas para o combate e convivência com a seca.
É chegada a hora da sociedade do campo e da cidade se unirem
no sentido de provocar os governos a mudarem de atitude valorizando esse
seguimento tão importante para a segurança alimentar. Se o campo não produzir a
cidade não come. É chegada a hora, não temos mais por quem esperar. Estamos
chegando ao limite!. São estas as afirmações do Vice Presidente e Secretário de
Política Agrícola da FETARN  , Francisco
José da Silva.
Postado em 3 de abril de 2013 - 21:49h

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *